Guias de Capacitação do Veterinários. Clique e baixe!

Resultados da busca para "funcao do tecido adiposo"

Tecido conjuntivo adiposo em animais: conheça as características desse tecido

O tecido conjuntivo adiposo é um tecido especializado, responsável pelo armazenamento e quebra de energia sob a forma de triglicerídeos; pela formação de coxins absorventes de choque, presentes, por exemplo, nos colchões palmares e plantares das patas dos animais.

Saiba mais

Tecido ósseo: você conhece as características desse tecido de sustentação?

O tecido ósseo é o principal tecido presente no esqueleto dos animais, tendo a função de sustentação do corpo, apoio aos músculos, inserção de tendões, proteção dos órgãos e depósito de cálcio e outros minerais, chegando a conter 99% de todo o cálcio presente no organismo.

Saiba mais

Tecido epitelial glandular: glândula tireoide. Vamos conhecer?

O tecido epitelial também está presente nas glândulas, sendo chamado de tecido epitelial glandular. Todo tecido glandular é originado a partir do tecido epitelial de revestimento, por isso, embora suas células sejam especializadas na atividade de secreção, ainda sim elas são firmemente aderidas.

Saiba mais

Tecido nervoso: conheça as principais características desse tecido presente em todos os animais

O sistema nervoso organiza e coordena as funções do organismo. As células que compõem o neurônio têm a capacidade de transmitir impulso nervoso, por isso, detecta, analisa e transmite uma resposta motora determinada pelo sistema nervoso central. “Além disso, ele é responsável por estabilizar condições intrínsecas, como pressão sanguínea, teor de glicose, hormônios, padrões de comportamento (alimentação, reprodução, entre outros)”, explica Rosyane Souza, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Mestra em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Tecido Epitelial de Revestimento: vamos conhecer suas características?

O tecido epitelial possui muitas funções, como proteção, absorção, secreção, percepção de estímulos, contração, entre outros. Quando está presente revestindo órgãos é classificado como tecido epitelial de revestimento.

Saiba mais

Células do tecido conjuntivo: o que são células fixas ou residentes?

Algumas células do tecido conjuntivo são produzidas localmente, ou seja, são próprias do tecido conjuntivo. São chamadas de células fixas ou residentes. Outras vêm de outro local e podem habitar o tecido temporariamente.

Saiba mais

Tecido nervoso: conheça os neurônios e as células da neuroglia

O tecido nervoso é responsável por coordenar as atividades dos mais diversos órgãos, recebendo as informações do meio interno e externo e processando-as para enviar as respostas aos órgãos e glândulas.

Saiba mais

Feridas em animais domésticos: como classificar essas injúrias do tecido cutâneo?

O Médico Veterinário deve saber avaliar as feridas para eleger o melhor recurso terapêutico para o caso, uma vez que nem toda terapia deve ser aplicada em qualquer tipo de ferida.

Saiba mais

Exsudato fibrinoso em animais: você sabe o que é?

Exsudato é uma resposta do organismo aos danos sofridos nos tecidos, é um processo responsável por fornecer nutrientes essenciais para a cicatrização da lesão, ativando o metabolismo celular e regulando a umidade da região lesada.

Saiba mais

Tecido muscular e suas características: Importante conhecimento para a medicina veterinária

O tecido muscular possui células alongadas especializadas para a contração as quais também são chamadas de fibras musculares ou miócitos. De acordo com suas características morfológicas e funcionais, os músculos se dividem em músculo liso e músculo estriado, sendo este, ainda, subdividido em esquelético e cardíaco.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba sobre a passagem de substâncias pelo organismo animal

A passagem de substâncias no organismo ocorre de acordo com as necessidades fisiológicas do animal representadas pela demanda de cada uma das células e tecidos-alvo. “O transporte através da membrana plasmática pode se dar de forma passiva por difusão ou por transporte ativo”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário, responda: o que é a ceratotomia em grade?

A ceratotomia em grade consiste no procedimento cirúrgico que trata de lesões da córnea e exposição de células profundas do estroma, e debridamento das lesões para remoção de tecido e estímulo de reparação da córnea com maior eficiência, explica Kelly Cristine de Sousa Pontes, professora do VET Profissional. É indicada para casos em que úlceras de córnea não foram curadas por meio de tratamento médico clínico.

Saiba mais

Ceratotomia em grade: o que é, do que se trata e quando é indicada?

A ceratotomia em grade consiste no procedimento cirúrgico que trata de lesões da córnea e exposição de células profundas do estroma, e debridamento das lesões para remoção de tecido e estímulo de reparação da córnea com maior eficiência. “A ceratotomia é indicada para casos em que úlceras de córnea não foram curadas por meio de tratamento médico clínico”,

Saiba mais

Histologia: qual a importância dessa disciplina para a Medicina Veterinária?

Uma das competências do médico veterinário é dar diagnósticos, procedimento que nem sempre envolve lesões e doenças. “Após uma análise, identificar que no órgão ou tecido não há alterações microscópicas também é uma forma de diagnosticar um paciente e é a histologia que fornece conhecimento para que o profissional consiga fazer esse tipo de verificação”, explica Rosyane Souza Cruzeiro, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Quais principais doenças periodontais que acometem cães e gatos?

Doença periodontal é a enfermidade mais comum da cavidade oral de cães e gatos. Inicia-se por acúmulo de bactérias na superfície dos dentes e progride até os tecidos de sustentação que formam o periodonto, que são gengiva, osso alveolar, cemento e ligamento periodontal.

Saiba mais

Sistema nervoso: vamos conhecer a divisão desse sistema?

O sistema nervoso é considerado um dos tecidos mais especializados do organismo animal, sendo o principal regulador de todas as funções realizadas no organismo.

Saiba mais

Sr. Veterinário: como as imagens ultrassonográficas são formadas?

No transdutor do aparelho de ultrassom existem vários cristais ou elementos piezoelétricos. Quando o aparelho é ligado à tomada, a corrente elétrica faz vibrar os cristais, formando um tipo de energia denominada onda sonora que chegam aos objetos ou tecidos do corpo. Depois que a onda sonora bate nos tecidos, ela retorna até o transdutor, vibrando os cristais, fazendo com que a energia sonora seja transformada novamente em impulso elétrico.

Saiba mais

Regulação da síntese hormonal: entenda mais esse processo

Os hormônios são substâncias químicas específicas sintetizadas pelo sistema endócrino ou por neurônios altamente especializados.

Saiba mais

Responda rápido: o que é calcificação patológica?

A calcificação patológica também pode ser denominada de mineralização patológica, pois junto ao cálcio se deposita muitas vezes magnésio, fósforo e uma série de outros íons.

Saiba mais

O que é edema? Quais são os mecanismos que levam à sua formação?

Edema é o acúmulo de líquido no tecido intercelular (intersticial), nos espaços ou nas cavidades do corpo. É resultado do aumento da quantidade de líquido no meio extracelular, sendo externo ao meio intravascular.

Saiba mais

Fase luteal em bovinos: você sabe o que é luteinização?

Várias mudanças são desencadeadas pelo pico de LH, como liberações de ações de prostaglandina, interferindo em todas as estruturas do folículo pré-ovulatório. Essas mudanças drásticas (metabólicas, bioquímicas) resultarão em um aumento do tamanho folicular, enfraquecendo a parede folicular e liberando o processo de ovulação.

Saiba mais

Inflamação crônica do tipo granulomatosa: você sabe o que é?

A inflamação crônica do tipo granulomatosa ou do tecido de granulação é considerada uma inflamação “proliferativa” ou “produtiva”, pois sempre levará a uma hiperplasia do tecido conjuntivo da lesão e também a uma considerada angiogênese.

