Resultados da busca para "manejo reprodutivo da femea"

Exame ginecológico em éguas: importância, etapas e quando fazer

Apesar de a fertilização e gestação serem o núcleo do processo de reprodução animal, os criadores, baseados em inúmeras pesquisas científicas, entenderam que a obtenção de animais de alto desempenho genético só seria possível mediante valorização de todas as etapas que compõem o manejo reprodutivo. Em relação à criação de equinos, uma dessas etapas que se mostra fundamental é o exame ginecológico completo da égua antes da estação reprodutiva.

Saiba mais

Manejo do botijão criogênico: cuidados simples para inseminações bem-sucedidas

A inseminação artificial é a técnica reprodutiva mais utilizada nas criações equinas atualmente, pois controlar a qualidade do sêmen e a sanidade das éguas é essencial para a obtenção de animais geneticamente superiores. Embora haja muitos aspectos que colaboram para o bom resultado da inseminação, existe um que nem sempre recebe a seriedade merecida: o manejo do botijão criogênico. Manuseá-lo incorretamente ou mantê-lo em condições inadequadas pode inviabilizar as doses de sêmen, gerando perda de tempo e, principalmente, de dinheiro.

Saiba mais

Diagnóstico gestacional em éguas: como realizar essa etapa do manejo reprodutivo?

Alguns dias após submeter a égua à inseminação artificial ou cobertura pelo garanhão, entra em vigor uma etapa do manejo reprodutivo fundamental não só para a saúde do animal e do feto, quanto para os negócios: o diagnóstico de gestação.

Saiba mais

Você sabe quais são os métodos de manejo de pastagens mais usados?

Manejar bem a pastagem é o primeiro e mais importante passo para uma pecuária de corte eficiente, técnica e economicamente. Sendo assim, se a pastagem é o principal alimento dos animais em engorda, seu manejo correto será fundamental. Inicialmente, é importante destacar que a qualidade e a quantidade de forragem produzida nas pastagens são influenciadas por diversos fatores naturais como temperatura ambiente, além da umidade e fertilidade do solo.

Saiba mais

Importância do sistema reprodutivo para clínica de bovinos

Independente do sistema de produção, os aspectos próprios da reprodução e os índices reprodutivos podem auxiliar no diagnóstico de doenças de vários sistemas. Um exemplo disso é a possibilidade de suspeitar que afecções podais estão ocorrendo no rebanho devido à baixa taxa de prenhez, pois, como as vacas não demonstrarão cio montando umas nas outras por causa da possível dor na pata, elas não serão submetidas à inseminação ou qualquer que seja o método de concepção utilizado pela propriedade.

Saiba mais

Debicagem: importante processo no manejo de galinhas poedeiras

Um processo importante no manejo das poedeiras é a debicagem, realizado para evitar desperdício de ração, canibalismo e agressividade entre os animais. Esse método, por se tratar de um corte feito no bico das aves, também tem sido muito questionado pelos ativistas do bem-estar animal, mas ainda é bastante utilizado nas granjas.

Saiba mais

Ovelhas prenhes: Você sabe como manejar esses animais de forma correta?

"Separar as ovelhas em lotes homogêneos, em muitos momentos, facilita muito o manejo desses animais, contudo é importante saber identificar as características que definem essa divisão em grupos”, explica Magna Coroa Lima, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Você sabe qual é a importância das pastagens?

A pastagem é a base da produção de carne e, se bem manejada, pode tornar a atividade mais rentável. Para a engorda e terminação em pasto, o bom manejo das pastagens é fator determinante para o êxito da atividade. Pastagens em processo de degradação levam a queda continua da produtividade e, consequentemente, da rentabilidade. Manejar bem é fundamental para que o desempenho animal seja compatível com as metas propostas de ganho de peso e produção por área.

Saiba mais

Como fazer o manejo sanitário do rebanho?

O manejo sanitário é uma questão crucial para a produção orgânica. O produtor orgânico deve considerar a saúde do consumidor, de quem trabalha na produção, do animal, dos insumos, da propriedade e do meio ambiente, como um todo.

Saiba mais

Especialista em suínos? Conheça a preparação das leitoas pré-cobertura

Leitoa, marrã ou marroa são porcas novas desmamadas. As fêmeas selecionadas para cruzamento devem ser trabalhadas no sentido de indução da maturidade sexual em um processo denominado preparação e manejo pré-cobertura. As porcas selecionadas como matrizes devem ser levadas para a granja, a fim de iniciar a vida reprodutiva no rebanho. Ao chegar à granja as porcas são preparadas para o início do processo de reprodução.

Saiba mais

6 passos para uma ordenha correta e fim da mastite

O correto manejo de ordenha se constitui em um dos principais fatores de controle e prevenção da mastite. Uma boa ordenha é capaz de garantir um leite de qualidade e reduzir o volume de leite residual. Além disso, o manejo de ordenha reduz a possibilidade de contaminação dos tetos por meio da boa higiene das mãos dos ordenhadores. Deve-se utilizar toalhas de papel para a secagem e aplicação pré-dipping e pós-dipping para desinfecção dos tetos.

Saiba mais

Os parâmetros de qualidade segundo a IN 77

Segundo a IN 77, por meio de um manejo simples, porém bem feito, é possível atingir os parâmetros de qualidade e, ainda, reduzir os custos de produção. No que diz respeito à responsabilidade social, a IN 77 reza que para um manejo bem feito, devemos levar em consideração que o leite é um produto para consumo humano, por isso, a qualidade é fundamental. O leite, portanto, deve ser livre de resíduos, tais como antibióticos, anti-inflamatórios.

Saiba mais

O uso da ultrassonografia aplicada à reprodução de bovinos

O uso da ultrassonografia aplicada à reprodução de bovinos visa o planejamento reprodutivo de fêmeas bovinas, tanto em gado de corte, quanto de leite. “Ela representa uma ferramenta importante para a eficiência reprodutiva e produtiva dentro do sistema de bovinocultura”, explica Prof. Carlos Augusto Gontijo Pellegrino, do VetProfissional.

Saiba mais

Por que castrar cães machos é uma ação para o bem-estar social?

Muitas pessoas consideram que a melhor forma de controlar a natalidade de cães e gatos é a castração de fêmeas, uma vez que são elas que geram os filhotes. Embora castrá-las seja, sim, uma forma de controle, a orquiectomia, ou seja, a castração de machos, causa muito mais impacto nesse aspecto quando existe um grande volume de animais a ser neutralizado reprodutivamente.

Saiba mais

Mastite: principal responsável pela baixa na atividade leiteira

Independente do tipo de sistema de produção de leite adotado pelo pecuarista, o objetivo de todo cuidado e esforço no tratamento e manejo do gado é alcançar o lucro. Porém, anualmente, a mastite é a principal responsável pelo impacto negativo na atividade leiteira. Dentre os principais prejuízos econômicos causados pela doença citam-se:

Saiba mais

Lagomorfos e pequenos roedores em cativeiro: características

Nos dias atuais é muito comum encontrarmos algumas espécies, nada convencionais, mantidas em cativeiro, criadas como pets. Entre elas, mais se destacam os coelhos (lagomorfos), os porquinhos da índia e as chinchilas (roedores herbívoros); e os hamster, ratos e camundongos (roedores onívoros). É muito importante que os veterinários fiquem atentos a essa nova categoria, já que seus serviços possivelmente poderão ser solicitados em decorrência do inadequado manejo desses animais.

Saiba mais

Veterinário, entenda o que diz a IN 77 sobre a parasitose em gado leiteiro

Você, veterinário, está precisando entender o que reza a IN 77 sobre o controle de parasitose em gado leiteiro? Pois bem, vamos às devidas explicações: “para o controle de parasitoses no rebanho leiteiro a adoção de boas práticas no manejo sanitário é essencial, pois independente do tamanho do rebanho, a ocorrência de parasitas pode comprometer o desempenho da atividade”, afirma Prof. Leonardo Cotta Quintão

Saiba mais

Equinos com carrapatos: como fazer o controle?

Os carrapatos são os principais ectoparasitas de equinos e correspondem ao maior desafio de contingência na criação e também em relação ao plano de biosseguridade.

Saiba mais

Material da cama para pintinhos: você saberia escolher bem?

Nas últimas décadas, pudemos observar nitidamente um salto no desenvolvimento da avicultura brasileira, consequência de intensas pesquisas nas áreas de sanidade, nutrição, melhoramento genético, entre outros. Esse avanço permitiu que muitas questões que antes não recebiam a devida importância por parte dos produtores passassem a ser encaradas com seriedade. O manejo dos pintinhos é um exemplo disso, pois deixou de ser considerado algo simples e, nos dias atuais, é reconhecido como um fator decisivo para se obter animais de alta produção.

Saiba mais

Conheça como se dá a sexagem de aves de linhagens comerciais

Na criação de aves de corte, fêmeas e machos são manejados separadamente, pois elas ficam prontas primeiro para abate, ganhando muita gordura indesejável na carcaça caso fiquem o mesmo tempo que eles nos galpões. Já na criação de aves de postura, apenas são usadas as galinhas, de modo que os machos são descartados. Assim, fica evidente que, para a avicultura industrial, a sexagem é um procedimento essencial que deve ser realizado ainda no incubatório.

Saiba mais

Descorna: indicações e técnicas

Muito comum nas criações de bovinos, ovinos e caprinos, a descorna é uma prática que consiste em eliminar os cornos (chifres) dos animais, extraindo-os ou impedindo seu crescimento. Quando realizada em filhotes, também é chamada de mochação.

Saiba mais

Conheça as características que o macho deve apresentar para ser um rufião

Identificar o cio das fêmeas é uma etapa decisiva para que a inseminação artificial seja bem-sucedida, pois de nada adiantam as técnicas reprodutivas mais modernas se estas não explorarem com precisão o momento em que os animais estão aptos à fecundação. Essa identificação é mais acurada mediante o método da rufiagem, pois como muitas fêmeas apresentam estro curto ou fraco, contar apenas com um funcionário para observar e anotar os sinais de cio pode não ser eficiente. Assim, ao aceitar a monta do rufião, sabe-se que elas estão no momento oportuno para serem inseminadas.

Saiba mais

Precisando medicar pássaros? Saiba como proceder por via oral

Para aplicar uma medicação por via oral em aves, pode-se usar uma seringa de precisão, principalmente quando o paciente for uma ave de pequeno porte, para que a dosagem correta não seja ultrapassada. Para aplicações feitas diretamente no inglúvio, são necessárias sondas as quais são introduzidas através do canal oral da ave.

Saiba mais

Éguas sociáveis, potros sociáveis. Entenda!

O contato social com o ser humano começa, por exemplo, pelo hábito de escovar a égua gestante e realizar o manejo diário com maior atenção, interesse, estimulando o conforto durante a escovação. Esse tipo de cuidado pode fazer com que a égua se torne mais tranquila durante a gestação.

Saiba mais

Como a interação homem x animal pode contribuir para a qualidade do leite?

O trabalhador que tem contato direto com o animal possui grande relevância na produção. O bom trato com o gado é parte fundamental do conforto animal.

Saiba mais

Trabalhando com leitões recém-nascidos? Aprenda a administrar o colostro!

Trabalhando com leitões recém-nascidos? Saiba, então, que o colostro é a primeira vacina do filhotes. É necessário que a leitegada beba uma quantidade razoável de colostro para garantir um futuro saudável, livre de doenças. Através do colostro, os leitões recebem uma série de anticorpos maternos. Esse processo é o que chamamos de imunidade passiva e mantém os filhotes imunizados durante um bom período dentro da granja.

Saiba mais

Vai criar tilápias? Conheça as três fases da produção

O piscicultor que desejar especializar-se na criação de tilápias, a fim de abastecer o mercado consumidor, deverá antes de mais nada atentar-se às três fases do processo de produção: alevinagem, recria e engorda. “Aprofundando os estudos sobre essas três fases, podemos perceber que a alevinagem é a que mais se diferencia em termos de estrutura, técnicas de produção e manejo e, por isso, necessita de conhecimentos e estrutura específica para ser realizada”,

Saiba mais

Planejamento da Produção na Pecuária de Corte. Como ajudar o produtor?

O planejamento dos sistemas de produção e, particularmente, de sistemas pastoris, baseia-se em informações como a projeção da dinâmica do rebanho, a identificação de épocas críticas para a sua nutrição e o estabelecimento de níveis esperados de produtividade da pastagem ao longo do ano. Essas informações permitem estabelecer épocas de provável escassez ou excesso de forragem e possibilitam prever intervenções de manejo para minimizar estresses nutricionais dos animais e condições inadequadas de utilização da pastagem.

Saiba mais

Veterinário, aprofunde seus conhecimentos as espécies de caprinos

Existem muitos preconceitos contra os caprinos e os produtos gerados por essa espécie animal, como o leite e a carne. “Trata-se de uma espécie de ruminante pouco indicada para o manejo a pasto em ambiente úmido, já que esta é uma espécie de animal com grande predisposição para verminose e pneumonia”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Programa de luz durante a cria e a recria de galinhas poedeiras

Na fase inicial, são fornecidas 23-24 horas de luz, seguindo até 9 semanas com a luz natural. Na fase de 10 a 17 semanas, aproximadamente, é preciso muito cuidado para que a quantidade de luz necessária seja devidamente atingida sem, contanto, que as aves entrem em postura muito cedo.

Saiba mais

Sr. Veterinário: aprenda um pouco mais sobre a sanidade aviária

Os problemas respiratórios em aves levaram algumas empresas a dividir a sanidade aviária em 4 áreas devido à importância que médicos veterinários e produtores devem ter em relação a esses pontos. São elas: proteção entérica, sanidade reprodutiva, sanidade respiratória, sanidade cutânea. “Quando pensamos na moderna linhagem de frangos de corte, dentre os quais a seleção é feita de acordo com aspectos fisiológicos, observamos animais que apresentam rápido crescimento de carcaça com grande volume de deposição muscular”, explica Marcelo Dias, Professor do VET Profissional.

Saiba mais

6 dicas de ouro para quem vai criar cabras

O criador antes de iniciar seu plantel para criação de cabras deverá planejar muito bem seu negócio, além de optar por um sistema de criação, escolhido mediante as características da sua região e da sua propriedade, explica Magna Coroa Lima, professora do VET Profissional. 1. Sistema de criação: os animais que irão compor seu plantel deverão ter sido pensados também, de acordo com o sistema de criação escolhido. As criações podem ser por hobby, turismo, para produção comercial de leite e, ou derivados e para corte.

Saiba mais

Qual a relação entre o médico veterinário e a IN 77?

O Médico Veterinário é o profissional responsável por fazer o acompanhamento mensal da parte econômica, zootécnica e agronômica do rebanho de leite e por orientar produtores e trabalhadores rurais sobre como fazer o manejo e higienização adequada dos equipamentos para evitar o aumento da CCS e CBT.

Saiba mais

Ultrassonografia para avaliação ginecológica de fêmeas bovinas: quais são as vantagens desse exame?

A ultrassonografia em reprodução animal, tanto relacionada a bovinos de corte quanto de leite, possibilita uma avaliação ginecológica mais precisa, executando exames de fêmeas para protocolos de IATF (inseminação artificial em tempo fixo) e TETF (transferência de embriões em tempo fixo).

