Aleitamento artificial em potros: saiba quando indicar

O uso de aleitamento artificial na criação de potros ocorre quando éguas com baixo escore corporal apresentam pouca produção de leite

Aleitamento artificial em potros: saiba quando indicar   Artigos VetProfissional


O uso de aleitamento artificial na criação de potros ocorre quando éguas com baixo escore corporal apresentam pouca produção de leite, sendo necessário administrar uma complementação aos potros, afirma Fabiana Garcia Christovão, Doutora em Medicina Veterinária na área de Patologia Animal.

Os potros amamentam um volume pequeno, porém, várias vezes ao dia. Por isso, durante o aleitamento artificial é necessário oferecer o leite ao potro também do mesmo modo, ou seja, várias vezes ao dia. Indica-se que seja ministrado o alitamento de hora em hora ou de 2 em 2 horas.

Alternativas em casos de não produção de leite pela égua:


• Estimular outra égua mansa a adotar o potro
Esse não é um comportamento comum em equinos, mas a adoção do potro que não está se alimentando pode ser estimulada por meio de massagem cervical na égua seguida da exposição do potro à secreção do leite e à urina da égua. Essa estratégia favorece o surgimento de certa aceitação da égua em relação ao potro adotivo.

• Retirar o leite da própria mãe e dar ao potro
A ordenha da égua é uma solução, já que a mesma pode ter leite, mas o potro pode não estar amamentando de forma correta ou em casos em que a égua estiver rejeitando o filhote. Nesse caso o potro pode ser amamentado com o leite da própria mãe na mamadeira.

• Aleitamento com leite de vaca
Esse leite possui componentes diferentes do leite de águas. O leite de vaca é bastante adocicado e mais energético. Para que possa ser ingerido pelos potros é necessário acrescentar água, uma fonte de cálcio (carbonato de cálcio - CaCO3) e uma fonte de carboidrato (mel, glucose dextrose).

• Leite em pó para neonatos equinos
Pode ser adquirido comercialmente e deve ser preparado de acordo com as especificações do fabricante no momento em que for dado ao potro. A mamadeira deverá ser esterilizada antes e após o uso. Não é recomendável deixar a mamadeira pronta por muito tempo.

• Ensinar o potro a mamar no balde
Essa solução modo exige tempo e condicionamento do animal, mas ordenhar a égua e acostumar o potro a mamar no balde desvincula a mamadeira e diminui a mão-de-obra durante o manejo do aleitamento.

Durante a primeira semana de aleitamento artificial, os potros devem ser contidos em uma posição natural, semelhante ao tipo de contenção que é feita para a cura do umbigo.

Aprenda mais sobre o manejo de potros no Curso Manejo de Potros: Do Parto ao Preparo para a Doma, disponível no VetProfissonal, a mais moderna ferramenta de capacitação para médicos veterinários e estudantes de veterinária disponível no mercado, com a qual você obterá todos os conhecimentos necessários para garantir o bem-estar dos animais e alcançar êxito em sua profissão.

Receba Mais Informações