Caprinos e as doenças parasitárias que os acometem - ectoparasitas

Apesar de sua rusticidade, os caprinos são bastante sensíveis às parasitoses, as quais afetam seu desempenho

Caprinos e as doenças parasitárias que os acometem

Apesar de sua rusticidade, os caprinos são bastante sensíveis às parasitoses, as quais afetam seu desempenho. Considerando a grande importância social e econômica da caprinocultura, é preciso que os criadores sigam rigorosamente as medidas de manejo adequadas para evitar esse problema, possibilitando, assim, maior desenvolvimento da atividade.

Os animais infectados podem apresentar sinais clínicos e subclínicos, e os principais sintomas são pelo arrepiado, perda de peso, baixa produção de leite, entre outros”, explica a Dr.ª Magna Coroa Lima, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Medicina Veterinária e Mestre em Zootecnia.

Os caprinos podem ser acometidos por endoparasitoses (são parasitas que vivem no interior do corpo do hospedeiro) e por ectoparasitoses (são parasitas que se instalam no exterior do corpo do hospedeiro).


Aqui, enfatizaremos as ectoparasitoses:

- Piolhos: existem dois tipos de piolhos: mastigador e sugador. O primeiro age no pelo no animal, cortando-o; o segundo, Linognathus africanus, sugador, causa anemia quando em excesso, pois ele se alimenta do sangue do animal.

- Moscas: estão presentes em ambientes contaminados por fezes. Além de ser um vetor mecânico de diversas doenças, pode causar infestação por larvas (miíases). Além disso, pode causar perda de peso, lesões na mucosa e na pele do animal, entre outros problemas.

- Moscas dermatobia homnis causadora da berne: ela coloca seus ovos em outras moscas que os transmite aos animais. Esses ovos eclodem em larvas do berne, podendo causar inflamação local. O animal acometido para de comer.

- Sarnas: O principal sinal da infestação por sarna é a alopecia, que pode ocorrer em diversos locais, dependendo do tipo de sarna.

Sarna Sarcóptica: normalmente acomete a cabeça e o pescoço dos animais, podendo ou não apresentar prurido, mas pode acometer também o dorso, causando alopecia.

Animal acometido por Sarna Sarcóptica: alopecia.

Animal acometido por Sarna Sarcóptica: alopecia.

Sarna Psoróptica: acomete principalmente o pavilhão auricular, as orelhas e a cabeça do animal.

Sarna Corióptica: acomete os membros do animal, onde se observam áreas com alopecia, áreas com inflamação e prurido, também na região ventral.

Sarna Demodécica: muito comum em cães, mas pode acometer também os caprinos. O animal apresenta pequenos nódulos na região ventral, dorso, costado e cabeça, com material caseoso.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Caprinocultura – Produção e Principais Doenças do VET Profissional, com a Prof.ª Dr.ª Magna Coroa Lima, Doutora em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa e Mestre em Zootecnia pela mesma instituição. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

 

Receba Mais Informações