Saiba mais

Exame ginecológico em éguas: importância, etapas e quando fazer

Apesar de a fertilização e gestação serem o núcleo do processo de reprodução animal, os criadores, baseados em inúmeras pesquisas científicas, entenderam que a obtenção de animais de alto desempenho genético só seria possível mediante valorização de todas as etapas que compõem o manejo reprodutivo. Em relação à criação de equinos, uma dessas etapas que se mostra fundamental é o exame ginecológico completo da égua antes da estação reprodutiva.

Saiba mais

Manejo do botijão criogênico: cuidados simples para inseminações bem-sucedidas

A inseminação artificial é a técnica reprodutiva mais utilizada nas criações equinas atualmente, pois controlar a qualidade do sêmen e a sanidade das éguas é essencial para a obtenção de animais geneticamente superiores. Embora haja muitos aspectos que colaboram para o bom resultado da inseminação, existe um que nem sempre recebe a seriedade merecida: o manejo do botijão criogênico. Manuseá-lo incorretamente ou mantê-lo em condições inadequadas pode inviabilizar as doses de sêmen, gerando perda de tempo e, principalmente, de dinheiro.

Saiba mais

Diagnóstico gestacional em éguas: como realizar essa etapa do manejo reprodutivo?

Alguns dias após submeter a égua à inseminação artificial ou cobertura pelo garanhão, entra em vigor uma etapa do manejo reprodutivo fundamental não só para a saúde do animal e do feto, quanto para os negócios: o diagnóstico de gestação.

Saiba mais

Você sabe quais são os métodos de manejo de pastagens mais usados?

Manejar bem a pastagem é o primeiro e mais importante passo para uma pecuária de corte eficiente, técnica e economicamente. Sendo assim, se a pastagem é o principal alimento dos animais em engorda, seu manejo correto será fundamental. Inicialmente, é importante destacar que a qualidade e a quantidade de forragem produzida nas pastagens são influenciadas por diversos fatores naturais como temperatura ambiente, além da umidade e fertilidade do solo.

Saiba mais

Importância do sistema reprodutivo para clínica de bovinos

Independente do sistema de produção, os aspectos próprios da reprodução e os índices reprodutivos podem auxiliar no diagnóstico de doenças de vários sistemas. Um exemplo disso é a possibilidade de suspeitar que afecções podais estão ocorrendo no rebanho devido à baixa taxa de prenhez, pois, como as vacas não demonstrarão cio montando umas nas outras por causa da possível dor na pata, elas não serão submetidas à inseminação ou qualquer que seja o método de concepção utilizado pela propriedade.

Saiba mais

Debicagem: importante processo no manejo de galinhas poedeiras

Um processo importante no manejo das poedeiras é a debicagem, realizado para evitar desperdício de ração, canibalismo e agressividade entre os animais. Esse método, por se tratar de um corte feito no bico das aves, também tem sido muito questionado pelos ativistas do bem-estar animal, mas ainda é bastante utilizado nas granjas.

Saiba mais

Ovelhas prenhes: Você sabe como manejar esses animais de forma correta?

"Separar as ovelhas em lotes homogêneos, em muitos momentos, facilita muito o manejo desses animais, contudo é importante saber identificar as características que definem essa divisão em grupos”, explica Magna Coroa Lima, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Você sabe qual é a importância das pastagens?

A pastagem é a base da produção de carne e, se bem manejada, pode tornar a atividade mais rentável. Para a engorda e terminação em pasto, o bom manejo das pastagens é fator determinante para o êxito da atividade. Pastagens em processo de degradação levam a queda continua da produtividade e, consequentemente, da rentabilidade. Manejar bem é fundamental para que o desempenho animal seja compatível com as metas propostas de ganho de peso e produção por área.

Saiba mais

Como fazer o manejo sanitário do rebanho?

O manejo sanitário é uma questão crucial para a produção orgânica. O produtor orgânico deve considerar a saúde do consumidor, de quem trabalha na produção, do animal, dos insumos, da propriedade e do meio ambiente, como um todo.

Saiba mais

Especialista em suínos? Conheça a preparação das leitoas pré-cobertura

Leitoa, marrã ou marroa são porcas novas desmamadas. As fêmeas selecionadas para cruzamento devem ser trabalhadas no sentido de indução da maturidade sexual em um processo denominado preparação e manejo pré-cobertura. As porcas selecionadas como matrizes devem ser levadas para a granja, a fim de iniciar a vida reprodutiva no rebanho. Ao chegar à granja as porcas são preparadas para o início do processo de reprodução.

Saiba mais

6 passos para uma ordenha correta e fim da mastite

O correto manejo de ordenha se constitui em um dos principais fatores de controle e prevenção da mastite. Uma boa ordenha é capaz de garantir um leite de qualidade e reduzir o volume de leite residual. Além disso, o manejo de ordenha reduz a possibilidade de contaminação dos tetos por meio da boa higiene das mãos dos ordenhadores. Deve-se utilizar toalhas de papel para a secagem e aplicação pré-dipping e pós-dipping para desinfecção dos tetos.

Saiba mais

Os parâmetros de qualidade segundo a IN 77

Segundo a IN 77, por meio de um manejo simples, porém bem feito, é possível atingir os parâmetros de qualidade e, ainda, reduzir os custos de produção. No que diz respeito à responsabilidade social, a IN 77 reza que para um manejo bem feito, devemos levar em consideração que o leite é um produto para consumo humano, por isso, a qualidade é fundamental. O leite, portanto, deve ser livre de resíduos, tais como antibióticos, anti-inflamatórios.

Saiba mais

O uso da ultrassonografia aplicada à reprodução de bovinos

O uso da ultrassonografia aplicada à reprodução de bovinos visa o planejamento reprodutivo de fêmeas bovinas, tanto em gado de corte, quanto de leite. “Ela representa uma ferramenta importante para a eficiência reprodutiva e produtiva dentro do sistema de bovinocultura”, explica Prof. Carlos Augusto Gontijo Pellegrino, do VetProfissional.

Saiba mais

Por que castrar cães machos é uma ação para o bem-estar social?

Muitas pessoas consideram que a melhor forma de controlar a natalidade de cães e gatos é a castração de fêmeas, uma vez que são elas que geram os filhotes. Embora castrá-las seja, sim, uma forma de controle, a orquiectomia, ou seja, a castração de machos, causa muito mais impacto nesse aspecto quando existe um grande volume de animais a ser neutralizado reprodutivamente.

Saiba mais

Mastite: principal responsável pela baixa na atividade leiteira

Independente do tipo de sistema de produção de leite adotado pelo pecuarista, o objetivo de todo cuidado e esforço no tratamento e manejo do gado é alcançar o lucro. Porém, anualmente, a mastite é a principal responsável pelo impacto negativo na atividade leiteira. Dentre os principais prejuízos econômicos causados pela doença citam-se:

Saiba mais

Lagomorfos e pequenos roedores em cativeiro: características

Nos dias atuais é muito comum encontrarmos algumas espécies, nada convencionais, mantidas em cativeiro, criadas como pets. Entre elas, mais se destacam os coelhos (lagomorfos), os porquinhos da índia e as chinchilas (roedores herbívoros); e os hamster, ratos e camundongos (roedores onívoros). É muito importante que os veterinários fiquem atentos a essa nova categoria, já que seus serviços possivelmente poderão ser solicitados em decorrência do inadequado manejo desses animais.

Saiba mais

Veterinário, entenda o que diz a IN 77 sobre a parasitose em gado leiteiro

Você, veterinário, está precisando entender o que reza a IN 77 sobre o controle de parasitose em gado leiteiro? Pois bem, vamos às devidas explicações: “para o controle de parasitoses no rebanho leiteiro a adoção de boas práticas no manejo sanitário é essencial, pois independente do tamanho do rebanho, a ocorrência de parasitas pode comprometer o desempenho da atividade”, afirma Prof. Leonardo Cotta Quintão

Saiba mais

Equinos com carrapatos: como fazer o controle?

Os carrapatos são os principais ectoparasitas de equinos e correspondem ao maior desafio de contingência na criação e também em relação ao plano de biosseguridade.

Saiba mais

Material da cama para pintinhos: você saberia escolher bem?

Nas últimas décadas, pudemos observar nitidamente um salto no desenvolvimento da avicultura brasileira, consequência de intensas pesquisas nas áreas de sanidade, nutrição, melhoramento genético, entre outros. Esse avanço permitiu que muitas questões que antes não recebiam a devida importância por parte dos produtores passassem a ser encaradas com seriedade. O manejo dos pintinhos é um exemplo disso, pois deixou de ser considerado algo simples e, nos dias atuais, é reconhecido como um fator decisivo para se obter animais de alta produção.

Saiba mais

Conheça como se dá a sexagem de aves de linhagens comerciais

Na criação de aves de corte, fêmeas e machos são manejados separadamente, pois elas ficam prontas primeiro para abate, ganhando muita gordura indesejável na carcaça caso fiquem o mesmo tempo que eles nos galpões. Já na criação de aves de postura, apenas são usadas as galinhas, de modo que os machos são descartados. Assim, fica evidente que, para a avicultura industrial, a sexagem é um procedimento essencial que deve ser realizado ainda no incubatório.

Saiba mais

Descorna: indicações e técnicas

Muito comum nas criações de bovinos, ovinos e caprinos, a descorna é uma prática que consiste em eliminar os cornos (chifres) dos animais, extraindo-os ou impedindo seu crescimento. Quando realizada em filhotes, também é chamada de mochação.

Saiba mais

Conheça as características que o macho deve apresentar para ser um rufião

Identificar o cio das fêmeas é uma etapa decisiva para que a inseminação artificial seja bem-sucedida, pois de nada adiantam as técnicas reprodutivas mais modernas se estas não explorarem com precisão o momento em que os animais estão aptos à fecundação. Essa identificação é mais acurada mediante o método da rufiagem, pois como muitas fêmeas apresentam estro curto ou fraco, contar apenas com um funcionário para observar e anotar os sinais de cio pode não ser eficiente. Assim, ao aceitar a monta do rufião, sabe-se que elas estão no momento oportuno para serem inseminadas.

Saiba mais

Precisando medicar pássaros? Saiba como proceder por via oral

Para aplicar uma medicação por via oral em aves, pode-se usar uma seringa de precisão, principalmente quando o paciente for uma ave de pequeno porte, para que a dosagem correta não seja ultrapassada. Para aplicações feitas diretamente no inglúvio, são necessárias sondas as quais são introduzidas através do canal oral da ave.

Saiba mais

Éguas sociáveis, potros sociáveis. Entenda!

O contato social com o ser humano começa, por exemplo, pelo hábito de escovar a égua gestante e realizar o manejo diário com maior atenção, interesse, estimulando o conforto durante a escovação. Esse tipo de cuidado pode fazer com que a égua se torne mais tranquila durante a gestação.

Saiba mais

Como a interação homem x animal pode contribuir para a qualidade do leite?

O trabalhador que tem contato direto com o animal possui grande relevância na produção. O bom trato com o gado é parte fundamental do conforto animal.

Saiba mais

Trabalhando com leitões recém-nascidos? Aprenda a administrar o colostro!

Trabalhando com leitões recém-nascidos? Saiba, então, que o colostro é a primeira vacina do filhotes. É necessário que a leitegada beba uma quantidade razoável de colostro para garantir um futuro saudável, livre de doenças. Através do colostro, os leitões recebem uma série de anticorpos maternos. Esse processo é o que chamamos de imunidade passiva e mantém os filhotes imunizados durante um bom período dentro da granja.

Saiba mais

Vai criar tilápias? Conheça as três fases da produção

O piscicultor que desejar especializar-se na criação de tilápias, a fim de abastecer o mercado consumidor, deverá antes de mais nada atentar-se às três fases do processo de produção: alevinagem, recria e engorda. “Aprofundando os estudos sobre essas três fases, podemos perceber que a alevinagem é a que mais se diferencia em termos de estrutura, técnicas de produção e manejo e, por isso, necessita de conhecimentos e estrutura específica para ser realizada”,

Saiba mais

Planejamento da Produção na Pecuária de Corte. Como ajudar o produtor?

O planejamento dos sistemas de produção e, particularmente, de sistemas pastoris, baseia-se em informações como a projeção da dinâmica do rebanho, a identificação de épocas críticas para a sua nutrição e o estabelecimento de níveis esperados de produtividade da pastagem ao longo do ano. Essas informações permitem estabelecer épocas de provável escassez ou excesso de forragem e possibilitam prever intervenções de manejo para minimizar estresses nutricionais dos animais e condições inadequadas de utilização da pastagem.

Saiba mais

Veterinário, aprofunde seus conhecimentos as espécies de caprinos

Existem muitos preconceitos contra os caprinos e os produtos gerados por essa espécie animal, como o leite e a carne. “Trata-se de uma espécie de ruminante pouco indicada para o manejo a pasto em ambiente úmido, já que esta é uma espécie de animal com grande predisposição para verminose e pneumonia”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Programa de luz durante a cria e a recria de galinhas poedeiras

Na fase inicial, são fornecidas 23-24 horas de luz, seguindo até 9 semanas com a luz natural. Na fase de 10 a 17 semanas, aproximadamente, é preciso muito cuidado para que a quantidade de luz necessária seja devidamente atingida sem, contanto, que as aves entrem em postura muito cedo.

Saiba mais

Sr. Veterinário: aprenda um pouco mais sobre a sanidade aviária

Os problemas respiratórios em aves levaram algumas empresas a dividir a sanidade aviária em 4 áreas devido à importância que médicos veterinários e produtores devem ter em relação a esses pontos. São elas: proteção entérica, sanidade reprodutiva, sanidade respiratória, sanidade cutânea. “Quando pensamos na moderna linhagem de frangos de corte, dentre os quais a seleção é feita de acordo com aspectos fisiológicos, observamos animais que apresentam rápido crescimento de carcaça com grande volume de deposição muscular”, explica Marcelo Dias, Professor do VET Profissional.

Saiba mais

6 dicas de ouro para quem vai criar cabras

O criador antes de iniciar seu plantel para criação de cabras deverá planejar muito bem seu negócio, além de optar por um sistema de criação, escolhido mediante as características da sua região e da sua propriedade, explica Magna Coroa Lima, professora do VET Profissional. 1. Sistema de criação: os animais que irão compor seu plantel deverão ter sido pensados também, de acordo com o sistema de criação escolhido. As criações podem ser por hobby, turismo, para produção comercial de leite e, ou derivados e para corte.

Saiba mais

Qual a relação entre o médico veterinário e a IN 77?

O Médico Veterinário é o profissional responsável por fazer o acompanhamento mensal da parte econômica, zootécnica e agronômica do rebanho de leite e por orientar produtores e trabalhadores rurais sobre como fazer o manejo e higienização adequada dos equipamentos para evitar o aumento da CCS e CBT.

Saiba mais

Ultrassonografia para avaliação ginecológica de fêmeas bovinas: quais são as vantagens desse exame?

A ultrassonografia em reprodução animal, tanto relacionada a bovinos de corte quanto de leite, possibilita uma avaliação ginecológica mais precisa, executando exames de fêmeas para protocolos de IATF (inseminação artificial em tempo fixo) e TETF (transferência de embriões em tempo fixo).

Saiba mais

Receba Mais Informações