Dentição dos animais domésticos: vamos conhecer as características dos dentes desses animais?

Os dentes são as principais estruturas do aparelho mastigatório. Nos animais domésticos, o número de dentes é reduzido chegando ao máximo de 46 a 48 dentes

Dentição dos animais domésticos: vamos conhecer as características dos dentes desses animais?

O conjunto dos dentes presentes na boca de um animal é chamado de arcada dentária. “Nos animais domésticos, o número de dentes é reduzido, chegando ao máximo de 46 a 48 dentes em um suíno, que são os representantes que apresentam a dentição mais completa desse grupo”, explica Marcelo Lopes de Santana, Médico Veterinário e Professor do VET Profissional, Mestre em Medicina Veterinária e Doutor em Morfologia Animal.

Nos mamíferos, a arcada dentária é formada pelos dentes incisivos, caninos, pré-molares e molares. Vamos ver as características de cada um:

1. Dentes incisivos - mais rostrais, responsáveis por apreender o alimento.

2. Dentes caninos - muito desenvolvidos nos carnívoros, servem para apreender o alimento, e, sobretudo para o ataque do animal.

3. Dentes pré-molares e molares - são responsáveis pelo processo de mastigação, ou seja, a trituração do alimento. O formato desses dentes nas espécies variam de acordo com a dieta dos animais.


Todo dente é dividido em duas regiões: a coroa, que é parte exposta, e a raiz, que fica fixada na parte óssea. Entre a coroa e a raiz, ocorre um afunilamento conhecido como colo do dente.

A camada mais externa da coroa, que dá o aspecto esbranquiçado do dente, é o esmalte, uma substância extremamente resistente que reveste toda a superfície da coroa. Interno ao esmalte, temos uma camada chamada dentina, que vai da coroa até a raiz do dente. A dentina apresenta crescimento contínuo, podendo se regenerar caso haja necessidade.

Cobrindo a camada mais externa da raiz temos o cemento, menos resistente do que o esmalte, inicia-se no animal jovem como uma camada bem fina, se espessando ao longo da vida. Ele serve para a proteção da raiz e fixação do dente dentro do alvéolo ou processo alveolar, que é a cavidade da mandíbula ou maxila onde vai estar implantado o dente.

Partes do dente e seus revestimentos.

Partes do dente e seus revestimentos.

Fixado no cemento e constituído de colágeno, temos o ligamento periodontal, um tecido responsável por ajudar na fixação e na absorção, mesmo que pequena, do impacto da mastigação, dando certa flexibilidade ao dente.

Uma estrutura importante do dente é a cavidade dentária, onde estão localizadas a inervação e a vascularização do dente, ou seja, a polpa dentária.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Anatomia Veterinária: Anatomia Sistemática dos Animais Domésticos do VET Profissional, com o Prof. Dr. Marcelo Lopes de Santana, Doutor em Morfologia Animal pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre em Medicina Veterinária também pela Universidade Federal de Viçosa. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações