Anestesia inalatória em pequenos animais: quais são as vantagens e desvantagens?

A anestesia inalatória consiste em introduzir o agente anestésico por via respiratória por meio da vaporização. Trata-se de uma técnica segura no que se refere à manutenção do paciente

Anestesia inalatória em pequenos animais: quais são as vantagens e desvantagens?

Você sabe o que é a anestesia inalatória? A anestesia inalatória consiste em introduzir o agente anestésico por via respiratória por meio da vaporização, e a anestesia ocorre quando o medicamento é absorvido pelo pulmão, alcançando o sistema nervoso central através da corrente sanguínea.

A principal vantagem da anestesia inalatória é que se trata de uma técnica segura no que se refere à manutenção do paciente”, afirma Luís Eugênio Franklin Augusto, Médico Veterinário e Professor do VET Profissional, que é Mestre em Medicina Veterinária.

As principais vantagens da anestesia inalatória são:

Segurança: trata-se de técnica segura para a manutenção do paciente durante procedimentos cirúrgicos.

Ausência de fatores limitantes: idade, frequência cardíaca, doenças renais, doenças hepáticas não se constituem fatores limitantes para a realização da anestesia inalatória.

Rápida recuperação: após encerrar o fornecimento do agente anestésico, o paciente apresenta rápida recuperação do efeito da anestesia.

Fator econômico: o fornecimento de anestesia inalatória se dá por meio de aparelho específico que pode representar um custo elevado para o médico veterinário.


As principais desvantagens são:

Investimento: é necessário investimento inicial no aparelho que possibilita a realização da técnica.

Controle: o anestesista precisa estar presente durante todo o procedimento cirúrgico para controle refinado da quantidade de anestésico a ser administrada no paciente.


Como aplicar a anestesia inalatória?

Para aplicar anestesia inalatória, é necessário induzi-la com o auxílio de uma anestesia injetável, pois os anestésicos inalatórios apresentam forte odor, muito incômodo ao pacientes.

Lembre-se: A administração da anestesia deve ser feita pelo profissional qualificado para isso, ou seja, pelo médico veterinário anestesiologista, o qual está apto para agir no caso de qualquer intercorrência com o paciente durante o procedimento.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Anestesiologia Veterinária do VET Profissional, com o Prof. M. Luís Eugênio Franklin Augusto, Mestre em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações