Bovinos e equinos: você conhece a fisiologia bucal desses animais?

O aparelho digestório se inicia pela boca, que é responsável pela apreensão e transformação física do alimento por meio do processo de mastigação, insalivação e deglutição

Bovinos e equinos: você conhece a fisiologia bucal desses animais?

O aparelho digestório, que é constituído por boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus, é responsável por garantir ao organismo o aproveitamento de todos os nutrientes presentes nos alimentos. “Esse aparelho se inicia pela boca, que é responsável pela apreensão e transformação física do alimento por meio do processo de mastigação, insalivação e deglutição”, explica a Dr.ª Waleska de Melo Ferreira Dantas, Médica Veterinária e Professora do VET Profissional, que é Mestre em Medicina Veterinária e Doutora em Patologia Clínica Animal.

Quais são as funções dos componentes da cavidade oral?


A cavidade oral possui estruturas necessárias para preensão, mastigação e deglutição do alimento ingerido. A língua, os dentes e os lábios participam da preensão e sucção da água, já a trituração dos alimentos é feita pelos dentes.

As glândulas parótidas e glândulas salivares têm a função de produzir saliva, a qual tem uma porção tanto mucosa quanto serosa, que vai ajudar a misturar o alimento dentro da boca do animal, juntamente com o movimento da língua e posteriormente favorecer a deglutição do alimento.

Os lábios são as partes externas da boca, compostos pelo lábio superior e lábio inferior. Possuem características distintas de acordo com a espécie animal.

A língua é um órgão constituído de músculo e revestido de mucosa. Possui feixes de músculos que seguem o seu trajeto em quase todas as direções, permitindo uma grande flexibilidade e direção de movimento.

No ruminante, a língua é grande e flexível, pois é com ela que o bovino apreende o alimento.

O bovino utiliza a língua para apreender o alimento.

O bovino utiliza a língua para apreender o alimento.


Os dentes são estruturas duras, salientes e esbranquiçadas, compostas por polpa, dentina e esmalte, originados no maxilar e na mandíbula (arcada dentária). São usados para cortar, prender e triturar alimentos.

O equino captura o alimento com os lábios, que são flexíveis, cerra com os dentes incisivos e tritura com os dentes molares.

O cavalo captura o alimento com os lábios.

O cavalo captura o alimento com os lábios.

Enquanto os bovinos apreendem os alimentos com a língua. Eles fazem movimento circular de apreensão do alimento e levam à boca para ser mastigado.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Fisiologia Veterinária Sistemática do VET Profissional, com a Prof.ª Dr.ª Waleska de Melo Ferreira Dantas, Doutora em Patologia Clínica Animal pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações