Guias de Capacitação do Veterinários. Clique e baixe!

Resultados da busca para "formas farmaceuticas em caprinos"

Doenças bacterianas em caprinos podem causar mortalidade dos animais?

É de grande importância saber identificar as doenças bacterianas de alta morbidade e de alta mortalidade em caprinos, sabendo quais são as mais prevalentes em jovens, conhecendo as práticas de diagnóstico, tratamento, profilaxia e controle dessas doenças nos caprinos.

Saiba mais

Contenção de caprinos para exames? Como realizar essa prática?

Na rotina de uma propriedade de criação de caprinos, é comum a realização de um conjunto de práticas relacionadas à lida com os animais. Entre essas práticas, destacam-se a contenção dos animais para realização de procedimentos, como exames, administração de medicamentos, pequenas cirurgias, entre outros.

Saiba mais

Clostridioses em caprinos: doenças bacterianas de alta mortalidade

As Clostridioses são um complexo de enfermidades que ocorrem de forma muito rápida e fatal em caprinos, e são causadas por bactérias do gênero Clostrídios. Essas bactérias têm capacidade de esporulação, e são encontradas nas fezes dos animais, no solo, entre outros, explica Dra. Magna Coroa Lima, Professor do VET Profissional.

Saiba mais

Caprinos: como escolher o sistema de produção?

A escolha do sistema produtivo de caprinos deve levar em consideração as finalidades da criação e a realidade do produtor. Então, o que será necessário para iniciar a criação?

Saiba mais

Caprinos e as doenças parasitárias que os acometem - ectoparasitas

Apesar de sua rusticidade, os caprinos são bastante sensíveis às parasitoses, as quais afetam seu desempenho. Considerando a grande importância social e econômica da caprinocultura, é preciso que os criadores sigam rigorosamente as medidas de manejo adequadas para evitar esse problema, possibilitando, assim, maior desenvolvimento da atividade.

Saiba mais

Verminoses em caprinos: quais são os cuidados necessários com o rebanho?

Você sabia que, assim como ocorre com as ectoparasitoses e protozooses, os caprinos são sensíveis também às verminoses? As verminoses são endoparasitas de grande importância na caprinocultura, causadas pelos helmintos (vermes).

Saiba mais

Veterinário, aprofunde seus conhecimentos as espécies de caprinos

Existem muitos preconceitos contra os caprinos e os produtos gerados por essa espécie animal, como o leite e a carne. “Trata-se de uma espécie de ruminante pouco indicada para o manejo a pasto em ambiente úmido, já que esta é uma espécie de animal com grande predisposição para verminose e pneumonia”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Formas farmacêuticas: vamos conhecer alguns componentes presentes nos medicamentos?

A forma farmacêutica é o medicamento pronto, inserido em um dos três estados: sólido, líquido ou semissólido. “Esta forma possui apresentação de acordo com as características químicas, físicas e de absorção do princípio ativo para que atue beneficamente no organismo do animal”, explica Waleska de Melo Ferreira Dantas, Médica Veterinária e Professora do VET Profissional, que é Mestre em Medicina Veterinária e Doutora em Patologia Clínica Animal.

Saiba mais

Micoplasmoses em caprinos: você conhece essa enfermidade?

Na caprinocultura existem doenças que podem causar prejuízos importantes à produção. A micoplasmose é uma das principais doenças bacterianas que acomete os caprinos.

Saiba mais

Fotoperíodo: como a luminosidade pode interferir na reprodução dos caprinos?

Como os caprinos mais usados na produção leiteira são animais poliéstricos estacionais, vão apresentar, ao longo de um ano, cios concentrados numa determinada época. É o fotoperíodo, ou seja, o comprimento do dia durante o outono que regula o aparecimento do ciclo reprodutivo.

Saiba mais

Veterinário, tire dúvidas de seus clientes quanto à criação de caprinos

Os caprinos foram introduzidos no Brasil durante o período de colonização. Por causa do porte, eram facilmente transportados nos navios, e por causa da grande adaptabilidade a muitos ambientes, podiam ser criados nos territórios recém-colonizados, sem maiores problemas para subsistência. A primeira notícia de importação de animais, visando à produção de forma comercial, só aconteceu em 1910.

Saiba mais

Caprinos: características externas da cabeça do animal

Conhecer a boa conformação anatômica e as características desejáveis da espécie e das raças é o que proporciona identificar os defeitos de um animal e classificá-los quanto ao grau de interferência no desempenho produtivo. Também, conhecer os aspectos de um animal saudável facilita na identificação de animais doentes.

Saiba mais

Reconstituição: que tipo de medicamento é esse?

A reconstituição consiste em retornar um medicamento da forma de pó (liofilizado) para sua forma original líquida. Muitos medicamentos são vendidos liofilizados, pois isso garante maior durabilidade do fármaco para a comercialização. Após serem reconstituídos, os medicamentos passam a ter vida útil reduzida.

Saiba mais

Alimentação dos caprinos: o que deve ser pensado ao fazer o planejamento alimentar desses animais?

A alimentação está entre os principais fatores que contribuem para o bom desempenho produtivo e reprodutivo dos caprinos, de modo que uma dieta inadequada acarreta importantes prejuízos ao produtor, uma vez que provoca a queda da imunidade e torna o animal suscetível a doenças.

Saiba mais

Carne caprina: conheça as características dessa carne de grande aceitação e alto valor econômico

A carne caprina possui boa aceitação (uma das carnes mais consumidas do mundo) e grande valor econômico. É uma carne vermelha de boa qualidade, com bastante teor de proteína de alto valor biológico e baixa porcentagem de gordura.

Saiba mais

Vai criar caprinos? Antes, peça orientação a um veterinário

Antes de iniciar a criação de caprinos, o produtor precisa definir o tipo de exploração que irá empreender: se irá trabalhar com leite, carne ou pele, ou uma combinação destes; e que mercados pretende atender. “Por isso o planejamento é tão importante e é justamente nesse momento que entram as orientações de um médico veterinário”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário, responda: qual a finalidade do citoesqueleto?

O citoesqueleto mantém as estruturas que fazem parte da célula de forma ordenada e organizada. O citoesqueleto é formado por uma rede de filamentos dispostos dentro da célula. “Esses filamentos fazem com que cada organela permaneça no seu devido lugar, exercendo a sua função de modo adequado”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário: como as imagens ultrassonográficas são formadas?

No transdutor do aparelho de ultrassom existem vários cristais ou elementos piezoelétricos. Quando o aparelho é ligado à tomada, a corrente elétrica faz vibrar os cristais, formando um tipo de energia denominada onda sonora que chegam aos objetos ou tecidos do corpo. Depois que a onda sonora bate nos tecidos, ela retorna até o transdutor, vibrando os cristais, fazendo com que a energia sonora seja transformada novamente em impulso elétrico.

Saiba mais

Síntese de proteína: como ocorre esse processo?

As células são formadas por diversas proteínas. A estrutura das proteínas é formada por cadeias polipeptídicas que sempre são adicionadas a um grupo Amino e a um grupo Carboxílico. A formação dessa estrutura é comandada pelo DNA, de acordo com a necessidade de cada uma das células e do organismo animal.

Saiba mais

Sr. Veterinário, entenda mais sobre as proteínas

Todas as proteínas são formadas a partir de um mesmo conjunto de 20 aminoácidos, também denominados de aminoácidos essenciais, ligados covalentemente em sequências lineares. As células são formadas por diversas proteínas. A estrutura das proteínas é formada por cadeias polipeptídicas que sempre são adicionadas a um grupo Amino e a um grupo Carboxílico. A formação dessa estrutura é comandada pelo DNA, de acordo com a necessidade de cada uma das células e do organismo animal.

Saiba mais

Placentação em bovinos: você sabe quais são as membranas extraembrionárias formadas nesse processo?

O processo de implantação ocorre com a adesão da placenta no endométrio, através de uma ligação própria, formando uma estrutura que se desenvolve ao longo da fase gestacional.

Saiba mais

O hipotálamo e a produção de hormônios em animais

O hipotálamo é a região do cérebro formado por neurônios na qual ocorre a junção e controle do sistema nervoso e do sistema endócrino para a produção de hormônios que serão transmitidos à adeno-hipófise e à neuro-hipófise, afirma Waleska de Melo Ferreira Dantas, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Anatomia dos tetos mamários de vacas leiteiras

A forma e posição dos tetos de uma vaca influenciam na facilidade da ordenha. “A superfície dos tetos apresenta uma pele fina e a parede dos tetos é formada por diversas fibras musculares lisas pelas quais circula extenso volume de sangue”, explica Paolo Vivenza, professor do VET Profissional. Observe, na imagem, as estruturas que compõem a anatomia dos tetos:

Saiba mais

Uma solução para o lixo descartado? Aterro sanitário

O lixo descartado de forma inadequada atrai animais sinantrópicos, que buscam nesses resíduos água, abrigo e alimento. Esses animais são vetores de doenças, cuja vítima é o próprio homem. Além desse problema, o lixo gera chorume e gases altamente poluentes, assoreamentos, desvalorização de terrenos e enchentes.

Saiba mais

Veterinário, conheça as subdivisões da Anatomia Animal

A anatomia é um ramo da biologia que estuda as formas e estruturas que compõem o corpo do animal e as correlaciona com as funções do corpo do mesmo. Inicialmente, a anatomia era simplesmente descritiva, utilizando bisturis e pinças, fazendo a separação das estruturas e sua descrição. Com o desenvolvimento da ciência anatômica, surgiu a necessidade de subdividi-la. Uma delas, dentre as várias divisões da anatomia animal, é a anatomia macroscópica, que é a anatomia em si, a descrição das estruturas a olho nu.

Saiba mais

Anestesia geral: características, aplicação, vantagens e desvantagens

Anestesia geral injetável é a administração de fármacos anestésicos de forma injetável com o objetivo de alcançar os pilares da anestesiologia, tais quais: inconsciência, relaxamento muscular, analgesia e estabilidade autonômica. As características ideais de uma anestesia injetável são: ser solúvel em água; ser estável em solução aquosa; estar presente em concentrações adequadas;

Saiba mais

Precisando examinar boca de gatos? Saiba como

O exame físico de inspeção e palpação da boca de cães e gatos além de ser relativamente simples, permite que o médico observe uma série de alterações que possam acometer a cavidade oral desses animais domésticos. “Ao iniciar a inspeção e palpação da boca de felinos, o Veterinário deve conter previamente o animal para que o exame seja feito de forma rápida, precisa e eficiente, minimizando o estresse para o animal e os riscos para o examinador”, afirma Dra. Waleska de Melo Ferreira Dantas

Saiba mais

Sr. Veterinário, você já conhece o Citosol!

O citosol é o fluido livre, gelatinoso, presente na célula. É formado por água, além de eletrólitos, proteínas e carboidratos. "Trata-se de um fluido claro, transparente que tem como função realizar a movimentação de todas as organelas presentes no citoplasma", afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário, conheça as principais funções das pálpebras oculares

Precisando avaliar os olhos de algum animal sob seus cuidados? A primeira dica para que isto seja realizado de forma correta é conhecer a anatomia e a fisiologia oftálmica, a começar pelas pálpebras e suas funções. As principais funções das pálpebras são: • Proteção: contra agressões externas, corpos estranhos, dentre outros. • Filme lacrimal: produção de mucina e lipídios. • Ato de piscar, promovendo:

Saiba mais

Córnea, esclera e limbo: o que saber sobre isso?

Córnea e esclera formam a camada fibrosa do olho. O que torna a córnea transparente e a esclera branca são os tipos de colágenos atuantes, as disposições de suas fibras e as vascularizações. O limbo é a transição entre a córnea e a esclera. “Nesta região são encontradas inúmeras células-tronco que se multiplicam em ceratócitos que caminham no sentido da córnea, levando as células que se renovarão”, explica Kelly Pontes, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Dissecação de músculos do braço de equinos: como fazer

Ao adentrarmos ao processo de dissecação de músculos do braço de equinos, explica Marcelo Santana, professor do VetProfissional, o primeiro músculo a ser observado é o músculo tríceps braquial formado por cabeça lateral e cabeça longa.

Saiba mais

Sr. Veterinário: conheça as dimensões da suinocultura brasileira

O dimensionamento da suinocultura brasileira envolve a estimativa do número de animais produzidos, bem como a movimentação financeira dos elos que formam a cadeia produtiva, explica Mariana Costa Fausto, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Osteologia canina: como é feita a divisão dos ossos?

A osteologia é o estudo dos ossos, juntamente com a cartilagem e os ligamentos, que formam o esqueleto do animal.

Saiba mais

Homeostase em animais: você conhece esse mecanismo?

Vários são os mecanismos que promovem o funcionamento adequado do organismo dos seres vivos. Entre eles, destaca-se a homeostase, cuja função é manter de forma estática ou equilibrada as reações fisiológicas que acontecem dentro do organismo do animal.

Saiba mais

Quais principais doenças periodontais que acometem cães e gatos?

Doença periodontal é a enfermidade mais comum da cavidade oral de cães e gatos. Inicia-se por acúmulo de bactérias na superfície dos dentes e progride até os tecidos de sustentação que formam o periodonto, que são gengiva, osso alveolar, cemento e ligamento periodontal.

Saiba mais

Tecido conjuntivo adiposo em animais: conheça as características desse tecido

O tecido conjuntivo adiposo é um tecido especializado, responsável pelo armazenamento e quebra de energia sob a forma de triglicerídeos; pela formação de coxins absorventes de choque, presentes, por exemplo, nos colchões palmares e plantares das patas dos animais.

Saiba mais

Necropsia em ovino: língua, orofaringe e coração. Como é feito o exame desses órgãos?

O exame necroscópico é fundamental para definição ou confirmação de diagnóstico. Entre as etapas de realização dessa técnica destaca-se o exame dos órgãos, a qual é realizada após exame externo do cadáver. O exame dos órgãos é feito de forma minuciosa, e cada órgão é examinado individualmente, observando possíveis processos patológicos.

Saiba mais

Tamanduá-mirim: Sr. Veterinário, como realizar o atendimento desse animal?

A avaliação física do tamanduá-mirim deve ser feita da mesma forma que a avaliação de um animal doméstico. É importante que todos os equipamentos que serão utilizados já estejam prontos na hora do exame para que a contenção física do paciente seja rápida e objetiva, diminuindo, assim, o estresse.

Saiba mais

Cavidade abdominal: divisões da estrutura que aloja a maioria dos órgãos do sistema digestório

A cavidade abdominal faz parte do tronco do animal, que é dividido em tórax, abdômen e pelve e se encontra na porção caudal ao diafragma. Ela é composta por quatro músculos, formando, assim, a parede abdominal.

Saiba mais

Exérese de glândulas salivares: você conhece este procedimento?

A exérese nada mais é do que a remoção cirúrgica de partes estranhas ou doentes do corpo. A exérese das glândulas salivares, nos casos veterinários, é geralmente recomendada quando, estando os ductos salivares obstruídos, cistos se formam devido ao acúmulo de saliva, ou quando há lesões glandulares ou dos ductos em virtude de traumas que geram o extravasamento da saliva. Esses traumas acontecem frequentemente por brigas entre os animais, que mordem uns aos outros na região do pescoço.

Saiba mais

Osso coxal: conheça essa porção da pelve óssea de animais

A pelve, formada pelos ossos coxal, sacro e as primeiras vértebras coccígeas é a porção final do tronco, onde se fixam os membros pélvicos e a cauda. O osso coxal é constituído pela fusão de três ossos: ílio, ísquio e púbis.

Saiba mais

Fungos? Não. Actinomyces. Você conhece esse gênero de bactérias?

Actinomyces é um gênero de actinobactérias anaeróbias ou anaeróbias facultativas que não formam esporos. São gram-positivas, que individualmente possuem a forma esférica e, quando formam colônias, assumem estruturas semelhantes às hifas dos fungos.

Saiba mais

Articulações do joelho de animais domésticos: conheça as principais estruturas

A articulação do joelho é formada pelo contato entre o osso fêmur e os ossos da perna tíbia e fíbula. Entre os ossos envolvidos nessa articulação, está presente ainda o osso Patela, maior osso sesamoide do animal.

Saiba mais

Anestesia geral injetável em animais: quais são as vantagens e desvantagens?

A Anestesia geral injetável é a administração de fármacos anestésicos de forma injetável com o objetivo de alcançar os pilares da Anestesiologia, a saber: • Inconsciência. • Relaxamento muscular. • Analgesia. • Estabilidade autonômica.

Saiba mais

Compostagem: você conhece essa técnica de aproveitamento de dejetos?

No meio rural, muitos dos dejetos produzidos podem ser reaproveitados e utilizados como adubo na própria plantação. Uma dessas formas de aproveitamento é feita através da técnica de compostagem.

Saiba mais

Técnicas anestésicas locais em bovinos

A anestesia faz parte da rotina veterinária e é importante para os bovinos. Em termos técnicos, a anestesia consiste na aplicação de medicamentos para eliminar ou aliviar a dor em um local ou de forma generalizada, de modo que seja possível realizar procedimentos cirúrgicos. Cabe ao médico veterinário avaliar o animal e definir qual a melhor forma de aplicação em cada caso.

Saiba mais

Por que castrar cães machos é uma ação para o bem-estar social?

Muitas pessoas consideram que a melhor forma de controlar a natalidade de cães e gatos é a castração de fêmeas, uma vez que são elas que geram os filhotes. Embora castrá-las seja, sim, uma forma de controle, a orquiectomia, ou seja, a castração de machos, causa muito mais impacto nesse aspecto quando existe um grande volume de animais a ser neutralizado reprodutivamente.

