Resultados da busca para "responsabilidade tecnica"

Saneamento básico: de quem é essa responsabilidade?

No Brasil, a falta de saneamento básico afeta mais as áreas mais pobres, agravando quadros epidemiológicos e de doenças infecciosas, sendo as crianças as maiores vítimas desse problema. “O saneamento básico é de responsabilidade do Estado e deve ficar sob sua supervisão, pois, tem como objeto a promoção da saúde e necessita de alto investimento”, explica o Prof. Dr. Marcelo Dias da Silva, do VET Profissional. Nesse caso, o ponto chave não pode ser o lucro.

Saiba mais

Saiba como interpretar leucograma

O leucograma é uma parte do exame de sangue, que avalia os leucócitos ou glóbulos brancos, responsáveis pela imunidade do animal. Este exame indica o número de basófilos, eosinófilos, linfócitos e monócitos presentes no sangue. Os resultados do leucograma podem ajudar o médico veterinário a interpretar doenças.

Saiba mais

Precisa examinar a boca de um cão? Siga essas dicas!

O Médico Veterinário, ao iniciar o exame específico da boca de cães, deve atentar-se primeiramente para a área externa que envolve a cabeça: a musculatura responsável pelos movimentos mastigatórios e os lábios do animal, a fim de verificar a presença de lesões ulcerativas, lesões erosivas e algum tipo de massa nessa região. Em seguida, o Médico Veterinário deve palpar toda a região perilabial e a musculatura que participa dos movimentos mastigatórios, principalmente os masseteres.

Saiba mais

Sr. Veterinário, um pouco mais sobre membrana plasmática

No organismo, a fisiologia de transporte de substâncias para dentro e para fora para das células é realizado de acordo com a necessidade celular visando à manutenção da homeostasia do organismo dos animais. A membrana plasmática, também conhecida como membrana celular, é a barreira responsável por separar o compartimento intracelular dos sinais exteriores da célula, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Qual a relação entre o médico veterinário e a IN 77?

O Médico Veterinário é o profissional responsável por fazer o acompanhamento mensal da parte econômica, zootécnica e agronômica do rebanho de leite e por orientar produtores e trabalhadores rurais sobre como fazer o manejo e higienização adequada dos equipamentos para evitar o aumento da CCS e CBT.

Saiba mais

O que é o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite exigido pela IN 77?

O Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite presente na IN 77 faz parte da gestão de qualidade e está incluído no autocontrole realizado pelo laticínio, portanto, sua elaboração, implantação e execução são de total responsabilidade do laticínio. Dessa forma, cabe ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) e aos seus técnicos apenas acompanhar e fiscalizar a execução do Plano.

Saiba mais

Sr. Veterinário: aprenda sobre o bloqueio do nervo maxilar de cães

O nervo maxilar emerge pelo forame maxilar e é responsável por irrigar um dos lados da face do cão, explica Luís Eugênio Franklin Augusto, Professor do VET Profissional. O bloqueio desse nervo permite dessensibilizar a parte superior rostral e arcada superior do animal (teto da cavidade nasal, palato duro, palato mole, focinho, lábio superior, dentes incisivos e caninos superiores, dentes molares e pré-molares de um dos lados da face do paciente).

Saiba mais

Eutanásia animal. Quando indicar?

O Guia Brasileiro de Boas Práticas Para Eutanásia em Animais define eutanásia como “[...] a indução da cessação da vida animal, por meio de métodos tecnicamente aceitáveis e cientificamente comprovados, observando sempre os princípios éticos”. Logo, esse procedimento preza pelo respeito ao animal e à ética, explica Luís Eugênio Franklin Augusto, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Mastite: principal responsável pela baixa na atividade leiteira

Independente do tipo de sistema de produção de leite adotado pelo pecuarista, o objetivo de todo cuidado e esforço no tratamento e manejo do gado é alcançar o lucro. Porém, anualmente, a mastite é a principal responsável pelo impacto negativo na atividade leiteira. Dentre os principais prejuízos econômicos causados pela doença citam-se:

