Os parâmetros de qualidade segundo a IN 77

Segundo a IN 77, por meio de um manejo simples, porém bem feito, é possível atingir os parâmetros de qualidade e, ainda, reduzir os custos de produção

Os parâmetros de qualidade segundo a IN 77   Artigos VetProfissional

 

Segundo a IN 77, por meio de um manejo simples, porém bem feito, é possível atingir os parâmetros de qualidade do leite e, ainda, reduzir os custos de produção. No que diz respeito à responsabilidade social, a IN 77 reza que para um manejo bem feito, devemos levar em consideração que o leite é um produto para consumo humano, por isso, a qualidade é fundamental. O leite, portanto, deve ser livre de resíduos, tais como antibióticos, anti-inflamatórios.

"Lesgislativamente, o não cumprimento dos parâmetros estabelecidos pela instrução normativa pode resultar em multa, em impedimento ou interrupção do fornecimento de leite", afirma Prof. Leonardo Cotta Quintão, Médico Veterinário especialista em Pecuária Leiteira, Mestre em Nutrição de Bovinos de Leite.

Para atingir as metas da normativa, porém, é necessário que o produtor rural faça alterações simples, mas importantes no manejo da produção leiteira. Os cuidados se iniciam com a implantação da rotina pré-ordenha com a higienização correta dos equipamentos para atender os índices máximos de CCS e CBT. Por fim, também é necessário atentar para o manejo da ordenha propriamente dita e os cuidados pós-ordenha, incluindo cuidados para com o tanque de resfriamento de leite.

Aprenda mais sobre o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite, disponível no VetProfissonal, a mais moderna ferramenta de capacitação para médicos veterinários e estudantes de veterinária disponível no mercado, com a qual você obterá todos os conhecimentos necessários para garantir o bem-estar dos animais e alcançar êxito em sua profissão.

Receba Mais Informações