Homeostase em animais: você conhece esse mecanismo?

A homeostase tenta manter de forma estática ou equilibrada as reações fisiológicas que acontecem dentro do organismo do animal

Homeostase em animais: você conhece esse mecanismo?

Vários são os mecanismos que promovem o funcionamento adequado do organismo dos seres vivos. Entre eles, destaca-se a homeostase, cuja função é manter de forma estática ou equilibrada as reações fisiológicas que acontecem dentro do organismo do animal.

Os mecanismos homeostáticos estão intrinsecamente ligados à composição dos líquidos corporais e ocorrem em interação e de forma adequada ao meio externo”, explica Waleska de Melo, professora do VET Profissional.

Os mecanismos homeostáticos são ativados desde o momento em que o animal é concebido dentro da barriga da mãe e a partir de seu nascimento quando se iniciam, de forma autônoma, os primeiros processos regulatórios internos que mantêm a vida e o organismo saudável.

O princípio básico da vida é que o animal ingira o alimento, beba água e mantenha a temperatura do corpo equilibrada. Para que isso aconteça, todos os sistemas do organismo devem interagir entre si e com o meio ambiente.

Os mecanismos homeostáticos são responsáveis por manter as condições constantes do meio interno, fazendo com que as células exerçam seu ciclo normal de divisão, crescimento, multiplicação, envelhecimento e morte.

Todos os órgãos e sistemas devem funcionar em conjunto para manter os mecanismos homeostáticos. A regulação e manutenção da homeostase são comandadas pelo cérebro. Respiração, nutrição e atividade normal dos rins ao regular a quantidade de água do corpo, fazem parte dos principais processos homeostáticos dos animais.

Os mecanismos homeostáticos são dependentes da composição dos líquidos corporais, ou seja, dos fluidos que compõem todo o organismo de forma a manter as reações adequadas dentro de cada sistema.

Outra forma de manter os processos fisiológicos e homeostáticos dentro da normalidade é através da interação entre animais do mesmo grupo. A troca de brincadeiras estimula o cérebro a produzir hormônios que dão a sensação de bem-estar.


Aprenda mais sobre o assunto na disciplina – Fisiologia Veterinária Funcional - disponível na Área VET Profissional, a mais moderna ferramenta de capacitação para médicos veterinários e estudantes de veterinária disponível no mercado, com a qual você obterá todos os conhecimentos necessários para garantir o bem-estar dos animais e alcançar êxito em sua profissão.

 

Receba Mais Informações