Saiba mais

Veterinário, aprofunde seus conhecimentos as espécies de caprinos

Existem muitos preconceitos contra os caprinos e os produtos gerados por essa espécie animal, como o leite e a carne. “Trata-se de uma espécie de ruminante pouco indicada para o manejo a pasto em ambiente úmido, já que esta é uma espécie de animal com grande predisposição para verminose e pneumonia”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Anestesias para animais

Para realizar a limpeza de dentes, castração, cirurgia ortopédica ou qualquer outro procedimento cirúrgico, os animais precisam de ser anestesiados. O anestésico será o responsável por garantir que o animal não sinta dor, além de deixa-lo inconsciente por todo o procedimento, evitando que ataquem o veterinário.

Saiba mais

Técnicas anestésicas locais em bovinos

A anestesia faz parte da rotina veterinária e é importante para os bovinos. Em termos técnicos, a anestesia consiste na aplicação de medicamentos para eliminar ou aliviar a dor em um local ou de forma generalizada, de modo que seja possível realizar procedimentos cirúrgicos. Cabe ao médico veterinário avaliar o animal e definir qual a melhor forma de aplicação em cada caso.

Saiba mais

Conheça os cuidados técnicos durante a celiorrafia que podem garantir o sucesso de uma cirurgia

Celiotomia é o termo que designa a incisão na cavidade abdominal. Equivocadamente, muitos profissionais a chama de laparotomia, nomenclatura até mais utilizada atualmente, porém que corresponde à incisão na região do flanco. Celiorrafia, por sua vez, é a sutura da cavidade abdominal, de modo que é o procedimento que finaliza a celiotomia.

Saiba mais

Descorna: indicações e técnicas

Muito comum nas criações de bovinos, ovinos e caprinos, a descorna é uma prática que consiste em eliminar os cornos (chifres) dos animais, extraindo-os ou impedindo seu crescimento. Quando realizada em filhotes, também é chamada de mochação.

Saiba mais

Estro em leitoas: como diagnosticar?

Nas fêmeas suínas, a puberdade é caracterizada pelo primeiro cio produtivo ou o processo de ovulação. Ocorre em torno de 135 dias de idade. A partir da puberdade as fêmeas passam a ser monitoradas. Nesse momento, suinocultores e veterinários responsáveis devem formar lotes de animais com cio em período semelhante.

Saiba mais

Os parâmetros de qualidade segundo a IN 77

Segundo a IN 77, por meio de um manejo simples, porém bem feito, é possível atingir os parâmetros de qualidade e, ainda, reduzir os custos de produção. No que diz respeito à responsabilidade social, a IN 77 reza que para um manejo bem feito, devemos levar em consideração que o leite é um produto para consumo humano, por isso, a qualidade é fundamental. O leite, portanto, deve ser livre de resíduos, tais como antibióticos, anti-inflamatórios.

Saiba mais

Veterinário: dicas para identificar a Micoplasmose em galinhas

Nos anos de 1980, o Brasil passou por um grave problema na avicultura, quando foram constatados lotes de aves com problemas de doença crônica respiratória – DCR. Ao se investigar a causa dessa situação, descobriu-se que a micoplasmose era a doença responsável pelo quadro clínico de inúmeras aves.

Saiba mais

Veterinário: entenda a atuação dos hormônios no organismo animal

Para exemplificar como os hormônios atuam no organismo, vamos utilizar a ação de hormônios em dois órgãos que fazem parte do sistema digestivo, a saber: fígado e pâncreas. Esses são responsáveis por regular a taxa de glicose no sangue através da produção de glicogênio, insulina e glucagon.

Saiba mais

Aves em estado crítico: o que o veterinário deve fazer?

As aves quando chegam em clínicas, geralmente, já se encontram em estado crítico. “Elas são pacientes diferentes, não são como os cães e os gatos, porque mascaram os sinais clínicos de doenças. Devido a isso, os seus responsáveis normalmente não percebem quando elas começam a adoecer e a doença se agrava”, explica Letícia Bergo Coelho Ferreira, Professora do VET Profissional.

Saiba mais

Saneamento básico: de quem é essa responsabilidade?

No Brasil, a falta de saneamento básico afeta mais as áreas mais pobres, agravando quadros epidemiológicos e de doenças infecciosas, sendo as crianças as maiores vítimas desse problema. “O saneamento básico é de responsabilidade do Estado e deve ficar sob sua supervisão, pois, tem como objeto a promoção da saúde e necessita de alto investimento”, explica o Prof. Dr. Marcelo Dias da Silva, do VET Profissional. Nesse caso, o ponto chave não pode ser o lucro.

Saiba mais

Saiba como interpretar leucograma

O leucograma é uma parte do exame de sangue, que avalia os leucócitos ou glóbulos brancos, responsáveis pela imunidade do animal. Este exame indica o número de basófilos, eosinófilos, linfócitos e monócitos presentes no sangue. Os resultados do leucograma podem ajudar o médico veterinário a interpretar doenças.

Saiba mais

Precisa examinar a boca de um cão? Siga essas dicas!

O Médico Veterinário, ao iniciar o exame específico da boca de cães, deve atentar-se primeiramente para a área externa que envolve a cabeça: a musculatura responsável pelos movimentos mastigatórios e os lábios do animal, a fim de verificar a presença de lesões ulcerativas, lesões erosivas e algum tipo de massa nessa região. Em seguida, o Médico Veterinário deve palpar toda a região perilabial e a musculatura que participa dos movimentos mastigatórios, principalmente os masseteres.

Saiba mais

Sr. Veterinário, um pouco mais sobre membrana plasmática

No organismo, a fisiologia de transporte de substâncias para dentro e para fora para das células é realizado de acordo com a necessidade celular visando à manutenção da homeostasia do organismo dos animais. A membrana plasmática, também conhecida como membrana celular, é a barreira responsável por separar o compartimento intracelular dos sinais exteriores da célula, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Qual a relação entre o médico veterinário e a IN 77?

O Médico Veterinário é o profissional responsável por fazer o acompanhamento mensal da parte econômica, zootécnica e agronômica do rebanho de leite e por orientar produtores e trabalhadores rurais sobre como fazer o manejo e higienização adequada dos equipamentos para evitar o aumento da CCS e CBT.

Saiba mais

O que é o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite exigido pela IN 77?

O Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite presente na IN 77 faz parte da gestão de qualidade e está incluído no autocontrole realizado pelo laticínio, portanto, sua elaboração, implantação e execução são de total responsabilidade do laticínio. Dessa forma, cabe ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) e aos seus técnicos apenas acompanhar e fiscalizar a execução do Plano.

Saiba mais

Sr. Veterinário: aprenda sobre o bloqueio do nervo maxilar de cães

O nervo maxilar emerge pelo forame maxilar e é responsável por irrigar um dos lados da face do cão, explica Luís Eugênio Franklin Augusto, Professor do VET Profissional. O bloqueio desse nervo permite dessensibilizar a parte superior rostral e arcada superior do animal (teto da cavidade nasal, palato duro, palato mole, focinho, lábio superior, dentes incisivos e caninos superiores, dentes molares e pré-molares de um dos lados da face do paciente).

Saiba mais

Eutanásia animal. Quando indicar?

O Guia Brasileiro de Boas Práticas Para Eutanásia em Animais define eutanásia como “[...] a indução da cessação da vida animal, por meio de métodos tecnicamente aceitáveis e cientificamente comprovados, observando sempre os princípios éticos”. Logo, esse procedimento preza pelo respeito ao animal e à ética, explica Luís Eugênio Franklin Augusto, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Mastite: principal responsável pela baixa na atividade leiteira

Independente do tipo de sistema de produção de leite adotado pelo pecuarista, o objetivo de todo cuidado e esforço no tratamento e manejo do gado é alcançar o lucro. Porém, anualmente, a mastite é a principal responsável pelo impacto negativo na atividade leiteira. Dentre os principais prejuízos econômicos causados pela doença citam-se:

