Suinocultura: medidas de biosseguridade necessárias na granja

Biosseguridade é um conjunto de medidas de manejo inteligente, imprescindíveis frente ao aumento dos desafios enfrentados na suinocultura

Suinocultura: medidas de biosseguridade necessárias na granja

Você sabe o que é biosseguridade? Biosseguridade é um conjunto de medidas de manejo inteligente, imprescindíveis frente ao aumento dos desafios enfrentados na suinocultura, sobretudo: a alta densidade populacional das unidades produtoras e a alta rotatividade. Nesse cenário, qualquer perda gera grande impacto econômico.

As medidas de biosseguridade têm como objetivo evitar o acesso de agentes infecciosos ao rebanho, bem como controlar a disseminação dos microrganismos nos diferentes setores ou grupos de animais dentro do sistema de produção”, explica Mariana Costa Fausto, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, Doutora em Medicina Veterinária Preventiva – Saúde Animal e Programas Sanitários.


Quais são as medidas de biosseguridade necessárias na suinocultura?

Uma das medidas de biossegurança que devemos considerar é a localização. O ideal é que a granja seja fechada e, de preferência, isolada por um cinturão verde que previna a entrada de doenças nas instalações.

Na entrada das granjas devem existir arcos de desinfecção, com rodolúvios e jatos de pressão. As visitas e o acesso às granjas devem ser restritos.

Não podemos esquecer, também, das instalações para quarentena, que têm como objetivo receber os animais de origem externa e evitar a entrada de patógenos no sistema. O fornecimento de água e a coleta de dejetos, na quarentena, é feita em separado das instalações da granja.

Outra medida que precisa de muita atenção é o controle de pragas (são consideradas pragas qualquer animal que não seja da espécie suína). Para fazer o controle de pragas pode-se utilizar iscas e telas para impedir a entrada de aves e outros animais dentro da instalação.

Para se realizar a limpeza e a desinfecção, deve se seguir sempre os protocolos de limpeza a seco e limpeza úmida da granja.

O vazio sanitário tem grande importância para a biosseguridade. O sistema all in/ all out tem como objetivo realizar a quebra de transmissão e propagação de patógenos. Após a saída dos animais a instalação deve passar por um processo de desinfecção seguida por período de descanso ou vazio sanitário. Antes da entrada de novos animais deve-se fazer uma segunda desinfecção.

 

Foto ilustração vazio sanitário.

Foto ilustração vazio sanitário.

 

Mais um cuidado que merece atenção é o uso de EPI. O uso de equipamentos de proteção individual tem por objetivo evitar maiores prejuízos para os funcionários e intoxicações.

E, por fim, mas não menos importante, deve-se contar com a presença de vestiários e refeitório, pois os funcionários devem se alimentar em local apropriado, longe do processo de produção. É fundamental fazer os procedimentos de higienização e troca de vestimentas de modo correto.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Suínos – Produção e Principais Doenças do VET Profissional, com a Prof.ª M.ª Mariana Costa Fausto, Doutora em Medicina Veterinária Preventiva – Saúde Animal e Programas Sanitários pela Universidade Federal de Viçosa (UFV) e Mestre em Medicina Veterinária também pela UFV. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações