Anestesia local e regional em cães e gatos: por que usar?

O principal objetivo da anestesia é bloquear a transmissão nociceptiva, atuando nos canais de sódio e evitando o potencial de ação que leve a uma informação dolorosa ao sistema nervoso central

Anestesia local e regional em cães e gatos: por que usar?

A língua ou palato de um animal, quando não examinadas, podem deixar patologias passarem despercebidas”, explica Fernando Tadeu Tavares Fernandes, Médico Veterinário e Professor do VET Profissional, que é Mestre em Cirurgia. O exame oral detalhado, nesse caso, só é possível em um paciente anestesiado e, para isso, o indicado é a utilização da anestesia local e regional.

Os benefícios da anestesia local e regional são:

- Diminuição da dor durante e após os procedimentos cirúrgicos.

- Redução do risco de bradicardia reflexa mediada por vagal.

- Menor necessidade de anestésico inalante.

- Diminuição da concentração mínima de anestésico alveolar necessária para fornecer analgesia.

- Menor medicação analgésica pós-operatória imediata necessária.

- Melhor nível de anestesia, diminuindo, assim, a variação da profundidade anestésica quando ocorre estimulação dolorosa.

- Potencialização a analgesia pós-operatória.


Um dos problemas da anestesia na cavidade oral é o processo infeccioso/inflamatório, uma vez que a difusão da forma não ionizada da droga através da membrana celular vai depender do pH.

Mas como escolher um anestésico? A escolha do anestésico vai depender do início do efeito desejado e da duração da ação.

A vascularização influencia na ação da anestesia, pois, ao ser aplicado em uma região altamente vascularizada, o fármaco se dissipará facilmente pela corrente sanguínea, sendo rapidamente excluída.

Cuidados que devem ser tomados na aplicação da anestesia:

- A manipulação da agulha deve ser feita de forma cuidadosa para que não ocorram danos aos tecidos neurovasculares.

- Ao administrar injeções intravasculares no bloqueio do ramo, sempre observar se a seringa não foi preenchida com sangue, o que indicaria perfuração de vasos.

- Atentar-se sempre para a dose correta a fim de evitar efeitos tóxicos sistêmicos.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Odontologia de Cães e Gatos do VET Profissional, com o Prof. M. Fernando Tadeu Tavares Fernandes, Mestre em Cirurgia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV). O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações