Sr. Veterinário: o que é cirurgia de nodulectomia?

A cirurgia de nodulectomia é uma técnica direcionada para a remoção de tumores malignos e benignos

Sr. Veterinário: o que é cirurgia de nodulectomia?

A cirurgia de nodulectomia é uma técnica direcionada para a remoção de tumores malignos e benignos. A retirada dos tecidos é uma medida preventiva para evitar a proliferação de células tumorais.

O mastocitoma é a neoplasia cutânea maligna de maior frequência em cães. Trata-se de um tumor agressivo que acomete pacientes caninos na faixa etária entre 3 e 14 anos”, explicam Fernando Tadeu Tavares Fernandez e Leonardo Milagres Tassara de Pádua, Médicos Veterinários e Professores do VET Profissional.

A incisão deve sempre obedecer às linhas da pele para que a remoção do nódulo seja perfeita. Desse modo, é necessário que o cirurgião veterinário estude a pele do paciente antes da cirurgia observando, principalmente, a direção de alongamento e sentido do tecido que está próximo ao tumor.

Antes de fazer a incisão, delimite a região do nódulo fazendo a palpação e manipulando o mínimo possível para não estimular as células do tumor.

A incisão teve 3 cm de margem de amplitude além do tumor, aproximadamente 2 dedos, e 3 cm de profundidade.

 

Figura Incisão da pele para remoção de mastocitoma em paciente canino.

Figura Incisão da pele para remoção de mastocitoma em paciente canino.


Os mastocitoma são tumores altamente irrigados. Durante a divulsão do tecido subcutâneo para remoção do nódulo é necessário descobrir quais são os vasos responsáveis por irrigar o tumor e fazer a hemostasia desses durante a cirurgia.

Evite, ao máximo, romper vasos na região do tumor durante a divulsão do tecido subcutâneo e remoção do tumor afim de não provocar sangramentos ou hemorragias desnecessárias. Durante a cirurgia cuide sempre da contenção dos vasos utilizando pinças Allis hemostáticas, quando necessário.

A profundidade do recorte do tecido subcutâneo e da pele ao redor do nódulo também deve ser de, aproximadamente, 3 cm devido à possibilidade de aderência do tumor na musculatura ou risco de o tumor se alastrar durante a cirurgia.

A divulsão tem como propósito a remoção completa do tumor. Esse procedimento é mais fácil quando o tumor não se encontra aderido à musculatura do paciente.

Após a remoção completa do tumor é necessário proceder à sutura da ferida cirúrgica.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Casos Cirúrgicos do VET Profissional, com a Prof.a M.a Alessandra Sayegh Arreguy Silva, Mestre em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), com o Prof. M. Fernando Tadeu Tavares Fernandez, Mestre em Cirurgia pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), com o Prof. Leonardo Milagres Tassara de Pádua, pós-graduado em Anestesiologia Veterinária, com a Prof.a Elisandra Lopes de Freitas, pós-graduada (Lato Sensu) em Clínica e Cirurgia de Cães e Gatos pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e com a Prof.a Natália Brioschi Andreão, Médica Veterinária pela Universidade de Vila Velha (UVV). O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

 

Receba Mais Informações