Esterquia: aproveitamento de resíduos e dejetos produzidos em fazendas

No meio rural, muitos dos dejetos produzidos podem ser reaproveitados e utilizados como adubo na própria plantação

Esterquia: aproveitamento de resíduos e dejetos produzidos em fazendas   Artigos VetProfissional

No meio rural, muitos dos dejetos produzidos podem ser reaproveitados e utilizados como adubo na própria plantação. As técnicas da compostagem, fossa séptica e esterqueira, por exemplo, são importantes soluções para incorporar os dejetos de forma ecológica e sensata a favor da propriedade rural.

“Cada uma desses processos tem sua indicação e especificidade, cabendo a um técnico identificar a melhor solução”, explica Prof. Marcelo Dias da Silva, Médico Veterinário e professor do VET Profissional, que é Doutor em Zootecnia e Mestre em Agroquímica. Portanto, é essencial que o médico veterinário, como agente sanitário, oriente o produtor rural sobre todas as possibilidades de aproveitamento de resíduos e desejos produzidos em sua propriedade. Com isto, o produtor rural obtém benefício financeiro e, ainda, preserva o meio ambiente.

Oportuno, nesse momento, falar da esterqueira, que nada mais é que o aproveitamento do material liquefeito gerado, por exemplo, em currais. Entre os benefícios dessa prática, destacam-se:


- Evita que dejetos de animais sejam lançados direto na natureza;
- Evita moscas, mau cheiro, entre outros;
- Armazena dejetos e os fermenta, evitando percolação e produzindo fertilizante;
- O processo de fermentação destrói a maioria dos germes causadores de doenças.

A montagem da esterqueira consiste em:


- Escavar o chão dimensionando-o de acordo com o número de animais;
- Impermeabilizar o local escavado usando geomembrana com 0,8 mm de espessura, resistente ao sol e aos agentes químicos.

Como ocorre o processo da esterquia?


- São formadas fases: os materiais sólidos decantam, e o líquido fica no meio e a gordura fica na superfície;
- Deve-se agitar e misturar, revolvendo e adicionando oxigênio à mistura, o que vai favorecer as bactérias que vão degradar o material orgânico;
- Deve haver um período de cerca de 120 dias para fermentação do material.

Após curtição, o material pode ser usado para adubar milharal, canavial, entre outros, utilizando caminhão tanque de esterqueira.

Curiosidade


Em mil quilômetros de esterco bovino curtido, há:

- 155 kg de sulfato de amônia,
- 100 kg de fosfato natural, e
- 40 kg de cloreto de potássio.

O produtor rural paga caro por esses produtos, que são usados como adubo, sendo que ele tem todos esses elementos em sua propriedade.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Saneamento e Zoonoses do VET Profissional, com o Prof. Dr. Marcelo Dias da Silva, Doutor em Zootecnia pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre em Agroquímica também pela Universidade Federal de Viçosa. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações