Guias de Capacitação do Veterinários. Clique e baixe!

Resultados da busca para "fisiologia veterinaria"

Lembrete aos veterinários: quais são os hormônios que atuam na fisiologia da digestão?

“O controle nervoso do sistema gastrointestinal atua em conjunto com alguns hormônios”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária. Saiba quais são esses hormônios, onde são produzidos e quais funções desempenham na fisiologia da digestão.

Saiba mais

Fisiologia das células ajuda a identificar quadros clínicos patológicos nos animais

A compreensão acerca da fisiologia das células nos ajuda a identificar quadros clínicos patológicos nos animais. “Na célula animal há o citoplasma e na célula vegetal essa estrutura é denominada de protoplasma”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional. Ambos apresentam estruturas importantes para a sobrevivência ou multiplicação das células.

Saiba mais

Bovinos e equinos: você conhece a fisiologia bucal desses animais?

O aparelho digestório, que é constituído por boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus, é responsável por garantir ao organismo o aproveitamento de todos os nutrientes presentes nos alimentos. “Esse aparelho se inicia pela boca, que é responsável pela apreensão e transformação física do alimento por meio do processo de mastigação, insalivação e deglutição”, explica a Dr.ª Waleska de Melo, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Cavidade celomática: vamos conhecer os órgãos do sistema respiratório que compõem essa cavidade presente nas aves

A cavidade celomática representa, nas aves, o tórax e o abdômen dos mamíferos domésticos, pois, nessa cavidade, todos os órgãos estão dispostos de forma uniforme. As aves não possuem o músculo diafragma e nem a divisão da cavidade torácica e abdominal. Nos mamíferos, esse órgão separa o tórax do abdômen.

Saiba mais

Sr. Veterinário, conheça as principais funções das pálpebras oculares

Precisando avaliar os olhos de algum animal sob seus cuidados? A primeira dica para que isto seja realizado de forma correta é conhecer a anatomia e a fisiologia oftálmica, a começar pelas pálpebras e suas funções. As principais funções das pálpebras são: • Proteção: contra agressões externas, corpos estranhos, dentre outros. • Filme lacrimal: produção de mucina e lipídios. • Ato de piscar, promovendo:

Saiba mais

Fisiologia renal: filtração glomerular e sua importância

Entre as funções dos rins, destaca-se a função excretora, que consiste na eliminação de toxinas por meio da urina. No entanto, para que isso ocorra, é preciso que a urina seja formada, o que é possibilitado, entre outros processos, pela filtração glomerular.

Saiba mais

Membrana plasmática: vamos conhecer o transporte passivo por difusão?

No organismo, a fisiologia de transporte de substâncias para dentro e para fora das células é realizada de acordo com a necessidade celular visando à manutenção da homeostasia do organismo dos animais.

Saiba mais

Estruturas renais de animais domésticos: conheça os néfrons!

Os rins são os principais órgãos do sistema urinário, exercendo as funções de homeostase, excreção e hormonal. Todas essas funções são indispensáveis à fisiologia do organismo, no entanto, a homeostase se destaca, uma vez que é responsável por regular o volume hídrico no organismo, excretar substâncias indesejáveis e ainda promover a regulação hormonal.

Saiba mais

Digestão em animais carnívoros: você sabe por que não se deve deixar esses animais em jejuns prolongados?

A fisiologia da digestão em animais carnívoros ocorre de forma bem ordenada e simples. As maiores responsáveis pelo bom funcionamento desse processo são as enzimas produzidas no estômago, pâncreas, vesícula biliar e intestino delgado.

Saiba mais

Caprinos: características externas da cabeça do animal

Conhecer a boa conformação anatômica e as características desejáveis da espécie e das raças é o que proporciona identificar os defeitos de um animal e classificá-los quanto ao grau de interferência no desempenho produtivo. Também, conhecer os aspectos de um animal saudável facilita na identificação de animais doentes.

Saiba mais

Sistema sensorial de animais domésticos: como ocorre o processamento da informação sensorial?

O sistema nervoso é composto pelo sistema nervoso central e sistema nervoso periférico. “O correto processamento da informação sensorial pelos órgãos dos sentidos ocorre por meio da interação entre ambos os sistemas. Essa interação é fundamental para a sobrevivência dos animais no meio em que vivem”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Ventilação pulmonar: vamos conhecer as variações encontradas nesse processo?

A ventilação pulmonar é a renovação do ar contido na porção condutora da via respiratória. Esse processo é também denominado respiração e é regido pelo movimento involuntário ou voluntário de inspiração e expiração.

Saiba mais

Reprodução de bovinos: vamos conhecer a atuação do sistema nervoso e do sistema endócrino?

Você sabia que a atuação do sistema nervoso é importante para a transformação de qualquer estímulo externo e sinais nervosos em mudanças em todo o organismo do animal?

Saiba mais

Desenvolvimento embrionário em bovinos: entenda o que ocorre até a nidação

Ao se desenvolver, o embrião precisa passar por etapas antes de acoplar-se no endométrio uterino.

Saiba mais

Mecanismos de respiração de animais domésticos: Você sabe o que é depuração respiratória?

O processo de depuração respiratória é realizado por mecanismos fisiológicos para remoção de partículas que podem ser inaladas juntamente com o ar atmosférico.

Saiba mais

Cirurgia veterinária: a sutura

Kelly Cristine de Sousa Pontes, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Mestre e Doutora em Oftalmologia Veterinária, afirma que "para realizar a sutura de animais, é preciso conhecer as técnicas necessárias para esse procedimento, bem como os fios utilizados e outras informações essenciais para o sucesso do procedimento".

Saiba mais

Cirurgias veterinárias intestinais: enterotomia, enterectomia e enteroanastomose

Depois de conhecer a uretrostomia, apresentamos três novos tipos de cirurgia no intestino de animais: a enterotomia, a enterectomia e a enteroanastomose. A princípio os nomes podem parecer difíceis, mas elas dizem respeito a procedimentos relativamente simples para o médico veterinário e que, de certa forma, se complementam.

Saiba mais

Cirurgia veterinária: impactação e abscedação do Saco Anal

A estrutura chamada de saco anal está presente em todos os cães e gatos e cada um possui duas dessas estruturas. Não são visíveis externamente e ficam localizadas na lateral do ânus desses animais. Formando uma espécie de bolsa, dentro de cada saco há duas glândulas, denominadas adanais ou glândulas do saco anal.

Saiba mais

Anestesia veterinária - pré e pós-cirurgia

A anestesia é um procedimento necessário em clínicas veterinárias. Não só para intervenções cirúrgicas, como também para alguns tratamentos simples, como a limpeza de dentes. Além de minimizar a dor, ela é fundamental também porque muitos animais não conseguem ficar quietos por muito tempo.

Saiba mais

O que é Neonatologia Veterinária?

Dentro da medicina veterinária são vários os ramos em que o médico veterinário pode se especializar. Pediatria e especialização em equinos, são algumas dessas especializações. Assim como para nós, humanos, também existe uma especialização veterinária que cuida da mãe e observa o comportamento da ninhada: a Neonatologia Veterinária.

Saiba mais

Medicina veterinária? Apresento-lhe a Orquiectomia, vulgo castração!

A orquiectomia, popularmente conhecida como castração, consiste no procedimento cirúrgico de remoção da gônada do animal e de alguns de seus anexos. Trata-se de uma cirurgia realizada com grande frequência, principalmente na espécie equina, e é uma das causas mais comuns de processos legais contra veterinários nos Estados Unidos, devido a erros de conduta e falhas na aplicação da técnica.

Saiba mais

Veterinário de aves domésticas? Quais aspectos avaliar em granjas com problemas?

O veterinário de aves domésticas será solicitado à granja sempre que o granjeiro ou proprietário perceber algum problema com os animais. No primeiro contato, já é importante que o profissional comece a traçar o histórico, ou anamnese, do animal, verificando todas as características das aves e as condições a que são submetidas, como idade, alimentação, vacinação, condições das instalações granjeiras, qual o quadro suspeito e quando começou a sua observação, entre outros. É necessário que tudo seja devidamente anotado em fichas próprias.

Saiba mais

Necropsia: características anatômicas e fisiológicas das aves

O estudo das características anatômicas e fisiológicas das aves se torna importante devido aos impactos que todas as peculiaridades têm, tanto sobre a parte clínica quanto sobre a produção desses animais. “A necropsia objetiva demonstrar as técnicas mais comuns na avicultura e apresentar as características físicas e anatômicas dessa categoria animal”,

Saiba mais

Medula espinhal: ponto-chave na fisioterapia veterinária

A medula espinhal é de suma importância na fisioterapia veterinária, pois os traumas e doenças medulares são causas frequentes de proprietários buscarem a ajuda de um fisiatra. “Os comandos principais de movimentos do animal que passam por toda a medula espinhal são chamados neurônios motores”, afirma Ana Carolina Silva Faria, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Veterinário: aprenda mais sobre o sistema endócrino de animais domésticos

Você conhece a fisiologia das principais glândulas endócrinas presentes no organismo de pequenos animais domésticos? Estudar o sistema endócrino dos animais domésticos objetiva compreender o que são os hormônios, como são produzidos, quais são suas funções e quais são os processos de regulação e síntese, ambos controlados pela hipófise, glândula localizada no cérebro dos animais.

Saiba mais

Sr. Veterinário, um pouco mais sobre membrana plasmática

No organismo, a fisiologia de transporte de substâncias para dentro e para fora para das células é realizado de acordo com a necessidade celular visando à manutenção da homeostasia do organismo dos animais. A membrana plasmática, também conhecida como membrana celular, é a barreira responsável por separar o compartimento intracelular dos sinais exteriores da célula, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba mais sobre a farmacologia veterinária

A farmacologia veterinária, assim como toda a farmacologia, possui origem grega - Pharmakon (droga). "Ela foi reconhecida como ciência no fim do século XIX, iniciando-se assim os estudos através das separações das moléculas extraídas das plantas para a formação dos princípios ativos", explica Profa. Waleska Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Farmacocinética veterinária: como ocorre a absorção dos medicamentos?

“A farmacocinética estuda o caminho percorrido pelos medicamentos no organismo animal. Este caminho se inicia com a absorção da droga, a depender da via de administração”, explica Waleska de Melo, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Histologia: qual a importância dessa disciplina para a Medicina Veterinária?

Uma das competências do médico veterinário é dar diagnósticos, procedimento que nem sempre envolve lesões e doenças. “Após uma análise, identificar que no órgão ou tecido não há alterações microscópicas também é uma forma de diagnosticar um paciente e é a histologia que fornece conhecimento para que o profissional consiga fazer esse tipo de verificação”, explica Rosyane Souza Cruzeiro, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Saúde pública e a medicina veterinária: qual a ligação?

A saúde pública é o campo do saber e de práticas que considera a saúde um fenômeno social e, por isso, de interesse público. É também tecnológica e busca intervir visando evitar doenças, prolongar a vida e desenvolver a saúde.

Saiba mais

Parasitologia veterinária: como os parasitas se disseminam?

“Essas zoonoses, como enfermidades naturalmente transmissíveis entre os animais e o homem, representam uma importante ameaça à saúde e ao bem-estar da população”, explica a professora Mariana Costa, do VET Profissional.

Saiba mais

Malassezia: você conhece esse fungo de importância veterinária?

Malassezia é uma levedura unicelular, com formato ovoide a globoso, reprodução assexuada, brotamentos unipolares de base larga (sua morfologia aparenta uma pegada de sapato).

Saiba mais

Hemostasia: você sabe conhece esse processo fisiológico?

A coagulação sanguínea ou hemostasia consiste no processo fisiológico cujo principal objetivo é a manutenção da integridade vascular e da fluidez do sangue após uma lesão vascular, permitindo o equilíbrio do sistema circulatório.

Saiba mais

Interação medicamentosa na veterinária: entenda como ocorre esse evento

“A interação medicamentosa é quando existe a necessidade da utilização de dois ou mais fármacos juntos dentro de um mesmo composto (medicamento) ou quando se precisa utilizar dois grupos de medicamentos diferentes ou ainda dois medicamentos de um mesmo grupo farmacológico”, explica Waleska de Melo Ferreira Dantas, professora do VET Profissional, Mestre em Medicina Veterinária e Doutora em Patologia Clínica Animal.

Saiba mais

Crioterapia na oftalmologia veterinária: entenda quando pode ser utilizada

A crioterapia, técnica que utiliza gelo, é aplicada na oftalmologia veterinária para corrigir anormalidades ciliares, destruindo os folículos problemáticos.

Saiba mais

Sistema nervoso: vamos conhecer a divisão desse sistema?

O sistema nervoso é considerado um dos tecidos mais especializados do organismo animal, sendo o principal regulador de todas as funções realizadas no organismo.

Saiba mais

Sistema tampão e o equilíbrio ácido-base: vamos conhecer?

O equilíbrio ácido-base consiste em manter o pH fisiológico do sangue próximo a 7,4. “Esse equilíbrio é de extrema importância para o correto funcionamento do organismo, uma vez que várias são as funções biológicas envolvidas em sua regulação”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Alimentação natural e medicina veterinária: qual a ligação?

Os veterinários são a primeira fonte de informação quando o tema é nutrição pet. Em segundo lugar vem a internet. É fundamental estar atento às necessidades nutricionais dos pacientes e aos hábitos alimentares para fornecer conselhos nutricionais.

Saiba mais

Síntese de proteína: como ocorre esse processo?

As células são formadas por diversas proteínas. A estrutura das proteínas é formada por cadeias polipeptídicas que sempre são adicionadas a um grupo Amino e a um grupo Carboxílico. A formação dessa estrutura é comandada pelo DNA, de acordo com a necessidade de cada uma das células e do organismo animal.

Saiba mais

Você, estudante de veterinária, sabe o que é gastrotomia?

Gastrotomia é a abertura do estômago, e, muitas vezes, é confundida com gastrostomia, que é o estabelecimento de uma abertura artificial (de comunicação com o meio externo) do estômago.

Saiba mais

Produção de calor pelo organismo animal: vamos entender?

“A temperatura, apesar de estar na faixa de normalidade para o organismo, pode variar tanto durante o dia quanto durante a noite, dependendo da característica da espécie”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Mecanismos de ação hormonal: conheça os receptores e suas funções

Para exercerem sua ação, os hormônios necessitam se conectar a receptores localizados na membrana celular ou no núcleo da célula. Isso ocorre tanto para hormônios hidrossolúveis quanto lipossolúveis. Ao se conectar aos receptores, os hormônios geram um sinal com o intuito de exercer um efeito biológico específico.

Saiba mais

Vigilância ambiental e medicina veterinária: qual a ligação existente entre essas duas áreas?

“As ações da Vigilância Ambiental privilegiam o controle da água de consumo humano, controle de resíduos e de vetores de transmissão de doenças (especialmente insetos e roedores)”, explica Marcelo Dias da Silva, professor do VET Profissional, que é Mestre em Agroquímica e Doutor em Zootecnia.

Saiba mais

Microbiologia veterinária: conheça as enfermidades causadas por herpesvírus

A família Herpesviridae abriga um grupo grande e diverso de vírus. Os vírus da família Herpesviridae possuem uma importante propriedade biológica em comum: possuem uma grande capacidade de estabelecer infecções latentes em seus hospedeiros.

Saiba mais

Pulgas: vamos conhecer mais sobre esse artrópode de importância veterinária?

A ordem Siphonaptera agrupa insetos hematófagos de ambos os sexos (Pulgas e bichos-de-pé). Na fase adulta, são parasitas de aves e mamíferos. Na fase larvária apresentam vida livre e aparelho bucal mastigador.

Saiba mais

O pâncreas é uma glândula. Você sabia?

As glândulas exercem papel importante no organismo dos animais, e entre elas destaca-se também o pâncreas, que é uma glândula anexa que faz parte do sistema digestivo.

Saiba mais

Tecido muscular e suas características: Importante conhecimento para a medicina veterinária

O tecido muscular possui células alongadas especializadas para a contração as quais também são chamadas de fibras musculares ou miócitos. De acordo com suas características morfológicas e funcionais, os músculos se dividem em músculo liso e músculo estriado, sendo este, ainda, subdividido em esquelético e cardíaco.

Saiba mais

Glândulas endócrinas nos animais? Conheça as funções do hipotálamo, da hipófise e da tireoide

Os mecanismos de secreção, liberação e controle de produção hormonal têm como finalidade os tecidos-alvo do organismo do animal.

Saiba mais

Linfócitos: você, estudante de medicina veterinária, sabe o que é inflamação linfocitária?

Quando se trata de inflamação linfocitária é importante reconhecer as células sanguíneas do sistema hematopoiético.

Saiba mais

Família Reoviridae: conheça os vírus dessa família de importância veterinária!

A família Reoviridae é composta por 11 gêneros de importância, sendo os principais: Orthoreovirus (de importância principalmente em aves), Rotavirus (pode afetar bezerros, cordeiros, cabritos, suínos, causando diarreias virais) e Orbivirus (causa uma enfermidade muito importante, chamada de “Língua Azul”, muito incidente nos ovinos e que pode acometer várias espécies, de forma mais moderada); estes dois últimos possuem mais relevância para a medicina veterinária no Brasil.

Saiba mais

Odontologia veterinária: como é realizado o flap do dente molar em cães?

A técnica de flap é usada para debridar o epitélio da fístula e realizar uma incisão na gengiva e na mucosa bucal, proporcionando uma melhor visualização e acesso à raiz do dente.

Saiba mais

Dioctophyme renale: você conhece esse parasito de grande relevância médico-veterinária?

O Dioctophyme renale é considerado um verme gigante dos rins, principalmente de cães. Como hospedeiros tem-se: • Hospedeiro definitivo: cão, canídeos silvestres, equino, suíno e o homem. • Hospedeiro intermediário: anelídeo aquático (Lumbriculus variegatus). • Hospedeiro paratênico: peixes (dulcícolas).

Saiba mais

Ovariohisterectomia veterinária: quando esse procedimento é indicado?

A ovariohisterectomia é uma das cirurgias mais realizadas por cirurgiões veterinários de pequenos animais, uma vez que promove a esterilização de animais fêmeas por meio da remoção dos seus ovários e útero.

Saiba mais

Tecido nervoso: conheça os neurônios e as células da neuroglia

O tecido nervoso é responsável por coordenar as atividades dos mais diversos órgãos, recebendo as informações do meio interno e externo e processando-as para enviar as respostas aos órgãos e glândulas.

Saiba mais

Farmacologia veterinária: entenda o que são drogas agonistas colinérgicas de ação direta

As drogas agonistas colinérgicas de ação direta se ligam apenas aos receptores muscarínicos, não tendo seletividade para subtipos, mimetizando a Ach.

Saiba mais

Fascíola hepática: você conhece esse platelminto de importância médico-veterinária?

Entre os platelmintos, uma classe que se destaca é a Trematoda. É uma classe de importância médico-veterinária, por conter indivíduos altamente zoonóticos, e um que se destaca é a Fascíola hepática.

Saiba mais

Sinapse nervosa: entenda o que é e como ocorre!

As sinapses nervosas ocorrem em pontos de conexão com outras células nervosas ou com células efetoras (músculos, glândulas e órgãos). Elas se iniciam a partir da comunicação de um neurônio pré-sináptico com outro neurônio pós-sináptico através das terminações pré-sinápticas.

Saiba mais

Estudante de veterinária, você sabe o que são drogas beta-lactâmicas?

As drogas beta-lactâmicas são substâncias químicas que suprimem o crescimento de microrganismos, podendo destruí-los. São conhecidos também como antibióticos e possuem um núcleo β-lactâmico em sua estrutura molecular.

Saiba mais

Taenia solium: recorde as principais características desse parasito cestoide de relevância médico-veterinária

Os parasitos da classe cestosa são hermafroditas, com corpo segmentado, em forma de fita, contendo estruturas adesivas, um órgão anterior de fixação (escólex) e ausência de tubo digestivo.

Saiba mais

Lembrete aos veterinários: quais são os hormônios que atuam na fisiologia da digestão?

“O controle nervoso do sistema gastrointestinal atua em conjunto com alguns hormônios”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária. Saiba quais são esses hormônios, onde são produzidos e quais funções desempenham na fisiologia da digestão.

Saiba mais

Fisiologia das células ajuda a identificar quadros clínicos patológicos nos animais

A compreensão acerca da fisiologia das células nos ajuda a identificar quadros clínicos patológicos nos animais. “Na célula animal há o citoplasma e na célula vegetal essa estrutura é denominada de protoplasma”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional. Ambos apresentam estruturas importantes para a sobrevivência ou multiplicação das células.

Saiba mais

Bovinos e equinos: você conhece a fisiologia bucal desses animais?

O aparelho digestório, que é constituído por boca, faringe, esôfago, estômago, intestino delgado, intestino grosso e ânus, é responsável por garantir ao organismo o aproveitamento de todos os nutrientes presentes nos alimentos. “Esse aparelho se inicia pela boca, que é responsável pela apreensão e transformação física do alimento por meio do processo de mastigação, insalivação e deglutição”, explica a Dr.ª Waleska de Melo, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Cavidade celomática: vamos conhecer os órgãos do sistema respiratório que compõem essa cavidade presente nas aves

A cavidade celomática representa, nas aves, o tórax e o abdômen dos mamíferos domésticos, pois, nessa cavidade, todos os órgãos estão dispostos de forma uniforme. As aves não possuem o músculo diafragma e nem a divisão da cavidade torácica e abdominal. Nos mamíferos, esse órgão separa o tórax do abdômen.

Saiba mais

Sr. Veterinário, conheça as principais funções das pálpebras oculares

Precisando avaliar os olhos de algum animal sob seus cuidados? A primeira dica para que isto seja realizado de forma correta é conhecer a anatomia e a fisiologia oftálmica, a começar pelas pálpebras e suas funções. As principais funções das pálpebras são: • Proteção: contra agressões externas, corpos estranhos, dentre outros. • Filme lacrimal: produção de mucina e lipídios. • Ato de piscar, promovendo:

Saiba mais

Fisiologia renal: filtração glomerular e sua importância

Entre as funções dos rins, destaca-se a função excretora, que consiste na eliminação de toxinas por meio da urina. No entanto, para que isso ocorra, é preciso que a urina seja formada, o que é possibilitado, entre outros processos, pela filtração glomerular.

Saiba mais

Membrana plasmática: vamos conhecer o transporte passivo por difusão?

No organismo, a fisiologia de transporte de substâncias para dentro e para fora das células é realizada de acordo com a necessidade celular visando à manutenção da homeostasia do organismo dos animais.

Saiba mais

Estruturas renais de animais domésticos: conheça os néfrons!

Os rins são os principais órgãos do sistema urinário, exercendo as funções de homeostase, excreção e hormonal. Todas essas funções são indispensáveis à fisiologia do organismo, no entanto, a homeostase se destaca, uma vez que é responsável por regular o volume hídrico no organismo, excretar substâncias indesejáveis e ainda promover a regulação hormonal.

Saiba mais

Digestão em animais carnívoros: você sabe por que não se deve deixar esses animais em jejuns prolongados?

A fisiologia da digestão em animais carnívoros ocorre de forma bem ordenada e simples. As maiores responsáveis pelo bom funcionamento desse processo são as enzimas produzidas no estômago, pâncreas, vesícula biliar e intestino delgado.

Saiba mais

Caprinos: características externas da cabeça do animal

Conhecer a boa conformação anatômica e as características desejáveis da espécie e das raças é o que proporciona identificar os defeitos de um animal e classificá-los quanto ao grau de interferência no desempenho produtivo. Também, conhecer os aspectos de um animal saudável facilita na identificação de animais doentes.

Saiba mais

Sistema sensorial de animais domésticos: como ocorre o processamento da informação sensorial?

O sistema nervoso é composto pelo sistema nervoso central e sistema nervoso periférico. “O correto processamento da informação sensorial pelos órgãos dos sentidos ocorre por meio da interação entre ambos os sistemas. Essa interação é fundamental para a sobrevivência dos animais no meio em que vivem”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Ventilação pulmonar: vamos conhecer as variações encontradas nesse processo?

A ventilação pulmonar é a renovação do ar contido na porção condutora da via respiratória. Esse processo é também denominado respiração e é regido pelo movimento involuntário ou voluntário de inspiração e expiração.

Saiba mais

Reprodução de bovinos: vamos conhecer a atuação do sistema nervoso e do sistema endócrino?

Você sabia que a atuação do sistema nervoso é importante para a transformação de qualquer estímulo externo e sinais nervosos em mudanças em todo o organismo do animal?

Saiba mais

Desenvolvimento embrionário em bovinos: entenda o que ocorre até a nidação

Ao se desenvolver, o embrião precisa passar por etapas antes de acoplar-se no endométrio uterino.

Saiba mais

Mecanismos de respiração de animais domésticos: Você sabe o que é depuração respiratória?

O processo de depuração respiratória é realizado por mecanismos fisiológicos para remoção de partículas que podem ser inaladas juntamente com o ar atmosférico.

Saiba mais

Cirurgia veterinária: a sutura

Kelly Cristine de Sousa Pontes, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Mestre e Doutora em Oftalmologia Veterinária, afirma que "para realizar a sutura de animais, é preciso conhecer as técnicas necessárias para esse procedimento, bem como os fios utilizados e outras informações essenciais para o sucesso do procedimento".

Saiba mais

Cirurgias veterinárias intestinais: enterotomia, enterectomia e enteroanastomose

Depois de conhecer a uretrostomia, apresentamos três novos tipos de cirurgia no intestino de animais: a enterotomia, a enterectomia e a enteroanastomose. A princípio os nomes podem parecer difíceis, mas elas dizem respeito a procedimentos relativamente simples para o médico veterinário e que, de certa forma, se complementam.

Saiba mais

Cirurgia veterinária: impactação e abscedação do Saco Anal

A estrutura chamada de saco anal está presente em todos os cães e gatos e cada um possui duas dessas estruturas. Não são visíveis externamente e ficam localizadas na lateral do ânus desses animais. Formando uma espécie de bolsa, dentro de cada saco há duas glândulas, denominadas adanais ou glândulas do saco anal.

Saiba mais

Anestesia veterinária - pré e pós-cirurgia

A anestesia é um procedimento necessário em clínicas veterinárias. Não só para intervenções cirúrgicas, como também para alguns tratamentos simples, como a limpeza de dentes. Além de minimizar a dor, ela é fundamental também porque muitos animais não conseguem ficar quietos por muito tempo.

Saiba mais

O que é Neonatologia Veterinária?

Dentro da medicina veterinária são vários os ramos em que o médico veterinário pode se especializar. Pediatria e especialização em equinos, são algumas dessas especializações. Assim como para nós, humanos, também existe uma especialização veterinária que cuida da mãe e observa o comportamento da ninhada: a Neonatologia Veterinária.

Saiba mais

Medicina veterinária? Apresento-lhe a Orquiectomia, vulgo castração!

A orquiectomia, popularmente conhecida como castração, consiste no procedimento cirúrgico de remoção da gônada do animal e de alguns de seus anexos. Trata-se de uma cirurgia realizada com grande frequência, principalmente na espécie equina, e é uma das causas mais comuns de processos legais contra veterinários nos Estados Unidos, devido a erros de conduta e falhas na aplicação da técnica.

Saiba mais

Veterinário de aves domésticas? Quais aspectos avaliar em granjas com problemas?

O veterinário de aves domésticas será solicitado à granja sempre que o granjeiro ou proprietário perceber algum problema com os animais. No primeiro contato, já é importante que o profissional comece a traçar o histórico, ou anamnese, do animal, verificando todas as características das aves e as condições a que são submetidas, como idade, alimentação, vacinação, condições das instalações granjeiras, qual o quadro suspeito e quando começou a sua observação, entre outros. É necessário que tudo seja devidamente anotado em fichas próprias.

Saiba mais

Necropsia: características anatômicas e fisiológicas das aves

O estudo das características anatômicas e fisiológicas das aves se torna importante devido aos impactos que todas as peculiaridades têm, tanto sobre a parte clínica quanto sobre a produção desses animais. “A necropsia objetiva demonstrar as técnicas mais comuns na avicultura e apresentar as características físicas e anatômicas dessa categoria animal”,

Saiba mais

Medula espinhal: ponto-chave na fisioterapia veterinária

A medula espinhal é de suma importância na fisioterapia veterinária, pois os traumas e doenças medulares são causas frequentes de proprietários buscarem a ajuda de um fisiatra. “Os comandos principais de movimentos do animal que passam por toda a medula espinhal são chamados neurônios motores”, afirma Ana Carolina Silva Faria, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Veterinário: aprenda mais sobre o sistema endócrino de animais domésticos

Você conhece a fisiologia das principais glândulas endócrinas presentes no organismo de pequenos animais domésticos? Estudar o sistema endócrino dos animais domésticos objetiva compreender o que são os hormônios, como são produzidos, quais são suas funções e quais são os processos de regulação e síntese, ambos controlados pela hipófise, glândula localizada no cérebro dos animais.

Saiba mais

Sr. Veterinário, um pouco mais sobre membrana plasmática

No organismo, a fisiologia de transporte de substâncias para dentro e para fora para das células é realizado de acordo com a necessidade celular visando à manutenção da homeostasia do organismo dos animais. A membrana plasmática, também conhecida como membrana celular, é a barreira responsável por separar o compartimento intracelular dos sinais exteriores da célula, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba mais sobre a farmacologia veterinária

A farmacologia veterinária, assim como toda a farmacologia, possui origem grega - Pharmakon (droga). "Ela foi reconhecida como ciência no fim do século XIX, iniciando-se assim os estudos através das separações das moléculas extraídas das plantas para a formação dos princípios ativos", explica Profa. Waleska Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Farmacocinética veterinária: como ocorre a absorção dos medicamentos?

“A farmacocinética estuda o caminho percorrido pelos medicamentos no organismo animal. Este caminho se inicia com a absorção da droga, a depender da via de administração”, explica Waleska de Melo, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Histologia: qual a importância dessa disciplina para a Medicina Veterinária?

Uma das competências do médico veterinário é dar diagnósticos, procedimento que nem sempre envolve lesões e doenças. “Após uma análise, identificar que no órgão ou tecido não há alterações microscópicas também é uma forma de diagnosticar um paciente e é a histologia que fornece conhecimento para que o profissional consiga fazer esse tipo de verificação”, explica Rosyane Souza Cruzeiro, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Saúde pública e a medicina veterinária: qual a ligação?

A saúde pública é o campo do saber e de práticas que considera a saúde um fenômeno social e, por isso, de interesse público. É também tecnológica e busca intervir visando evitar doenças, prolongar a vida e desenvolver a saúde.

Saiba mais

Parasitologia veterinária: como os parasitas se disseminam?

“Essas zoonoses, como enfermidades naturalmente transmissíveis entre os animais e o homem, representam uma importante ameaça à saúde e ao bem-estar da população”, explica a professora Mariana Costa, do VET Profissional.

Saiba mais

Malassezia: você conhece esse fungo de importância veterinária?

Malassezia é uma levedura unicelular, com formato ovoide a globoso, reprodução assexuada, brotamentos unipolares de base larga (sua morfologia aparenta uma pegada de sapato).

Saiba mais

Hemostasia: você sabe conhece esse processo fisiológico?

A coagulação sanguínea ou hemostasia consiste no processo fisiológico cujo principal objetivo é a manutenção da integridade vascular e da fluidez do sangue após uma lesão vascular, permitindo o equilíbrio do sistema circulatório.

Saiba mais

Interação medicamentosa na veterinária: entenda como ocorre esse evento

“A interação medicamentosa é quando existe a necessidade da utilização de dois ou mais fármacos juntos dentro de um mesmo composto (medicamento) ou quando se precisa utilizar dois grupos de medicamentos diferentes ou ainda dois medicamentos de um mesmo grupo farmacológico”, explica Waleska de Melo Ferreira Dantas, professora do VET Profissional, Mestre em Medicina Veterinária e Doutora em Patologia Clínica Animal.

Saiba mais

Crioterapia na oftalmologia veterinária: entenda quando pode ser utilizada

A crioterapia, técnica que utiliza gelo, é aplicada na oftalmologia veterinária para corrigir anormalidades ciliares, destruindo os folículos problemáticos.

Saiba mais

Sistema nervoso: vamos conhecer a divisão desse sistema?

O sistema nervoso é considerado um dos tecidos mais especializados do organismo animal, sendo o principal regulador de todas as funções realizadas no organismo.

Saiba mais

Sistema tampão e o equilíbrio ácido-base: vamos conhecer?

O equilíbrio ácido-base consiste em manter o pH fisiológico do sangue próximo a 7,4. “Esse equilíbrio é de extrema importância para o correto funcionamento do organismo, uma vez que várias são as funções biológicas envolvidas em sua regulação”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Alimentação natural e medicina veterinária: qual a ligação?

Os veterinários são a primeira fonte de informação quando o tema é nutrição pet. Em segundo lugar vem a internet. É fundamental estar atento às necessidades nutricionais dos pacientes e aos hábitos alimentares para fornecer conselhos nutricionais.

Saiba mais

Síntese de proteína: como ocorre esse processo?

As células são formadas por diversas proteínas. A estrutura das proteínas é formada por cadeias polipeptídicas que sempre são adicionadas a um grupo Amino e a um grupo Carboxílico. A formação dessa estrutura é comandada pelo DNA, de acordo com a necessidade de cada uma das células e do organismo animal.

Saiba mais

Você, estudante de veterinária, sabe o que é gastrotomia?

Gastrotomia é a abertura do estômago, e, muitas vezes, é confundida com gastrostomia, que é o estabelecimento de uma abertura artificial (de comunicação com o meio externo) do estômago.

Saiba mais

Produção de calor pelo organismo animal: vamos entender?

“A temperatura, apesar de estar na faixa de normalidade para o organismo, pode variar tanto durante o dia quanto durante a noite, dependendo da característica da espécie”, explica Waleska de Melo, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Patologia Clínica Animal e Mestre em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Mecanismos de ação hormonal: conheça os receptores e suas funções

Para exercerem sua ação, os hormônios necessitam se conectar a receptores localizados na membrana celular ou no núcleo da célula. Isso ocorre tanto para hormônios hidrossolúveis quanto lipossolúveis. Ao se conectar aos receptores, os hormônios geram um sinal com o intuito de exercer um efeito biológico específico.

Saiba mais

Vigilância ambiental e medicina veterinária: qual a ligação existente entre essas duas áreas?

“As ações da Vigilância Ambiental privilegiam o controle da água de consumo humano, controle de resíduos e de vetores de transmissão de doenças (especialmente insetos e roedores)”, explica Marcelo Dias da Silva, professor do VET Profissional, que é Mestre em Agroquímica e Doutor em Zootecnia.