Saiba mais

Descorna: indicações e técnicas

Muito comum nas criações de bovinos, ovinos e caprinos, a descorna é uma prática que consiste em eliminar os cornos (chifres) dos animais, extraindo-os ou impedindo seu crescimento. Quando realizada em filhotes, também é chamada de mochação.

Saiba mais

Precisando avaliar cavalos? Observe-os em grupo, não isoladamente

Precisando avaliar cavalos? Observe-os em grupo, não isoladamente. Quando observarmos os animais em conjunto, é possível comparar comportamentos e posturas diferenciadas entre animais saudáveis e animais doentes. Esses últimos tendem a se afastar do grupo, apresentam comportamento ingestivo diferenciado, bem como o modo como se locomovem.

Saiba mais

Éguas sociáveis, potros sociáveis. Entenda!

O contato social com o ser humano começa, por exemplo, pelo hábito de escovar a égua gestante e realizar o manejo diário com maior atenção, interesse, estimulando o conforto durante a escovação. Esse tipo de cuidado pode fazer com que a égua se torne mais tranquila durante a gestação.

Saiba mais

Quando optar pela compostagem nas propriedades rurais?

A compostagem é um processo controlado por decomposição microbiana, utilizado, assim como a fossa séptica, para purificar os dejetos produzidos nas propriedades rurais, no entanto, é a opção mais indicada para materiais de menor umidade, explica Prof. Marcelo Dias da Silva, do VET Profissional. O processo de compostagem ocorre da seguinte forma: - Inicialmente, formam-se leiras com o produto que passará pela compostagem. Esse material deverá fica sob temperatura de 25 C°.

Saiba mais

A tuberculose bovina e a forma comum de transmissão

A tuberculose bovina é uma doença que ocorre em praticamente todo o mundo, sendo a América do Sul um dos locais de maior incidência. No Brasil o problema é preocupante e se constitui em um grave problema de saúde pública. Os principais prejuízos causados pela tuberculose são a diminuição da produção de leite e de carne e a perda de animais que, dependendo do sistema de produção, pode ser disseminada rapidamente entre o rebanho, explica Prof. Leonardo Cotta Quintão, professor do VetProfissional. Por apresentar sinais comuns de várias enfermidades, a identificação dessa doença exige métodos complementares.

Saiba mais

Ovelhas prenhes: Você sabe como manejar esses animais de forma correta?

"Separar as ovelhas em lotes homogêneos, em muitos momentos, facilita muito o manejo desses animais, contudo é importante saber identificar as características que definem essa divisão em grupos”, explica Magna Coroa Lima, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Glomerulonefropatias em animais domésticos: você conhece a glomerulonefrite?

As glomerulonefropatias são doenças glomerulares consideradas como principais causas de doença renal crônica em cães, prevalecendo a ocorrência em animais de meia idade e idosos.

Saiba mais

Sêmen de garanhões: como fazer a coleta de forma adequada?

A inseminação artificial é uma técnica que permite maior eficiência na reprodução equina. “No entanto, para alcançar essa eficiência, é preciso coletar e avaliar o sêmen que será utilizado no processo, observando os critérios: número de espermatozoides, porcentagem de concentração, padrões de motilidade e vigor”, explica Maria Gazzinelli, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Médico veterinário: vamos lembrar como coletar o sangue pela veia jugular em cães?

Antes de indicar a coleta de sangue, é necessário que o Médico veterinário faça um bom exame físico do paciente, pois aqueles com coagulopatias graves não devem ser submetidos ao procedimento.

Saiba mais

Células: conheça essa estrutura essencial para a vida animal

A célula é a unidade básica do corpo dos mamíferos. O corpo é formado por mais de trilhões de células. “O conjunto de células formam os órgãos e sistemas responsáveis pelas funções vitais do organismo, por exemplo: respiração, deglutição, absorção e adaptação ao meio ambiente”, explica Waleska de Melo, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Tecido Epitelial de Revestimento: vamos conhecer suas características?

O tecido epitelial possui muitas funções, como proteção, absorção, secreção, percepção de estímulos, contração, entre outros. Quando está presente revestindo órgãos é classificado como tecido epitelial de revestimento.

Saiba mais

Eutanásia em animais

O Guia Brasileiro de Boas Práticas Para Eutanásia em Animais define eutanásia como “[...] a indução da cessação da vida animal, por meio de métodos tecnicamente aceitáveis e cientificamente comprovados, observando sempre os princípios éticos”. Logo, esse procedimento preza pelo respeito ao animal e à ética.

Saiba mais

VET Profissional: dicas para vestir os equipamentos cirúrgicos

Para a preparação de cirurgias em cães e gato, é imprescindível estar atento a vários procedimentos, que serão fundamentais para garantir que não haja qualquer tipo de contaminação ao animal por parte do veterinário. Após reunir a equipe, dentre outros procedimentos, é necessário vestir alguns equipamentos cirúrgicos.

Saiba mais

Fisioterapia em animais: é possível realizar atendimento no domicílio do paciente?

Os pacientes internos são aqueles que recebem atendimento do fisiatra em clínicas, hospitais ou centros de reabilitação de propriedade do médico veterinário ou em parceria com outros médicos. Já os pacientes externos, são aqueles cujo atendimento é realizado pelo fisiatra em domicílio.

Saiba mais

Enucleação: você conhece esse procedimento?

A enucleação é a remoção cirúrgica do globo ocular, da conjuntiva, da terceira pálpebra (nictante) e das margens palpebrais. Essa é uma das cirurgias oftalmológicas mais comuns em animais de grande porte.

Saiba mais

Sistema nervoso: vamos conhecer a divisão desse sistema?

O sistema nervoso é considerado um dos tecidos mais especializados do organismo animal, sendo o principal regulador de todas as funções realizadas no organismo.

Saiba mais

Cetose e esteatose hepática em vacas leiteiras: conheça duas doenças metabólicas que ocorrem simultaneamente no animal

A cetose é uma desordem metabólica associada ao balanço energético negativo e à carência de carboidratos precursores de glicose, típicas do período do parto de vacas de elevada produção de leite. Enquanto a esteatose hepática é a condição na qual ocorre acúmulo de triglicerídeos dentro dos hepatócitos (acúmulo de gordura nas células do fígado).

Saiba mais

Necropsia em gatos: como fazer a avaliação das mucosas?

Na necropsia é feita uma análise detalhada do cadáver, tanto na parte externa como interna. O exame externo nada mais é que uma avaliação detalhada da superfície do cadáver. Trata-se da primeira fase da necropsia em que informações relevantes são coletadas para elucidar a causa mortis do animal.

Saiba mais

Cólica em equinos? Conheça o Strongylus vulgaris, verme responsável por essa enfermidade

Os vermes da família Strongylidae são facilmente observados na mucosa intestinal de equídeos (equinos, asininos), possuindo coloração vermelho escuro.

Saiba mais

Proteínas constituintes do leite: vamos conhecer suas características?

O leite bovino é um fluido complexo, produto da secreção mamária, que contém água, lipídios, proteínas, carboidratos e sais minerais.

Saiba mais

Flap de terceira pálpebra: quais são as vantagens e as desvantagens?

O flap de terceira pálpebra consiste em imobilizar a terceira pálpebra por cima do globo ocular com a finalidade de constituir uma barreira física para proteção da córnea.

Saiba mais

10 passos para fazer a coleta de sangue na veia jugular de pacientes caninos

Ao considerar o volume de sangue a ser coletado para hemograma e bioquímico, a veia de escolha para coleta das amostras foi a veia jugular, localizada na região do pescoço.

Saiba mais

Lesões ósseas em animais: conheça os tipos de lesões que podem ser observadas nos exames radiográficos

Para as lesões ósseas serem vistas e detectadas radiograficamente, mais de 30% ou 50% de lesão já deve ter ocorrido no osso, ou seja, quando já se tem uma lesão maior.

Saiba mais

Aparelho mastigatório: vamos conhecer a arcada dentária canina?

Nos caninos, a dentição pode ser considerada completa, uma vez que esse animal possui os três tipos de dentes: incisivos pequenos, caninos fortes e pontiagudos e molares com saliências aguçadas e cortantes.

Saiba mais

Maternidade para criação de suínos: o que é necessário nas instalações?

No setor de maternidade, o maior desafio para a produção de suínos é a ambiência, já que as temperaturas de conforto térmico da porca e dos recém-nascidos são distintas.

Saiba mais

Osteossíntese de mandíbula canina: entenda como ocorre a colocação de placa de titânio

Os animais de estimação, assim como as pessoas, estão sujeitos a acidentes que muitas vezes podem resultar em traumas. E um desses traumas de grande relevância para a cirurgia veterinária é a fratura mandibular em pequenos animais.

Saiba mais

Vacas em lactação: quais são os teores de proteína que devem ser utilizados nas dietas desses animais?

A correta formulação da dieta associando proteínas aos demais ingredientes podem otimizar a produção de leite. A formulação de dietas para vacas em lactação deve considerar todos os fatores relacionados ao metabolismo de proteína no ruminante.

Saiba mais

Mecanismos de respiração de animais domésticos: Você sabe o que é depuração respiratória?

O processo de depuração respiratória é realizado por mecanismos fisiológicos para remoção de partículas que podem ser inaladas juntamente com o ar atmosférico.

Saiba mais

Mastite: doença muitas vezes provocada por humanos. Entenda!

As mastites correspondem à principal enfermidade que acomete rebanhos leiteiros em todo o mundo.

Saiba mais

Linfadenite caseosa em ovinos: você conhece essa enfermidade?

As doenças bacterianas são uma grande preocupação na criação animal, uma vez que as bactérias são microrganismos geralmente persistentes, exigindo tratamento medicamentoso intenso.

Saiba mais

Anestologia local em pequenos animais: entenda como funciona

Anestesia local ou loco-regional corresponde a um conjunto de técnicas anestésicas que, através da administração de fármacos, impedem ou bloqueiam a difusão do impulso nociceptivo de forma temporária em determinada região do corpo do paciente.

Saiba mais

Dissecação da face medial do membro torácico de bovino: como iniciar?

Para realizar a dissecação da face medial do membro torácico, é necessário, em primeiro lugar, observar e realizar o descolamento de músculos que compõem a região do cíngulo escapular.

Saiba mais

Criação de passeriformes e psitacídeos: quais são as instalações recomendadas?

A criação de pássaros, apesar de parecer uma atividade simples, existe muitos cuidados, pois se trata de animais frágeis, com particularidades que variam de espécie para espécie.

Saiba mais

O que é a torção gástrica em cães?

Gustavo Carvalho Cobucci, Médico Veterinário, Mestre em Clínica Médica e Cirúrgica de Cães e Gatos e professor do VET Profissional, explica que "um bom veterinário deve conhecer a fundo todos os problemas que os animais podem apresentar, para conseguir diagnosticar e curá-los da forma mais rápida e eficiente possível".

Saiba mais

Como combater cálculos urinários em cães e gatos?

Assim como os seres humanos, os animais também podem sofrer com cálculos urinários, que são bem parecidos aos nossos. Esse material sólido é formado, geralmente, por sais minerais, com elementos como o cálcio, o magnésio, a amônia, o fósforo e carbonatos. A consistência do cálculo e a composição são similares a do calcário.

Saiba mais

Cirurgias veterinárias intestinais: enterotomia, enterectomia e enteroanastomose

Depois de conhecer a uretrostomia, apresentamos três novos tipos de cirurgia no intestino de animais: a enterotomia, a enterectomia e a enteroanastomose. A princípio os nomes podem parecer difíceis, mas elas dizem respeito a procedimentos relativamente simples para o médico veterinário e que, de certa forma, se complementam.

Saiba mais

Cirurgia veterinária: impactação e abscedação do Saco Anal

A estrutura chamada de saco anal está presente em todos os cães e gatos e cada um possui duas dessas estruturas. Não são visíveis externamente e ficam localizadas na lateral do ânus desses animais. Formando uma espécie de bolsa, dentro de cada saco há duas glândulas, denominadas adanais ou glândulas do saco anal.

Saiba mais

Dermatite canina: saiba tudo sobre essa doença

Um dos problemas mais comuns em pets é a dermatite canina. De forma resumida, a dermatite é uma doença na pele do animal, que provoca coceira, vermelhidão e o surgimento de pequenas feridas. Um dos exemplos mais conhecidos dessa doença é a sarna, mas também há outros como a micose e a escabiose.

Saiba mais

Bovinos devem ser casqueados? Por quê?

Os cascos têm por finalidade a sustentação e a locomoção dos bovinos, daí sua estrutura rígida e sua forma de crescimento. O casqueamento tem como principal objetivo prevenir doenças dos cascos em animais estabulados e mesmo mantidos em piquetes.

Saiba mais

Aprenda o passo a passo do casqueamento em bovinos

Antes de começar o casqueamento, avalie cuidadosamente todas as vacas para determinar quais necessitam de casqueamento. Comece com a unha de dentro do membro posterior. Usualmente, essa unha tem a forma normal. Usando como guia a unha de dentro, apare a unha de fora (membros posteriores), deixando-a do mesmo tamanho. Quando terminar, as superfícies de apoio deverão estar planas de dentro para fora e da frente para trás.

Saiba mais

Estro em leitoas: como diagnosticar?

Nas fêmeas suínas, a puberdade é caracterizada pelo primeiro cio produtivo ou o processo de ovulação. Ocorre em torno de 135 dias de idade. A partir da puberdade as fêmeas passam a ser monitoradas. Nesse momento, suinocultores e veterinários responsáveis devem formar lotes de animais com cio em período semelhante.

Saiba mais

Sr. Veterinário, entenda melhor o reflexo da ejeção do leite bovino

Na natureza, o leite é liberado pela vaca quando o bezerro mama. Já nos rebanhos de gado leiteiro, as vacas devem ser treinadas e condicionadas para responder aos estímulos do ordenhador e do equipamento de ordenha, quando esta é feita sem a presença do bezerro posicionado ao pé do animal. As células mioepiteliais que compõem o alvéolo, por sua vez, encontram-se sujeitas ao controle hormonal. Quando são estimuladas, contraem e causam a ejeção do leite para a fora do alvéolo. Dessa forma, é possível fazer a extração por meio da ordenha mecânica.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba sobre a passagem de substâncias pelo organismo animal

A passagem de substâncias no organismo ocorre de acordo com as necessidades fisiológicas do animal representadas pela demanda de cada uma das células e tecidos-alvo. “O transporte através da membrana plasmática pode se dar de forma passiva por difusão ou por transporte ativo”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Veterinário: você sabe o que é Bioeletrogênese?

O meio intracelular é carregado negativamente devido a altas quantidades de proteínas existentes dentro das células. O meio extracelular é carregado positivamente devido à abundância de moléculas iônicas, principalmente eletrólitos, predominantes fora das células. Dessa forma, há diferença de potencial elétrico existente no interior e no exterior das células. De modo geral, as células apresentam potencial elétrico em torno de 90 miliwolts.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba um pouco mais sobre a função das proteínas no organismo animal

De acordo com a Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional, “as proteínas desempenham importantes funções em nosso organismo, assim como no organismo animal”. Veja por exemplo a elastina, uma proteína de coloração amarela que forma fibras elásticas e está presente em diversos órgãos e ligamentos, entre eles: pulmão, trompa de Eustáquio, epiglote, laringe e artérias.

Saiba mais

Sr. Veterinário: um pouco mais sobre homeostase e seus mecanismos

Homeostase ou homeostasia, especialmente nos seres vivos, é a propriedade de um sistema aberto em regular o seu ambiente interno, de modo a manter a condição estável de seus mecanismos. Em grego a palavra homeostase significa: Homeo – similar e Stasis - estático. Nesse sentido, a homeostase tenta manter de forma estática ou equilibrada das reações fisiológicas que acontecem dentro do organismo do animal

Saiba mais

Sr. Veterinário, um pouco mais sobre a distribuição dos fluidos corporais

Os fluidos corporais localizam-se em dois compartimentos no organismo - dentro e fora da célula do animal, afirma afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional. Por isso, são denominados: líquidos intracelulares (LIC) e líquidos extracelulares (LEC). O líquido extracelular pode ser classificado de 3 formas:

Saiba mais

A água na manutenção dos fluidos corporais dos animais

A manutenção do volume de água em relação aos demais fluidos presentes dentro e fora da célula ocorre através da osmose. Dessa forma, é possível manter o nível de água e de íons osmoticamente ativos equilibrado nos meios intra e extracelular. “O nível de água deve permanecer igual em todos os compartimentos nos organismos saudáveis, e não deve haver fluxo resultante de água, ou seja, não deve haver água a mais ou a menos nos compartimentos corporais”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Unidade básica do corpo dos mamíferos? A célula!

A vida de um animal se inicia com apenas uma célula, através da fecundação de um óvulo por um espermatozoide que dá origem ao crescimento celular de um novo ser vivo. A célula é a unidade básica do corpo dos mamíferos. O corpo é formado por mais de trilhões de células.

Saiba mais

Criação de frangos de corte: dicas para a densidade e cama

A densidade da cama para a criação de frangos de corte diz respeito à quantidade de aves por área de galpão. Densidades menores representam maior conforto e bem-estar para a ave, enquanto que altas densidades representam mais lucro por área. “A cama é um item importante na avicultura, pois seu descuido pode gerar sérios problemas sanitários ao lote”, explica Marcelo Dias, professor do VET Profissional. Dessa forma, a cama precisa ter aspecto seco, sem emplastramentos, e necessita de revolvimentos periódicos.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba mais sobre o reflexo da ejeção do leite

Na natureza, o leite é liberado pela vaca quando o bezerro mama. Já nos rebanhos de gado leiteiro, as vacas devem ser treinadas e condicionadas para responder aos estímulos do ordenhador e do equipamento de ordenha, quando esta é feita sem a presença do bezerro posicionado ao pé do animal. “As células mioepiteliais que compõem o alvéolo encontram-se sujeitas ao controle hormonal. Quando são estimuladas, contraem e causam a ejeção do leite para a fora do alvéolo. Dessa forma, é possível fazer a extração por meio da ordenha mecânica”, explica Paolo Vivenza, professor do VET Profissional.

Saiba mais

O que é o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite exigido pela IN 77?

O Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite presente na IN 77 faz parte da gestão de qualidade e está incluído no autocontrole realizado pelo laticínio, portanto, sua elaboração, implantação e execução são de total responsabilidade do laticínio. Dessa forma, cabe ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) e aos seus técnicos apenas acompanhar e fiscalizar a execução do Plano.

Saiba mais

Esterquia: aproveitamento de resíduos e dejetos produzidos em fazendas

No meio rural, muitos dos dejetos produzidos podem ser reaproveitados e utilizados como adubo na própria plantação. As técnicas da compostagem, fossa séptica e esterqueira, por exemplo, são importantes soluções para incorporar os dejetos de forma ecológica e sensata a favor da propriedade rural.

Saiba mais

Mercado de pets exóticos cresce e pede por médicos veterinários especializados

Estudar sobre pets exóticos ou não convencionais é muito importante para o médico veterinário porque se trata de animais cada vez mais recorrentes nos consultórios. Pode-se conceituá-los como sendo todas as espécies que não são comuns nos domicílios, como algumas aves, répteis e mamíferos que não sejam cão e gato. São animais de estimação interessantes, pois podem se adaptar perfeitamente à presença humana, gostam de carinho e interagem com as pessoas, obviamente que de forma diferente das interações as quais as pessoas estão acostumadas.

Saiba mais

Anemia infecciosa equina: saiba mais sobre essa doença

A anemia infecciosa equina (AIE) é uma doença de etiologia viral causada por um retrovírus da subfamília Lentivirinae, família Retroviridae. “A transmissão se dá a partir da transferência de sangue ou derivados sanguíneos contaminados, seja por via fômite ou por picadas de insetos, e ainda de forma intrauterina e seminal”, explica Maria Gazzinelli, Professora do VET Profissional.

Saiba mais

O fator Luz nas fases de cria e recria de galinhas poedeiras

Ao se trabalhar com cria e recria de aves, é preciso pensar em alguns pontos, explica Marcelo Dias, Professor do VET Profissional. São eles: I- Até 9 semanas, as aves são refratárias hormonalmente à luz. Dessa forma, nos dois primeiros dias de chegada da pintainha, são necessárias 23-24 horas de luz para que elas se adaptem aos círculos de proteção e ao ambiente. A partir daí, utiliza-se luz natural até a 9a semana de vida.

Saiba mais

Clostridioses em bovinos: doenças bacterianas de alta mortalidade

As Clostridioses são um complexo de enfermidades que ocorrem de forma muito rápida e fatal, e é causado por bactérias do gênero Clostrídios. Essas bactérias têm capacidade de esporulação, e são encontradas nas fezes dos animais, no solo, entre outros, explica Marcelo dias da Silva, Professor do VET Profissional.

Saiba mais

Médico Veterinário: sabia que você pode atuar como fisioterapeuta animal?

Os profissionais que atuam em fisioterapia veterinária são médicos veterinários formados em instituições reconhecidas pelo MEC. Após a graduação, o profissional que deseja atuar na área de fisioterapia veterinária deverá fazer uma especialização - pós-graduação lato sensu - em fisioterapia animal.

Saiba mais

Exodontia em pequenos animais: cuidados ao extrair dentes caninos

Para a realização da exodondia são utilizados o osteótomo e o martelo para a retirada do osso alveolar. “Essa técnica precisa ser executada de forma cuidadosa devido à força empregada nos instrumentos bem próximos às áreas internas da boca”, explica Fernando Fernandes, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Os microrganismos são vilões ou mocinhos?

Os microrganismos constituem a maior massa de célula viva do planeta e têm grande importância médica, sendo utilizados para a produção de remédios e vacinas. Ainda existem aqueles que estão presentes naturalmente no organismo dos seres vivos, de forma benéfica, controlando a proliferação de bactérias patogênicas. No entanto, existem também microrganismos patogênicos responsáveis por importantes enfermidades que podem acometer todos os seres vivos, seja animal ou vegetal.

Saiba mais

Histologia: qual a importância dessa disciplina para a Medicina Veterinária?

Uma das competências do médico veterinário é dar diagnósticos, procedimento que nem sempre envolve lesões e doenças. “Após uma análise, identificar que no órgão ou tecido não há alterações microscópicas também é uma forma de diagnosticar um paciente e é a histologia que fornece conhecimento para que o profissional consiga fazer esse tipo de verificação”, explica Rosyane Souza Cruzeiro, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Vértebras cervicais de animais domésticos: conheça um pouco sobre essa estrutura

A coluna vertebral dos animais se inicia no pescoço, o qual é composto por vértebras cervicais. Tais vértebras são irregulares e formadas por um orifício.

Saiba mais

Teste de Schirmer: você sabe o que é?

“O teste de Schirmer determina a produção lacrimal do olho avaliado, com o uso de uma tira comercial, milimétrica, que deve ser colocada entre o terço lateral e o terço médio do saco conjuntival ventral do olho, evitando, dessa forma, o contato com a terceira pálpebra”, explica Gustavo Carvalho Cobucci, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Esgotamento de inóculo: como realizar esse método de isolamento de microrganismos?

O método de isolamento de microrganismos é denominado Esgotamento do Inóculo, cujo objetivo é formar uma colônia pura a partir de uma única célula de determinado microrganismo.

Saiba mais

Descorna em animais domésticos: quais as técnicas utilizadas para esse procedimento?

A descorna é um procedimento simples, utilizada em bovinos, ovinos e caprinos, que visa remover ou evitar o surgimento dos cornos, vulgarmente conhecidos como chifres. Por ser frequentemente realizado por leigos em propriedades rurais, pode trazer complicações para os animais.

Saiba mais

Saneamento básico no meio rural: fossa séptica

O saneamento básico é essencial tanto para o meio rural quanto para o meio urbano. Porém, esses recursos normalmente não são oferecidos à zona rural, sendo necessário criar formas de resolver esse problema, apresentando ao produtor rural recursos acessíveis e seguros para ter acesso à água de boa qualidade e para tratar as águas advindas das várias atividades desenvolvidas na propriedade, a fim de não poluir o meio ambiente.

Saiba mais

Quando e como fazer a necropsia em animais?

No que se refere a animais, tanto de produção quanto de estimação, muitas são as causas que podem ceifar a vida desses seres. “A necropsia é, muitas vezes, a única forma de definir a causa mortis, o que, em relação aos animais de trabalho e produção, é importante para trabalhar a prevenção com os outros animais”, explica o Dr. João Paulo Machado, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Animal com afecção no trato urinário: qual a importância da resenha e da anamnese?

O sistema urinário é complexo e formado por órgãos essenciais para a manutenção do organismo. Além da produção de urina, também é responsável pela manutenção da homeostase e produção de hormônios.

Saiba mais

Exame andrológico: qual a finalidade desse exame feito em equinos?

O exame andrológico precisa ser realizado de forma criteriosa pelo Médico Veterinário que deverá incluí-lo na rotina de trabalho com os animais ou sempre que se fizer necessário. Por meio do exame também são avaliados o comportamento, a postura do animal no momento da cópula e características espermáticas.

Saiba mais

Produção de leite: quais são os custos dessa atividade?

A produção de leite está diretamente relacionada com o consumo alimentar dos animais. Essa produção precisa vir de nutrientes que serão absorvidos no trato gastrointestinal do animal, passando por diversas reações bioquímicas, até chegar à glândula mamária. A partir disso serão formados precursores do leite, responsáveis pelo produto final de qualidade.

Saiba mais

Aparelho urogenital de animais domésticos: órgãos reprodutivos femininos

A reprodução, tanto na espécie humana quanto na espécie animal, é essencial para a perpetuação das espécies. Nas fêmeas, o ovário é a gônada feminina responsável pela produção do gameta, chamado de ovócito ou óvulo. Os ovócitos produzidos pelo ovário são liberados a cada ciclo estral da fêmea para que seja fecundado, formando, assim, o embrião e, consequentemente, gerando uma nova vida.

Saiba mais

Exames oftálmicos em animais domésticos: por onde começar?

O exame oftálmico é importante não só para avaliação da afecção presente, mas também para obter informações importantes sobre outros órgãos, como fígado, sistema cardiovascular etc.

Saiba mais

Fisiologia renal: filtração glomerular e sua importância

Entre as funções dos rins, destaca-se a função excretora, que consiste na eliminação de toxinas por meio da urina. No entanto, para que isso ocorra, é preciso que a urina seja formada, o que é possibilitado, entre outros processos, pela filtração glomerular.

Saiba mais

Quais são os instrumentos utilizados para cirurgia em animais?