Saiba mais

Veterinário, aprofunde seus conhecimentos as espécies de caprinos

Existem muitos preconceitos contra os caprinos e os produtos gerados por essa espécie animal, como o leite e a carne. “Trata-se de uma espécie de ruminante pouco indicada para o manejo a pasto em ambiente úmido, já que esta é uma espécie de animal com grande predisposição para verminose e pneumonia”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Anestesias para animais

Para realizar a limpeza de dentes, castração, cirurgia ortopédica ou qualquer outro procedimento cirúrgico, os animais precisam de ser anestesiados. O anestésico será o responsável por garantir que o animal não sinta dor, além de deixa-lo inconsciente por todo o procedimento, evitando que ataquem o veterinário.

Saiba mais

Técnicas anestésicas locais em bovinos

A anestesia faz parte da rotina veterinária e é importante para os bovinos. Em termos técnicos, a anestesia consiste na aplicação de medicamentos para eliminar ou aliviar a dor em um local ou de forma generalizada, de modo que seja possível realizar procedimentos cirúrgicos. Cabe ao médico veterinário avaliar o animal e definir qual a melhor forma de aplicação em cada caso.

Saiba mais

Conheça os cuidados técnicos durante a celiorrafia que podem garantir o sucesso de uma cirurgia

Celiotomia é o termo que designa a incisão na cavidade abdominal. Equivocadamente, muitos profissionais a chama de laparotomia, nomenclatura até mais utilizada atualmente, porém que corresponde à incisão na região do flanco. Celiorrafia, por sua vez, é a sutura da cavidade abdominal, de modo que é o procedimento que finaliza a celiotomia.

Saiba mais

Descorna: indicações e técnicas

Muito comum nas criações de bovinos, ovinos e caprinos, a descorna é uma prática que consiste em eliminar os cornos (chifres) dos animais, extraindo-os ou impedindo seu crescimento. Quando realizada em filhotes, também é chamada de mochação.

Saiba mais

Estro em leitoas: como diagnosticar?

Nas fêmeas suínas, a puberdade é caracterizada pelo primeiro cio produtivo ou o processo de ovulação. Ocorre em torno de 135 dias de idade. A partir da puberdade as fêmeas passam a ser monitoradas. Nesse momento, suinocultores e veterinários responsáveis devem formar lotes de animais com cio em período semelhante.

Saiba mais

Os parâmetros de qualidade segundo a IN 77

Segundo a IN 77, por meio de um manejo simples, porém bem feito, é possível atingir os parâmetros de qualidade e, ainda, reduzir os custos de produção. No que diz respeito à responsabilidade social, a IN 77 reza que para um manejo bem feito, devemos levar em consideração que o leite é um produto para consumo humano, por isso, a qualidade é fundamental. O leite, portanto, deve ser livre de resíduos, tais como antibióticos, anti-inflamatórios.

Saiba mais

Veterinário: dicas para identificar a Micoplasmose em galinhas

Nos anos de 1980, o Brasil passou por um grave problema na avicultura, quando foram constatados lotes de aves com problemas de doença crônica respiratória – DCR. Ao se investigar a causa dessa situação, descobriu-se que a micoplasmose era a doença responsável pelo quadro clínico de inúmeras aves.

Saiba mais

Veterinário: entenda a atuação dos hormônios no organismo animal

Para exemplificar como os hormônios atuam no organismo, vamos utilizar a ação de hormônios em dois órgãos que fazem parte do sistema digestivo, a saber: fígado e pâncreas. Esses são responsáveis por regular a taxa de glicose no sangue através da produção de glicogênio, insulina e glucagon.

Saiba mais

Aves em estado crítico: o que o veterinário deve fazer?

As aves quando chegam em clínicas, geralmente, já se encontram em estado crítico. “Elas são pacientes diferentes, não são como os cães e os gatos, porque mascaram os sinais clínicos de doenças. Devido a isso, os seus responsáveis normalmente não percebem quando elas começam a adoecer e a doença se agrava”, explica Letícia Bergo Coelho Ferreira, Professora do VET Profissional.

Saiba mais

Receba Mais Informações