Saiba mais

Microbiologia veterinária: conheça as enfermidades causadas por herpesvírus

A família Herpesviridae abriga um grupo grande e diverso de vírus. Os vírus da família Herpesviridae possuem uma importante propriedade biológica em comum: possuem uma grande capacidade de estabelecer infecções latentes em seus hospedeiros.

Saiba mais

Pulgas: vamos conhecer mais sobre esse artrópode de importância veterinária?

A ordem Siphonaptera agrupa insetos hematófagos de ambos os sexos (Pulgas e bichos-de-pé). Na fase adulta, são parasitas de aves e mamíferos. Na fase larvária apresentam vida livre e aparelho bucal mastigador.

Saiba mais

O pâncreas é uma glândula. Você sabia?

As glândulas exercem papel importante no organismo dos animais, e entre elas destaca-se também o pâncreas, que é uma glândula anexa que faz parte do sistema digestivo.

Saiba mais

Tecido muscular e suas características: Importante conhecimento para a medicina veterinária

O tecido muscular possui células alongadas especializadas para a contração as quais também são chamadas de fibras musculares ou miócitos. De acordo com suas características morfológicas e funcionais, os músculos se dividem em músculo liso e músculo estriado, sendo este, ainda, subdividido em esquelético e cardíaco.

Saiba mais

Glândulas endócrinas nos animais? Conheça as funções do hipotálamo, da hipófise e da tireoide

Os mecanismos de secreção, liberação e controle de produção hormonal têm como finalidade os tecidos-alvo do organismo do animal.

Saiba mais

Linfócitos: você, estudante de medicina veterinária, sabe o que é inflamação linfocitária?

Quando se trata de inflamação linfocitária é importante reconhecer as células sanguíneas do sistema hematopoiético.

Saiba mais

Família Reoviridae: conheça os vírus dessa família de importância veterinária!

A família Reoviridae é composta por 11 gêneros de importância, sendo os principais: Orthoreovirus (de importância principalmente em aves), Rotavirus (pode afetar bezerros, cordeiros, cabritos, suínos, causando diarreias virais) e Orbivirus (causa uma enfermidade muito importante, chamada de “Língua Azul”, muito incidente nos ovinos e que pode acometer várias espécies, de forma mais moderada); estes dois últimos possuem mais relevância para a medicina veterinária no Brasil.

Saiba mais

Odontologia veterinária: como é realizado o flap do dente molar em cães?

A técnica de flap é usada para debridar o epitélio da fístula e realizar uma incisão na gengiva e na mucosa bucal, proporcionando uma melhor visualização e acesso à raiz do dente.

Saiba mais

Dioctophyme renale: você conhece esse parasito de grande relevância médico-veterinária?

O Dioctophyme renale é considerado um verme gigante dos rins, principalmente de cães. Como hospedeiros tem-se: • Hospedeiro definitivo: cão, canídeos silvestres, equino, suíno e o homem. • Hospedeiro intermediário: anelídeo aquático (Lumbriculus variegatus). • Hospedeiro paratênico: peixes (dulcícolas).

Saiba mais

Ovariohisterectomia veterinária: quando esse procedimento é indicado?

A ovariohisterectomia é uma das cirurgias mais realizadas por cirurgiões veterinários de pequenos animais, uma vez que promove a esterilização de animais fêmeas por meio da remoção dos seus ovários e útero.

Saiba mais

Tecido nervoso: conheça os neurônios e as células da neuroglia

O tecido nervoso é responsável por coordenar as atividades dos mais diversos órgãos, recebendo as informações do meio interno e externo e processando-as para enviar as respostas aos órgãos e glândulas.

Saiba mais

Farmacologia veterinária: entenda o que são drogas agonistas colinérgicas de ação direta

As drogas agonistas colinérgicas de ação direta se ligam apenas aos receptores muscarínicos, não tendo seletividade para subtipos, mimetizando a Ach.

Saiba mais

Fascíola hepática: você conhece esse platelminto de importância médico-veterinária?

Entre os platelmintos, uma classe que se destaca é a Trematoda. É uma classe de importância médico-veterinária, por conter indivíduos altamente zoonóticos, e um que se destaca é a Fascíola hepática.

Saiba mais

Sinapse nervosa: entenda o que é e como ocorre!

As sinapses nervosas ocorrem em pontos de conexão com outras células nervosas ou com células efetoras (músculos, glândulas e órgãos). Elas se iniciam a partir da comunicação de um neurônio pré-sináptico com outro neurônio pós-sináptico através das terminações pré-sinápticas.

Saiba mais

Estudante de veterinária, você sabe o que são drogas beta-lactâmicas?

As drogas beta-lactâmicas são substâncias químicas que suprimem o crescimento de microrganismos, podendo destruí-los. São conhecidos também como antibióticos e possuem um núcleo β-lactâmico em sua estrutura molecular.

Saiba mais

Taenia solium: recorde as principais características desse parasito cestoide de relevância médico-veterinária

Os parasitos da classe cestosa são hermafroditas, com corpo segmentado, em forma de fita, contendo estruturas adesivas, um órgão anterior de fixação (escólex) e ausência de tubo digestivo.

Saiba mais

Receba Mais Informações