Narinas dos animais: curiosidades sobre essa estrutura do sistema respiratório

As narinas são um órgão ímpar e correspondem à primeira porção do sistema respiratório. Conhecer bem essa estrutura ajuda na identificação de anormalidades respiratórias que podem ocorrer com o animal

Narinas dos animais: curiosidades sobre essa estrutura do sistema respiratório

Inicialmente precisamos saber que a correta condução do ar para o sistema respiratório se inicia pelas narinas. É essa estrutura que faz a comunicação com o meio externo para a passagem do ar. Todas as narinas (de todos os animais) são compostas por duas aberturas independentes, presentes no nariz. O ar que entra por uma narina é independente do ar que entra em seu antímero.

As narinas esquerda e direita, em conjunto, formam um órgão ímpar que corresponde à primeira porção do sistema respiratório. Possui diferentes formatos anatômicos de acordo com a aptidão de cada espécie”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e Professora do VET Profissional, que é Mestre em Medicina Veterinária e Doutora em Patologia Clínica Animal.

Você sabia que a cavidade das narinas é denominada vestíbulo nasal? Na maioria das espécies, a narina apresenta um formato de fenda, que se amplia, aumenta ou diminui em decorrência da necessidade de entrada de ar pelo organismo do animal.

As narinas são sustentadas por cartilagens fixas no septo nasal (uma lâmina de cartilagem). As cartilagens mantêm as narinas abertas. É também o septo nasal que separa a narina direita da narina esquerda.

Outra curiosidade: dentre os animais domésticos, os equinos se diferem quanto à anatomia das narinas, pois possuem, na parte dorsal dessas, uma saculação denominada divertículo nasal.

 

Divertículo nasal ou narina falsa em equinos em peça anatômica de um potro.

Divertículo nasal ou narina falsa em equinos em peça anatômica de um potro.

O divertículo nasal forma uma cavidade que não funciona para a passagem de ar (narina falsa), mas auxilia na dilatação das narinas do cavalo, permitindo maior captação de oxigênio e consequente maior potência e ampliação de movimentos. Somente os equinos possuem essa estrutura.

As narinas podem ser classificadas fisiologicamente de acordo com o plano anatômico que apresentam nos animais domésticos, a saber:

 

Classificação das narinas de acordo com os planos nasais.

Classificação das narinas de acordo com os planos nasais.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Fisiologia Veterinária Sistemática do VET Profissional, com a Prof.ª Dr.ª Waleska de Melo Ferreira Dantas, Doutora em Patologia Clínica Animal pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações