Exame andrológico: qual a finalidade desse exame feito em equinos?

O exame andrológico é a avaliação do animal reprodutor visando à observação das condições semiológicas e sanitárias, bem como a presença ou não de alterações de origem hereditária

Exame andrológico: qual a finalidade desse exame feito em equinos?

O exame andrológico precisa ser realizado de forma criteriosa pelo Médico Veterinário que deverá incluí-lo na rotina de trabalho com os animais ou sempre que se fizer necessário. Por meio do exame também são avaliados o comportamento, a postura do animal no momento da cópula e características espermáticas.

Um único garanhão é responsável pela cobertura de várias éguas e, consequentemente, pela produção de diversos potros. Sendo assim, “ao final do exame andrológico, o médico veterinário deverá ser capaz de estimar o potencial de fertilidade do reprodutor”, explica Maria Gazzinelli, Médica Veterinária e Professora do VET Profissional, que é Mestre e Doutora em Zootecnia, Reprodução Animal.

Dessa forma, qualquer redução no índice de fertilidade de um único reprodutor pode afetar de maneira drástica os índices reprodutivos nas propriedades rurais e haras incidindo, igualmente, na lucratividade dos negócios no setor de equinos.

O exame andrológico tem como objetivo avaliar o reprodutor levando-se em consideração as características anatômicas e fisiológicas inerentes a cada uma das espécies. Dessa maneira, o exame é composto por uma série de etapas e avaliações que têm como objetivo estimar a capacidade fértil dos animais.

Porém, algumas técnicas utilizadas em exames específicos podem variar entre as espécies, bem como variam os valores de referência para a aprovação de machos para a reprodução.

Já no caso dos equinos, a lógica é inversa, ou seja, o macho só é colocado no processo de reprodução a partir do momento em que prova ter a genética de um potencial campeão. Por isso, o médico veterinário de equinos deve ser bastante rigoroso durante a emissão do laudo de exames andrológicos e não permitir jamais a aprovação de um animal criptorquídico ou hipoplásico.

O exame andrológico deve sempre ser realizado em animais com histórico de infertilidade, animais que apresentam alteração no comportamento da libido, em casos de suspeita de doença infecciosa ou em casos de redução das taxas de gestação e recuperação embrionária.

Também é preconizada a realização do exame diante da seleção e preparo de reprodutores para a estação de monta visando ao maior número de éguas sem que haja comprometimento para com o animal.

É possível estimar o número de éguas para cada animal mediante uma avaliação bem feita durante o exame andrológico. Além disso, essa avaliação é muito importante nos processos de compra e venda de reprodutores.


Aprenda mais sobre esse assunto na área Reprodução Equina do VET Profissional, com os professores: Prof.ª Dr.ª Maria Gazzinelli, Mestre e Doutora em Zootecnia, Reprodução Animal, pela Universidade Federal de Viçosa (UFV), especialista em equinos; Prof. Dr. Márcio Menezes, Mestre em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa, especialista em foliculogênese e endocrinologia do estral, análises hormonais, criopreservação de sêmen, inseminação artificial e transferência de embriões equinos; Prof.ª Dr.ª Bruna de Freitas, Mestre e Doutora em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Viçosa, especialista em fisiopatologia da reprodução animal, ginecologia e andrologia animal e biotécnicas aplicadas à reprodução animal. O VET Profissional é a plataforma de aperfeiçoamento mais completa para Médicos Veterinários e estudantes de Veterinária, com milhares de vídeos e centenas de livros digitais, para aprender rápido e salvar mais vidas. Tenha acesso ilimitado a centenas de aulas práticas, cursos online, casos clínicos e casos cirúrgicos na palma da sua mão!

Receba Mais Informações