Anatomia sistemática da boca de animais: conheça as funções dos lábios e da bochecha dos animais domésticos

A boca é responsável pela apreensão e transformação física do alimento por meio do processo de mastigação, insalivação e deglutição

Anatomia sistemática da boca de animais: conheça as funções dos lábios e da bochecha do canino e do equino

O aparelho digestório se inicia pela boca. A cavidade oral possui estruturas necessárias para apreensão, mastigação e deglutição do alimento ingerido. “A maioria das espécies de animais utilizam os lábios para realiza a apreensão e seleção dos alimentos”, explica Marcelo Lopes de Santana, professor do VET Profissional.

Os lábios são constituídos pela pele (parte mais externa, onde estão os pelos táteis); pela musculatura mimética (músculos que dão a expressão facial ao animal) e pela orbicular da boca (permite a movimentação dos lábios). Além desses componentes, as glândulas salivares e toda a mucosa interna fazem parte dos lábios.

Em cada espécie, os lábios podem assumir funções diferenciadas. Nos carnívoros, como os cachorros, os lábios são fundamentais para a expressão facial, que é promovida pelos músculos mímicos. Eles devem ser rentes a boca, sem haver sobras, pois fazem com que o animal esteja menos exposto em situações de brigas territoriais.

No caso dos filhotes, de maneira geral nos mamíferos, os lábios funcionam como selante, ou seja, eles vedam ao redor da glândula mamária no ato da amamentação.

Nos pequenos ruminantes (ovinos e caprinos) e nos equinos, os lábios são extremamente sensíveis e muito móveis, o que facilita na seleção do alimento. Especificamente nos equinos, na região mais cranial, é possível encontrar os músculos elevador nasolabial e elevador do lábio superior, os quais possibilitam às expressões do animal, que acontecem muito mais pelo lábio superior do que inferior.

A bochecha tem a função de movimentação do alimento. Ou seja, o alimento vai para o vestíbulo oral e, posteriormente, é mandado de volta para a cavidade oral para continuar a mastigação. Esse vestíbulo oral é mais desenvolvido nos herbívoros e muito utilizado pelos ruminantes, que conseguem aumentar a capacidade de chegada de alimento dentro da boca a partir dessa estrutura.


Aprenda mais sobre o assunto na disciplina – Anatomia Veterinária: Anatomia Sistemática dos Animais Domésticos - disponível na Área VET Profissional, a mais moderna ferramenta de capacitação para médicos veterinários e estudantes de veterinária disponível no mercado, com a qual você obterá todos os conhecimentos necessários para garantir o bem-estar dos animais e alcançar êxito em sua profissão.

 

Receba Mais Informações