Saiba mais

Cateter endovenoso? Conheça a função do Mandril e o Canhão

O mandril é o instrumento do cateter que penetra a pele do paciente e alcança o vaso, por isso, possui uma ponta com bisel. A ponta biselada, por sua vez, deve ser posicionada para cima no momento de penetrar a pele do animal para evitar que a ponta de silicone do tubo do cateter se dobre ao atravessar a veia do paciente.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba um pouco mais sobre a função das proteínas no organismo animal

De acordo com a Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional, “as proteínas desempenham importantes funções em nosso organismo, assim como no organismo animal”. Veja por exemplo a elastina, uma proteína de coloração amarela que forma fibras elásticas e está presente em diversos órgãos e ligamentos, entre eles: pulmão, trompa de Eustáquio, epiglote, laringe e artérias.

Saiba mais

Vai trabalhar com ultrassonografia animal? Conheça os transdutores

Os transdutores acoplados são escolhidos de acordo com o objetivo do exame ultrassonográfico a ser realizado. • Para observação de estruturas mais superficiais: transdutor com frequência maior → mais curto o pulso → menor penetração (visibilizar estruturas superficiais) → alta resolução. • Para observação de estruturas mais profundas: frequência menor →maior penetração (visibilizar estruturas mais profundas) → baixa resolução.

Saiba mais

Fraturas ósseas em cães e gatos: você sabe classificar uma fratura?

A fratura é classificada como uma solução de continuidade do tecido ósseo. “Acontece devido a um trauma ou à fragilidade óssea causada por doença (fratura patológica)”, explica a professora Sâmara Turbay Pires, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário: o que é cirurgia de nodulectomia?

A cirurgia de nodulectomia é uma técnica direcionada para a remoção de tumores malignos e benignos. A retirada dos tecidos é uma medida preventiva para evitar a proliferação de células tumorais.

Saiba mais

Foliculogênese ovariana em bovinos: você sabe o que são foliculogênese basal e foliculogênese tônica?

A foliculogênese é um processo dinâmico e contínuo de crescimento e maturação do oócito, em que ocorre a proliferação e diferenciação das células da granulosa e teca (indução hormonal) e liberação de oócito apto para ser fertilizado.

Saiba mais

Disfunções plaquetárias em animais domésticos: você sabe do que se trata?

As plaquetas desempenham funções hemostáticas e não hemostáticas, que são extremamente importantes, pois atuam na reparação dos tecidos do organismo além da reparação do endotélio vascular.

Saiba mais

Colmeia racional x colmeia natural: afinal, qual a função das colmeias?

As abelhas são insetos sociais que vivem em colmeias. As colmeias são constituídas por vários favos paralelos, e cada um se forma por um conjunto de alvéolos que são células hexagonais de cera, construídas pelas próprias abelhas.

Saiba mais

Glândulas endócrinas nos animais? Conheça as funções do hipotálamo, da hipófise e da tireoide

Os mecanismos de secreção, liberação e controle de produção hormonal têm como finalidade os tecidos-alvo do organismo do animal.

Saiba mais

Enxerto conjuntival pediculado em animais: você conhece esse procedimento cirúrgico?

Mas afinal, o que é enxerto conjuntival pediculado? O enxerto conjuntival pediculado consiste em transpor um tecido conjuntival fino sobre a córnea para recobrir uma lesão. Trata-se de um procedimento muito utilizado devido ao fato de ser de fácil execução, ser simples, versátil e apresenta um resultado muito bom.

Saiba mais

Doença periodontal em cães: o que é e como tratar?

A doença periodontal é uma doença muito comum e em cães, atingindo pacientes de qualquer faixa etária. Trata-se de uma afecção que ataca a gengiva e os tecidos de sustentação dos dentes.

Saiba mais

Anormalidades ultrassonográficas do boleto de equinos: vamos conhecer?

O exame ultrassonográfico é a melhor alternativa para o diagnóstico de imagem precoce de alterações mais sensíveis que só são detectadas pela imagem radiográfica quando em estágios avançados, como as lesões em cartilagens articulares e tecidos periarticulares, explica Lorena Chaves Monteiro, Médica Veterinária e Professora do VET Profissional, que é Mestra em Medicina Veterinária.

Saiba mais

Receba Mais Informações