Na realização de cirurgias em cães, gatos e outros animais de pequeno porte, é fundamental estar atento a cada detalhe, para que esse animal consiga passar por esse procedimento de forma tranquila e sem riscos. Assim como em humanos, para realizar qualquer cirurgia, o médico veterinário precisa estar atento a todos os instrumentos que usará e qual a finalidade de cada um.

Saiba mais

Fratura do corpo da mandíbula de um cachorro. E agora?

As fraturas mandibulares são muito comuns de ocorrem em cães e gatos. O médico veterinário deve ter em mente que, na fratura mandibular os animais devem ser tratados de forma independente, estudando-se caso a caso e recorrendo a manejos adequados para cada situação.

Saiba mais

Suspeita de câncer no animalzinho? Qual exame solicitar? Citologia ou histopatologia?

O câncer deriva da palavra karkinos que, no grego, significa caranguejo. Esta é uma analogia à forma pouco delimitada e infiltrativa dos diversos tumores cancerígenos.

Saiba mais

Morfologia bacteriana: você sabe classificar as bactérias morfologicamente?

Bactérias são organismos unicelulares formados por células procariontes. Apresentam estruturas essenciais, comuns a todas as espécies, entretanto há grupos que apresentam estruturas específicas.

Saiba mais

Lista de doenças de notificação compulsória: você sabe o que significa essa lista?

O conhecimento das doenças prevalentes em uma localidade é essencial para o planejamento estratégico de saúde pública. A lista de doenças de notificação compulsória fornecem informações de forma rápida e ágil, oferecendo subsídios para a tomada de decisão, permitindo a implementação de medidas de prevenção e de controle dos agravos.

Saiba mais

Manejo sanitário na caprinocultura: quais medidas necessárias para esse manejo?

O manejo sanitário são práticas utilizadas visando diminuir o aparecimento de doenças em um rebanho e reduzir o impacto econômico. “Servem para controlar as influências negativas do meio ambiente de modo a prevenir ou controlar doenças já existentes”, explica a Dr.ª Magna Coroa Lima, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Medicina Veterinária e Mestre em Zootecnia.

Saiba mais

Raiva em ovinos? Saiba como identificar essa doença de alta mortalidade para o rebanho

Para estabelecer o manejo sanitário de forma eficiente é fundamental o conhecer as doenças que ocorrem em determinada região. As doenças virais de alta mortalidade mais comuns em ovinos são raiva e língua azul.

Saiba mais

O que é edema? Quais são os mecanismos que levam à sua formação?

Edema é o acúmulo de líquido no tecido intercelular (intersticial), nos espaços ou nas cavidades do corpo. É resultado do aumento da quantidade de líquido no meio extracelular, sendo externo ao meio intravascular.

Saiba mais

Cães de guarda: como escolher o cão ideal?

Os cães de guarda são utilizados em diversos setores da sociedade, seja para casa de família, proteção individual, em condôminos, pela polícia, de forma individual ou acompanhado de um vigilante.

Saiba mais

Doença renal policística em gatos: você conhece essa doença?

Você já ouviu falar em doença renal policística? Não? A doença renal policística é uma doença autossômica dominante, com causa hereditária, caracterizada pela expansão de segmentos tubulares formando os cistos renais.

Saiba mais

Microbiologia veterinária: conheça as enfermidades causadas por herpesvírus

A família Herpesviridae abriga um grupo grande e diverso de vírus. Os vírus da família Herpesviridae possuem uma importante propriedade biológica em comum: possuem uma grande capacidade de estabelecer infecções latentes em seus hospedeiros.

Saiba mais

Cavidade celomática: vamos conhecer os órgãos do sistema respiratório que compõem essa cavidade presente nas aves

A cavidade celomática representa, nas aves, o tórax e o abdômen dos mamíferos domésticos, pois, nessa cavidade, todos os órgãos estão dispostos de forma uniforme. As aves não possuem o músculo diafragma e nem a divisão da cavidade torácica e abdominal. Nos mamíferos, esse órgão separa o tórax do abdômen.

Saiba mais

Colmeia racional x colmeia natural: afinal, qual a função das colmeias?

As abelhas são insetos sociais que vivem em colmeias. As colmeias são constituídas por vários favos paralelos, e cada um se forma por um conjunto de alvéolos que são células hexagonais de cera, construídas pelas próprias abelhas.

Saiba mais

Vírus: conheça esse microrganismo responsável por diversas doenças

Os vírus são organismos acelulares, possuidores de uma estrutura formada basicamente por proteínas e ácido nucleico. Esse microrganismo não se desenvolve em um meio de cultura. É preciso que haja um organismo hospedeiro, pois ele é um parasita obrigatório.

Saiba mais

Família Reoviridae: conheça os vírus dessa família de importância veterinária!

A família Reoviridae é composta por 11 gêneros de importância, sendo os principais: Orthoreovirus (de importância principalmente em aves), Rotavirus (pode afetar bezerros, cordeiros, cabritos, suínos, causando diarreias virais) e Orbivirus (causa uma enfermidade muito importante, chamada de “Língua Azul”, muito incidente nos ovinos e que pode acometer várias espécies, de forma mais moderada); estes dois últimos possuem mais relevância para a medicina veterinária no Brasil.

Saiba mais

Curiosidades sobre as penas das aves. Vamos conhecer?

As penas parecem ser formadas por uma estrutura homogênea, contudo são compostas por várias partes ou porções específicas.

Saiba mais

Síndrome cólica em equinos: você sabe o que é?

A síndrome cólica em equinos é uma das afecções gastrointestinais mais comuns na clínica de equinos. As cólicas podem acontecer em diferentes graus, o que determinará sua forma de controle. No geral, pode ser: Leves: controlada por AINES Moderadas: controlada por AINES + a2 agonistas Graves: controlada por a2 agonistas + opioides

Saiba mais

Médico veterinário precisa de um contador? Veja a importância desse profissional para sua clínica!

Não importa qual a natureza jurídica ou a forma de tributação de uma clínica veterinária ou de qualquer outra prestação de serviço na área veterinária, sempre será necessário organizar as obrigações tributárias e controlar a movimentações financeiras para que o empreendimento prospere e possibilite, inclusive, novos investimentos.

Saiba mais

Vazio sanitário na criação de frango e galinha caipira: entenda o que é!

O veterinário desempenha atividade fundamental na orientação dos pequenos produtores rurais quanto ao manejo adequado das aves, além de ser responsável por verificar os cuidados sanitários empregados na produção caipira. Dentre os cuidados sanitários que os produtores de frangos e galinhas caipiras devem ser orientados, está a forma correta de realizar o vazio sanitário.

Saiba mais

Doenças bacterianas em caprinos podem causar mortalidade dos animais?

É de grande importância saber identificar as doenças bacterianas de alta morbidade e de alta mortalidade em caprinos, sabendo quais são as mais prevalentes em jovens, conhecendo as práticas de diagnóstico, tratamento, profilaxia e controle dessas doenças nos caprinos.

Saiba mais

Contenção de caprinos para exames? Como realizar essa prática?

Na rotina de uma propriedade de criação de caprinos, é comum a realização de um conjunto de práticas relacionadas à lida com os animais. Entre essas práticas, destacam-se a contenção dos animais para realização de procedimentos, como exames, administração de medicamentos, pequenas cirurgias, entre outros.

Saiba mais

Clostridioses em caprinos: doenças bacterianas de alta mortalidade

As Clostridioses são um complexo de enfermidades que ocorrem de forma muito rápida e fatal em caprinos, e são causadas por bactérias do gênero Clostrídios. Essas bactérias têm capacidade de esporulação, e são encontradas nas fezes dos animais, no solo, entre outros, explica Dra. Magna Coroa Lima, Professor do VET Profissional.

Saiba mais

Caprinos: como escolher o sistema de produção?

A escolha do sistema produtivo de caprinos deve levar em consideração as finalidades da criação e a realidade do produtor. Então, o que será necessário para iniciar a criação?

Saiba mais

Caprinos e as doenças parasitárias que os acometem - ectoparasitas

Apesar de sua rusticidade, os caprinos são bastante sensíveis às parasitoses, as quais afetam seu desempenho. Considerando a grande importância social e econômica da caprinocultura, é preciso que os criadores sigam rigorosamente as medidas de manejo adequadas para evitar esse problema, possibilitando, assim, maior desenvolvimento da atividade.

Saiba mais

Verminoses em caprinos: quais são os cuidados necessários com o rebanho?

Você sabia que, assim como ocorre com as ectoparasitoses e protozooses, os caprinos são sensíveis também às verminoses? As verminoses são endoparasitas de grande importância na caprinocultura, causadas pelos helmintos (vermes).

Saiba mais

Veterinário, aprofunde seus conhecimentos as espécies de caprinos

Existem muitos preconceitos contra os caprinos e os produtos gerados por essa espécie animal, como o leite e a carne. “Trata-se de uma espécie de ruminante pouco indicada para o manejo a pasto em ambiente úmido, já que esta é uma espécie de animal com grande predisposição para verminose e pneumonia”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Formas farmacêuticas: vamos conhecer alguns componentes presentes nos medicamentos?

A forma farmacêutica é o medicamento pronto, inserido em um dos três estados: sólido, líquido ou semissólido. “Esta forma possui apresentação de acordo com as características químicas, físicas e de absorção do princípio ativo para que atue beneficamente no organismo do animal”, explica Waleska de Melo Ferreira Dantas, Médica Veterinária e Professora do VET Profissional, que é Mestre em Medicina Veterinária e Doutora em Patologia Clínica Animal.

Saiba mais

Micoplasmoses em caprinos: você conhece essa enfermidade?

Na caprinocultura existem doenças que podem causar prejuízos importantes à produção. A micoplasmose é uma das principais doenças bacterianas que acomete os caprinos.

Saiba mais

Fotoperíodo: como a luminosidade pode interferir na reprodução dos caprinos?

Como os caprinos mais usados na produção leiteira são animais poliéstricos estacionais, vão apresentar, ao longo de um ano, cios concentrados numa determinada época. É o fotoperíodo, ou seja, o comprimento do dia durante o outono que regula o aparecimento do ciclo reprodutivo.

Saiba mais

Veterinário, tire dúvidas de seus clientes quanto à criação de caprinos

Os caprinos foram introduzidos no Brasil durante o período de colonização. Por causa do porte, eram facilmente transportados nos navios, e por causa da grande adaptabilidade a muitos ambientes, podiam ser criados nos territórios recém-colonizados, sem maiores problemas para subsistência. A primeira notícia de importação de animais, visando à produção de forma comercial, só aconteceu em 1910.

Saiba mais

Caprinos: características externas da cabeça do animal

Conhecer a boa conformação anatômica e as características desejáveis da espécie e das raças é o que proporciona identificar os defeitos de um animal e classificá-los quanto ao grau de interferência no desempenho produtivo. Também, conhecer os aspectos de um animal saudável facilita na identificação de animais doentes.

Saiba mais

Reconstituição: que tipo de medicamento é esse?

A reconstituição consiste em retornar um medicamento da forma de pó (liofilizado) para sua forma original líquida. Muitos medicamentos são vendidos liofilizados, pois isso garante maior durabilidade do fármaco para a comercialização. Após serem reconstituídos, os medicamentos passam a ter vida útil reduzida.

Saiba mais

Alimentação dos caprinos: o que deve ser pensado ao fazer o planejamento alimentar desses animais?

A alimentação está entre os principais fatores que contribuem para o bom desempenho produtivo e reprodutivo dos caprinos, de modo que uma dieta inadequada acarreta importantes prejuízos ao produtor, uma vez que provoca a queda da imunidade e torna o animal suscetível a doenças.

Saiba mais

Carne caprina: conheça as características dessa carne de grande aceitação e alto valor econômico

A carne caprina possui boa aceitação (uma das carnes mais consumidas do mundo) e grande valor econômico. É uma carne vermelha de boa qualidade, com bastante teor de proteína de alto valor biológico e baixa porcentagem de gordura.

Saiba mais

Vai criar caprinos? Antes, peça orientação a um veterinário

Antes de iniciar a criação de caprinos, o produtor precisa definir o tipo de exploração que irá empreender: se irá trabalhar com leite, carne ou pele, ou uma combinação destes; e que mercados pretende atender. “Por isso o planejamento é tão importante e é justamente nesse momento que entram as orientações de um médico veterinário”, afirma Cristiane Leal dos Santos, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário, responda: qual a finalidade do citoesqueleto?

O citoesqueleto mantém as estruturas que fazem parte da célula de forma ordenada e organizada. O citoesqueleto é formado por uma rede de filamentos dispostos dentro da célula. “Esses filamentos fazem com que cada organela permaneça no seu devido lugar, exercendo a sua função de modo adequado”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário: como as imagens ultrassonográficas são formadas?

No transdutor do aparelho de ultrassom existem vários cristais ou elementos piezoelétricos. Quando o aparelho é ligado à tomada, a corrente elétrica faz vibrar os cristais, formando um tipo de energia denominada onda sonora que chegam aos objetos ou tecidos do corpo. Depois que a onda sonora bate nos tecidos, ela retorna até o transdutor, vibrando os cristais, fazendo com que a energia sonora seja transformada novamente em impulso elétrico.

Saiba mais

Síntese de proteína: como ocorre esse processo?

As células são formadas por diversas proteínas. A estrutura das proteínas é formada por cadeias polipeptídicas que sempre são adicionadas a um grupo Amino e a um grupo Carboxílico. A formação dessa estrutura é comandada pelo DNA, de acordo com a necessidade de cada uma das células e do organismo animal.

Saiba mais

Sr. Veterinário, entenda mais sobre as proteínas

Todas as proteínas são formadas a partir de um mesmo conjunto de 20 aminoácidos, também denominados de aminoácidos essenciais, ligados covalentemente em sequências lineares. As células são formadas por diversas proteínas. A estrutura das proteínas é formada por cadeias polipeptídicas que sempre são adicionadas a um grupo Amino e a um grupo Carboxílico. A formação dessa estrutura é comandada pelo DNA, de acordo com a necessidade de cada uma das células e do organismo animal.

Saiba mais

Placentação em bovinos: você sabe quais são as membranas extraembrionárias formadas nesse processo?

O processo de implantação ocorre com a adesão da placenta no endométrio, através de uma ligação própria, formando uma estrutura que se desenvolve ao longo da fase gestacional.

Saiba mais

O hipotálamo e a produção de hormônios em animais

O hipotálamo é a região do cérebro formado por neurônios na qual ocorre a junção e controle do sistema nervoso e do sistema endócrino para a produção de hormônios que serão transmitidos à adeno-hipófise e à neuro-hipófise, afirma Waleska de Melo Ferreira Dantas, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Anatomia dos tetos mamários de vacas leiteiras

A forma e posição dos tetos de uma vaca influenciam na facilidade da ordenha. “A superfície dos tetos apresenta uma pele fina e a parede dos tetos é formada por diversas fibras musculares lisas pelas quais circula extenso volume de sangue”, explica Paolo Vivenza, professor do VET Profissional. Observe, na imagem, as estruturas que compõem a anatomia dos tetos:

Saiba mais

Uma solução para o lixo descartado? Aterro sanitário

O lixo descartado de forma inadequada atrai animais sinantrópicos, que buscam nesses resíduos água, abrigo e alimento. Esses animais são vetores de doenças, cuja vítima é o próprio homem. Além desse problema, o lixo gera chorume e gases altamente poluentes, assoreamentos, desvalorização de terrenos e enchentes.

Saiba mais

Veterinário, conheça as subdivisões da Anatomia Animal

A anatomia é um ramo da biologia que estuda as formas e estruturas que compõem o corpo do animal e as correlaciona com as funções do corpo do mesmo. Inicialmente, a anatomia era simplesmente descritiva, utilizando bisturis e pinças, fazendo a separação das estruturas e sua descrição. Com o desenvolvimento da ciência anatômica, surgiu a necessidade de subdividi-la. Uma delas, dentre as várias divisões da anatomia animal, é a anatomia macroscópica, que é a anatomia em si, a descrição das estruturas a olho nu.

Saiba mais

Anestesia geral: características, aplicação, vantagens e desvantagens

Anestesia geral injetável é a administração de fármacos anestésicos de forma injetável com o objetivo de alcançar os pilares da anestesiologia, tais quais: inconsciência, relaxamento muscular, analgesia e estabilidade autonômica. As características ideais de uma anestesia injetável são: ser solúvel em água; ser estável em solução aquosa; estar presente em concentrações adequadas;

Saiba mais

Precisando examinar boca de gatos? Saiba como

O exame físico de inspeção e palpação da boca de cães e gatos além de ser relativamente simples, permite que o médico observe uma série de alterações que possam acometer a cavidade oral desses animais domésticos. “Ao iniciar a inspeção e palpação da boca de felinos, o Veterinário deve conter previamente o animal para que o exame seja feito de forma rápida, precisa e eficiente, minimizando o estresse para o animal e os riscos para o examinador”, afirma Dra. Waleska de Melo Ferreira Dantas

Saiba mais

Sr. Veterinário, você já conhece o Citosol!

O citosol é o fluido livre, gelatinoso, presente na célula. É formado por água, além de eletrólitos, proteínas e carboidratos. "Trata-se de um fluido claro, transparente que tem como função realizar a movimentação de todas as organelas presentes no citoplasma", afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Sr. Veterinário, conheça as principais funções das pálpebras oculares

Precisando avaliar os olhos de algum animal sob seus cuidados? A primeira dica para que isto seja realizado de forma correta é conhecer a anatomia e a fisiologia oftálmica, a começar pelas pálpebras e suas funções. As principais funções das pálpebras são: • Proteção: contra agressões externas, corpos estranhos, dentre outros. • Filme lacrimal: produção de mucina e lipídios. • Ato de piscar, promovendo:

Saiba mais

Córnea, esclera e limbo: o que saber sobre isso?

