Veterinário, tire dúvidas de seus clientes quanto à criação de caprinos

Dos caprinos, aproveita-se a carne, o leite, o couro e o esterco que, por sinal, possui qualidade superior ao esterco de bovino. Sua procura é alta e pode ser potencializada com divulgação

Veterinário, tire dúvidas de seus clientes quanto à criação de caprinos   VetProfissional

 

Os caprinos foram introduzidos no Brasil durante o período de colonização. Por causa do porte, eram facilmente transportados nos navios, e por causa da grande adaptabilidade a muitos ambientes, podiam ser criados nos territórios recém-colonizados, sem maiores problemas para subsistência. A primeira notícia de importação de animais, visando à produção de forma comercial, só aconteceu em 1910.

O mercado de carnes do Brasil tem passado por profundas transformações nos últimos anos, abrindo espaço aos produtos da caprinocultura de corte, que são carnes com baixos teores de gordura e um sabor diferenciado, excelente para a culinária, a baixo custo. Na região Nordeste, por exemplo, a comercialização da carne de cabrito e o consumo são tradicionais, e a demanda pelo produto tem se mantido alta.

Segundo Prof.ª Dr.ª Cristiane Leal dos Santos, professora do VetProfissional, "dos caprinos, aproveita-se muito: a carne, o leite, o couro e o esterco (qualidade superior ao esterco de bovino. Sua procura é alta e pode ser potencializada com melhor divulgação de suas qualidades como adubo orgânico de excelente qualidade. Cada caprino adulto produz em torno de 600 kg/animal/ano, sendo mais rico em nutrientes do que o da maioria das espécies)."

Pontos positivos dos caprinos
- É um animal de pequeno porte.
- Oito cabras consomem a mesma quantidade de alimento que uma vaca.
- Proporcionalmente ao peso, são mais eficientes na produção de leite que as vacas.
- Importante para as populações rurais de menor poder aquisitivo, em pequenas propriedades, onde a sua exploração tem caráter familiar.
- Podem ser criadas em áreas marginais da propriedade, onde estão os piores pastos, em locais onde a vaca leiteira seria ineficiente e antieconômica.
- Adaptam-se com facilidade aos mais variados tipos de manejo, até ao da estabulação completa.
- Para a produção leiteira, as cabras não precisam da cria ao pé, para que ocorra a descida do leite.
- Apresentam um ciclo reprodutivo mais curto que o dos bovinos. O ciclo mais curto facilita a evolução do rebanho por meio de seleção para melhoramento genético.
- Apresentam maior número de crias por parto, frequentemente com nascimento de dois cabritos e, eventualmente, de até três.
- Há facilidade de digestão de fibras dos mais variados tipos, com grande eficiência, sendo animais também muito seletivos capazes de encontrar em meio à vegetação as forragens que são de melhor qualidade.

Em geral, os caprinos são sociáveis, mansos, inteligentes, limpos, rústicos e obedientes, o que determina uma fácil integração com o homem e com outros animais. Apresentam maior e mais rápido retorno econômico.

Aprenda mais sobre Caprinos de Corte, no Curso Criação de Caprinos de Corte disponível no VetProfissonal, a mais moderna ferramenta de capacitação para médicos veterinários e estudantes de veterinária disponível no mercado, com a qual você obterá todos os conhecimentos necessários para garantir o bem-estar dos animais e alcançar êxito em sua profissão.

Receba Mais Informações