Guias de Capacitação do Veterinários. Clique e baixe!

Resultados da busca para "inseminacao artificial em eguas"

Inseminação Artificial Equina com sêmen resfriado: 5 dicas de sucesso

A Inseminação Artificial em equinos é largamente praticada em todo o mundo, e a maneira mais comumente usada nessa espécie é mediante o resfriamento e transporte de sêmen (LOOMIS, 2006). Aparentemente, no mundo, os países que mais realizam IA com sêmen resfriado transportado são Estados Unidos, seguido pelo Brasil (PAPA et al., 2008). Quando a técnica é executada corretamente, o sêmen a fresco alcança índices de concepção semelhantes aos obtidos com a monta natural.

Saiba mais

Inseminação artificial: como preparar a égua para o procedimento?

A inseminação artificial na reprodução animal torna o processo reprodutivo mais eficiente quando comparado ao método de monta natural. Nesse sentido, entre os benefícios da inseminação de éguas, cita-se a possibilidade de inseminar várias éguas com apenas um ejaculado, aumentando a eficiência do garanhão, evitando a transmissão de DSTs entre outros.

Saiba mais

Porcas inseminadas artificialmente: 11 cuidados especiais

Assim como acontece com as porcas prenhes por meio do processo natural, a gestação de porcas inseminadas artificialmente também merece muita atenção e cuidado para que o processo final seja um sucesso. Portanto, é importante que criadores e veterinários atentem-se às seguintes orientações:

Saiba mais

Aleitamento artificial em potros: saiba quando indicar

O uso de aleitamento artificial na criação de potros ocorre quando éguas com baixo escore corporal apresentam pouca produção de leite, sendo necessário administrar uma complementação aos potros, afirma Fabiana Garcia Christovão, Doutora em Medicina Veterinária na área de Patologia Animal.

Saiba mais

4 dicas para acertar na inseminação artificial de porcas

Precisando acertar no momento de inseminar porcas? Pois muito bem, atente-se a essas dicas e faça um procedimento perfeito: 1 - A inseminação artificial deverá ser feita na presença do macho, tendo-se o cuidado para que o sêmen seja depositado naturalmente na fêmea e não forçado,explica Paulo César Brustolini, Mestre e Doutor em Zootecnia. 2 - O tempo de uma inseminação deve ser de, no mínimo, 4 minutos. Ao mesmo tempo que a inseminação é feita, massageie o flanco e pressione (gentilmente, com as mãos ou cavalgando) as costas da fêmea o que facilitará a penetração do sêmen.

Saiba mais

Manejo do botijão criogênico: cuidados simples para inseminações bem-sucedidas

A inseminação artificial é a técnica reprodutiva mais utilizada nas criações equinas atualmente, pois controlar a qualidade do sêmen e a sanidade das éguas é essencial para a obtenção de animais geneticamente superiores. Embora haja muitos aspectos que colaboram para o bom resultado da inseminação, existe um que nem sempre recebe a seriedade merecida: o manejo do botijão criogênico. Manuseá-lo incorretamente ou mantê-lo em condições inadequadas pode inviabilizar as doses de sêmen, gerando perda de tempo e, principalmente, de dinheiro.

Saiba mais

Diagnóstico gestacional em éguas: como realizar essa etapa do manejo reprodutivo?

Alguns dias após submeter a égua à inseminação artificial ou cobertura pelo garanhão, entra em vigor uma etapa do manejo reprodutivo fundamental não só para a saúde do animal e do feto, quanto para os negócios: o diagnóstico de gestação.

Saiba mais

Conheça as características que o macho deve apresentar para ser um rufião

Identificar o cio das fêmeas é uma etapa decisiva para que a inseminação artificial seja bem-sucedida, pois de nada adiantam as técnicas reprodutivas mais modernas se estas não explorarem com precisão o momento em que os animais estão aptos à fecundação. Essa identificação é mais acurada mediante o método da rufiagem, pois como muitas fêmeas apresentam estro curto ou fraco, contar apenas com um funcionário para observar e anotar os sinais de cio pode não ser eficiente. Assim, ao aceitar a monta do rufião, sabe-se que elas estão no momento oportuno para serem inseminadas.

Saiba mais

Incubação de ovos de galinha: como é feito esse procedimento?

Quando a incubação é feita de maneira artificial, é utilizada uma máquina, conhecida como chocadeira, a qual permite definir a umidade e a temperatura específicas para esse fim. Esses dois elementos influenciam diretamente no desenvolvimento do embrião, por isso, devem atender ao que é estabelecido pelos órgãos competentes, entre outros critérios.

Saiba mais

Avaliação ginecológica em vacas: por que fazer?

A ultrassonografia em reprodução animal, tanto relacionada a bovinos de corte quanto de leite, possibilita uma avaliação ginecológica mais precisa, executando exames de fêmeas para protocolos de IATF (inseminação artificial em tempo fixo) e TETF (transferência de embriões em tempo fixo).

Saiba mais

Exame ginecológico em éguas: importância, etapas e quando fazer

Apesar de a fertilização e gestação serem o núcleo do processo de reprodução animal, os criadores, baseados em inúmeras pesquisas científicas, entenderam que a obtenção de animais de alto desempenho genético só seria possível mediante valorização de todas as etapas que compõem o manejo reprodutivo. Em relação à criação de equinos, uma dessas etapas que se mostra fundamental é o exame ginecológico completo da égua antes da estação reprodutiva.

Saiba mais

Especialista em suínos? Conheça a preparação das leitoas pré-cobertura

Leitoa, marrã ou marroa são porcas novas desmamadas. As fêmeas selecionadas para cruzamento devem ser trabalhadas no sentido de indução da maturidade sexual em um processo denominado preparação e manejo pré-cobertura. As porcas selecionadas como matrizes devem ser levadas para a granja, a fim de iniciar a vida reprodutiva no rebanho. Ao chegar à granja as porcas são preparadas para o início do processo de reprodução.

Saiba mais

Precisando fazer exame de urina em éguas? Saiba como!

A coleta de urina em éguas é feita por meio da cateterização vesical ou sondagem vesical. É importante, como primeira medida para a realização do procedimento, fazer a assepsia da vulva para retirar resíduos de fezes e evitar a contaminação ao introduzir a sonda na uretra dos equinos.

Saiba mais

Éguas sociáveis, potros sociáveis. Entenda!

O contato social com o ser humano começa, por exemplo, pelo hábito de escovar a égua gestante e realizar o manejo diário com maior atenção, interesse, estimulando o conforto durante a escovação. Esse tipo de cuidado pode fazer com que a égua se torne mais tranquila durante a gestação.

Saiba mais

Ultrassonografia para avaliação ginecológica de fêmeas bovinas: quais são as vantagens desse exame?

A ultrassonografia em reprodução animal, tanto relacionada a bovinos de corte quanto de leite, possibilita uma avaliação ginecológica mais precisa, executando exames de fêmeas para protocolos de IATF (inseminação artificial em tempo fixo) e TETF (transferência de embriões em tempo fixo).

Saiba mais

Sêmen de garanhões: como fazer a coleta de forma adequada?

A inseminação artificial é uma técnica que permite maior eficiência na reprodução equina. “No entanto, para alcançar essa eficiência, é preciso coletar e avaliar o sêmen que será utilizado no processo, observando os critérios: número de espermatozoides, porcentagem de concentração, padrões de motilidade e vigor”, explica Maria Gazzinelli, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Coleta de embriões de éguas: por que realizar esse procedimento?

A coleta e transferência de embriões é uma biotecnologia utilizada para melhorar a eficiência reprodutiva em equinos, visando à produção de mais animais ao ano, uma vez que na reprodução natural é produzido apenas um potro ao ano.

Saiba mais

Fêmeas equinas: conheça 7 sinais clínicos de alterações no sistema reprodutor das éguas

O sistema reprodutor tem a importante função de garantir a perpetuação das espécies por meio da gestação. “Quando se trata de fêmeas equinas, o conhecimento da anatomia desse sistema é indispensável para conseguir identificar anormalidades ao executar a palpação retal no exame físico”, explica Kelly Cristine de Sousa Pontes, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, Pós-doutora em Medicina, na área de Oftalmologia e Oncologia e Doutora em Cirúrgicas e Anestésicas Aplicadas aos Animais.

Saiba mais

Palpação transretal e ultrassonografia em éguas: vamos entender o objetivo desse exame?

Na prática, para fazer o exame de palpação transretal é necessário lubrificar as luvas com um gel feito à base de pó de carboxymethylcellulose e água aquecida. O primeiro procedimento é a retirada de todas as cíbalas da ampola retal.

Saiba mais

Você, estudante de veterinária, sabe o que é gastrotomia?

Gastrotomia é a abertura do estômago, e, muitas vezes, é confundida com gastrostomia, que é o estabelecimento de uma abertura artificial (de comunicação com o meio externo) do estômago.

Saiba mais

Quais são os dados que devem ser coletados antes de iniciar um exame ginecológico em éguas?

O exame ginecológico abrange técnicas diversificadas, além da palpação transretal e ultrassonografia. O médico veterinário deverá considerar cada uma das etapas de modo sistemático para que possa avaliar o exame clínico reprodutivo completo da égua.

Saiba mais

Receba Mais Informações