Degeneração mixomatosa valvar em cães: você conhece essa doença?

A degeneração mixomatosa valvar é uma cardiopatia degenerativa das valvas atrioventriculares que acomete cães de pequeno e médio porte

Degeneração mixomatosa valvar em cães: você conhece essa doença?

A degeneração mixomatosa valvar é uma doença degenerativa das valvas atrioventriculares, sendo a maior causa de insuficiência cardíaca congestiva (ICC) em cães. Como característica está à degeneração mixomatosa, acompanhada de uma fibrose valvar crônica.

A degeneração mixomatosa pode ocorrer de forma discreta, moderada ou grave, acometendo 60% da valva mitral e 30% das valvas mitral e tricúspide”, explica Luiz Eduardo Duarte de Oliveira, Médico Veterinário e Professor do VET Profissional, que é Mestre em Ciências Veterinárias.

É uma enfermidade comum em cães com meia idade e idosos, de raças de pequeno e médio porte, como o poodle, schnauzer, teckel, cocker spaniel, maltês e cavalier king charles spaniel.

Os sinais clínicos são discretos, podendo se observar:

- Tosse.

- Perda de peso.

- Fadiga.

- Síncope.

- Cianose.

- Sinais de ICC.

A maioria dos pacientes é assintomática. O diagnóstico, em muitos casos, é acidental ao se realizar a auscultação cardíaca e pulmonar e identificar um sopro.

O exame físico é realizado através da auscultação dos focos cardíacos e pulmonares, avaliação do pulso (força e sincronicidade) e das mucosas (coloração).


Aprenda mais sobre esse assunto na área Cardiologia de Cães e Gatos do VET Profissional, com o Prof. M. Luiz Eduardo Duarte de Oliveira, Mestre em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal de Lavras (UFLA). O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações