Saneamento básico no meio rural: fossa séptica

O saneamento básico é essencial tanto para o meio rural quanto para o meio urbano. É ele que garante os recursos básicos de abastecimento, tratamento e distribuição de água, esgoto sanitário, entre outros, para garantir o bem-estar da população

Saneamento básico no meio rural: fossa séptica

O saneamento básico é essencial tanto para o meio rural quanto para o meio urbano. Porém, esses recursos normalmente não são oferecidos à zona rural, sendo necessário criar formas de resolver esse problema, apresentando ao produtor rural recursos acessíveis e seguros para ter acesso à água de boa qualidade e para tratar as águas advindas das várias atividades desenvolvidas na propriedade, a fim de não poluir o meio ambiente.

Um grande problema nas propriedades rurais é a água utilizada nos banheiros rurais e em outras atividades do campo”, explica Marcelo Dias da Silva, Médico Veterinário e Professor do VET Profissional, que é Mestre em Agroquímica e Doutor em Zootecnia.

O esgoto é rico em matéria orgânica e microrganismos, inclusive patogênicos, e pode também poluir águas subterrâneas e superficiais. Uma solução para esse problema é a fossa séptica biodigestora, que é uma tecnologia de esgoto sanitário rural para evitar a contaminação do solo e da água.

Além disso, esse sistema produz um efluente orgânico que serve para utilização em plantas perenes. Na figura a seguir, segue um esquema de fossa séptica desenvolvida pela Embrapa.

Modelo de fossa séptica biodigestora desenvolvida pela Embrapa.

Modelo de fossa séptica biodigestora desenvolvida pela Embrapa.
1- Válvula de retenção; 2- Chaminé de alívio (suspiro); 3- Curva de 90°; 4- “T” de inspeção; 5 e 6- Caixas de 1.000 mL; 7- Registro.
Fonte Novaes, 2001.

Como funciona?

A primeira caixa deve ser preenchida com 20 L de uma mistura de 50% de água e 50% de esterco bovino (fresco) para aumentar a atividade microbiana – biodigestão das fezes humanas; o processo deverá ser repetido, a cada 30 dias, com 10 L da mistura água/esterco de bovino, através de uma válvula de retenção.

O acontece?

Na primeira caixa morrem cerca de 70% das bactérias; na segunda caixa, morre o restante; na terceira caixa, o líquido está sem bactéria e micróbios, e pode ser utilizado como adubo na preparação da terra. O sistema consta ainda de duas chaminés de alívio colocados sobre as duas primeiras caixas para a descarga do gás acumulado.

Esse fertilizante não deve ser utilizado em hortaliças e não deve ser descartado em cursos d’água.

A fossa deve ser instalada abaixo da casa e a uma distância de 10 a 15 metros.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Saneamento e Zoonoses do VET Profissional, com o Prof. Dr. Marcelo Dias da Silva, Doutor em Zootecnia pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre em Agroquímica também pela Universidade Federal de Viçosa. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão! 

Receba Mais Informações