Córnea e esclera formam a camada fibrosa do olho. O que torna a córnea transparente e a esclera branca são os tipos de colágenos atuantes, as disposições de suas fibras e as vascularizações. O limbo é a transição entre a córnea e a esclera. “Nesta região são encontradas inúmeras células-tronco que se multiplicam em ceratócitos que caminham no sentido da córnea, levando as células que se renovarão”, explica Kelly Pontes, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Dissecação de músculos do braço de equinos: como fazer

Ao adentrarmos ao processo de dissecação de músculos do braço de equinos, explica Marcelo Santana, professor do VetProfissional, o primeiro músculo a ser observado é o músculo tríceps braquial formado por cabeça lateral e cabeça longa.

Saiba mais

Sr. Veterinário: conheça as dimensões da suinocultura brasileira

O dimensionamento da suinocultura brasileira envolve a estimativa do número de animais produzidos, bem como a movimentação financeira dos elos que formam a cadeia produtiva, explica Mariana Costa Fausto, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Osteologia canina: como é feita a divisão dos ossos?

A osteologia é o estudo dos ossos, juntamente com a cartilagem e os ligamentos, que formam o esqueleto do animal.

Saiba mais

Homeostase em animais: você conhece esse mecanismo?

Vários são os mecanismos que promovem o funcionamento adequado do organismo dos seres vivos. Entre eles, destaca-se a homeostase, cuja função é manter de forma estática ou equilibrada as reações fisiológicas que acontecem dentro do organismo do animal.

Saiba mais

Quais principais doenças periodontais que acometem cães e gatos?

Doença periodontal é a enfermidade mais comum da cavidade oral de cães e gatos. Inicia-se por acúmulo de bactérias na superfície dos dentes e progride até os tecidos de sustentação que formam o periodonto, que são gengiva, osso alveolar, cemento e ligamento periodontal.

Saiba mais

Tecido conjuntivo adiposo em animais: conheça as características desse tecido

O tecido conjuntivo adiposo é um tecido especializado, responsável pelo armazenamento e quebra de energia sob a forma de triglicerídeos; pela formação de coxins absorventes de choque, presentes, por exemplo, nos colchões palmares e plantares das patas dos animais.

Saiba mais

Necropsia em ovino: língua, orofaringe e coração. Como é feito o exame desses órgãos?

O exame necroscópico é fundamental para definição ou confirmação de diagnóstico. Entre as etapas de realização dessa técnica destaca-se o exame dos órgãos, a qual é realizada após exame externo do cadáver. O exame dos órgãos é feito de forma minuciosa, e cada órgão é examinado individualmente, observando possíveis processos patológicos.

Saiba mais

Tamanduá-mirim: Sr. Veterinário, como realizar o atendimento desse animal?

A avaliação física do tamanduá-mirim deve ser feita da mesma forma que a avaliação de um animal doméstico. É importante que todos os equipamentos que serão utilizados já estejam prontos na hora do exame para que a contenção física do paciente seja rápida e objetiva, diminuindo, assim, o estresse.

Saiba mais

Cavidade abdominal: divisões da estrutura que aloja a maioria dos órgãos do sistema digestório

A cavidade abdominal faz parte do tronco do animal, que é dividido em tórax, abdômen e pelve e se encontra na porção caudal ao diafragma. Ela é composta por quatro músculos, formando, assim, a parede abdominal.

Saiba mais

Exérese de glândulas salivares: você conhece este procedimento?

A exérese nada mais é do que a remoção cirúrgica de partes estranhas ou doentes do corpo. A exérese das glândulas salivares, nos casos veterinários, é geralmente recomendada quando, estando os ductos salivares obstruídos, cistos se formam devido ao acúmulo de saliva, ou quando há lesões glandulares ou dos ductos em virtude de traumas que geram o extravasamento da saliva. Esses traumas acontecem frequentemente por brigas entre os animais, que mordem uns aos outros na região do pescoço.

Saiba mais

Osso coxal: conheça essa porção da pelve óssea de animais

A pelve, formada pelos ossos coxal, sacro e as primeiras vértebras coccígeas é a porção final do tronco, onde se fixam os membros pélvicos e a cauda. O osso coxal é constituído pela fusão de três ossos: ílio, ísquio e púbis.

Saiba mais

Fungos? Não. Actinomyces. Você conhece esse gênero de bactérias?

Actinomyces é um gênero de actinobactérias anaeróbias ou anaeróbias facultativas que não formam esporos. São gram-positivas, que individualmente possuem a forma esférica e, quando formam colônias, assumem estruturas semelhantes às hifas dos fungos.

Saiba mais

Articulações do joelho de animais domésticos: conheça as principais estruturas

A articulação do joelho é formada pelo contato entre o osso fêmur e os ossos da perna tíbia e fíbula. Entre os ossos envolvidos nessa articulação, está presente ainda o osso Patela, maior osso sesamoide do animal.

Saiba mais

Anestesia geral injetável em animais: quais são as vantagens e desvantagens?

A Anestesia geral injetável é a administração de fármacos anestésicos de forma injetável com o objetivo de alcançar os pilares da Anestesiologia, a saber: • Inconsciência. • Relaxamento muscular. • Analgesia. • Estabilidade autonômica.

Saiba mais

Compostagem: você conhece essa técnica de aproveitamento de dejetos?

No meio rural, muitos dos dejetos produzidos podem ser reaproveitados e utilizados como adubo na própria plantação. Uma dessas formas de aproveitamento é feita através da técnica de compostagem.

Saiba mais

Técnicas anestésicas locais em bovinos

A anestesia faz parte da rotina veterinária e é importante para os bovinos. Em termos técnicos, a anestesia consiste na aplicação de medicamentos para eliminar ou aliviar a dor em um local ou de forma generalizada, de modo que seja possível realizar procedimentos cirúrgicos. Cabe ao médico veterinário avaliar o animal e definir qual a melhor forma de aplicação em cada caso.

Saiba mais

Por que castrar cães machos é uma ação para o bem-estar social?

Muitas pessoas consideram que a melhor forma de controlar a natalidade de cães e gatos é a castração de fêmeas, uma vez que são elas que geram os filhotes. Embora castrá-las seja, sim, uma forma de controle, a orquiectomia, ou seja, a castração de machos, causa muito mais impacto nesse aspecto quando existe um grande volume de animais a ser neutralizado reprodutivamente.

Saiba mais

Descorna: indicações e técnicas

Muito comum nas criações de bovinos, ovinos e caprinos, a descorna é uma prática que consiste em eliminar os cornos (chifres) dos animais, extraindo-os ou impedindo seu crescimento. Quando realizada em filhotes, também é chamada de mochação.

Saiba mais

Precisando avaliar cavalos? Observe-os em grupo, não isoladamente

Precisando avaliar cavalos? Observe-os em grupo, não isoladamente. Quando observarmos os animais em conjunto, é possível comparar comportamentos e posturas diferenciadas entre animais saudáveis e animais doentes. Esses últimos tendem a se afastar do grupo, apresentam comportamento ingestivo diferenciado, bem como o modo como se locomovem.

Saiba mais

Éguas sociáveis, potros sociáveis. Entenda!

O contato social com o ser humano começa, por exemplo, pelo hábito de escovar a égua gestante e realizar o manejo diário com maior atenção, interesse, estimulando o conforto durante a escovação. Esse tipo de cuidado pode fazer com que a égua se torne mais tranquila durante a gestação.

Saiba mais

Quando optar pela compostagem nas propriedades rurais?

A compostagem é um processo controlado por decomposição microbiana, utilizado, assim como a fossa séptica, para purificar os dejetos produzidos nas propriedades rurais, no entanto, é a opção mais indicada para materiais de menor umidade, explica Prof. Marcelo Dias da Silva, do VET Profissional. O processo de compostagem ocorre da seguinte forma: - Inicialmente, formam-se leiras com o produto que passará pela compostagem. Esse material deverá fica sob temperatura de 25 C°.

Saiba mais

A tuberculose bovina e a forma comum de transmissão

A tuberculose bovina é uma doença que ocorre em praticamente todo o mundo, sendo a América do Sul um dos locais de maior incidência. No Brasil o problema é preocupante e se constitui em um grave problema de saúde pública. Os principais prejuízos causados pela tuberculose são a diminuição da produção de leite e de carne e a perda de animais que, dependendo do sistema de produção, pode ser disseminada rapidamente entre o rebanho, explica Prof. Leonardo Cotta Quintão, professor do VetProfissional. Por apresentar sinais comuns de várias enfermidades, a identificação dessa doença exige métodos complementares.

Saiba mais

Ovelhas prenhes: Você sabe como manejar esses animais de forma correta?

"Separar as ovelhas em lotes homogêneos, em muitos momentos, facilita muito o manejo desses animais, contudo é importante saber identificar as características que definem essa divisão em grupos”, explica Magna Coroa Lima, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Glomerulonefropatias em animais domésticos: você conhece a glomerulonefrite?

As glomerulonefropatias são doenças glomerulares consideradas como principais causas de doença renal crônica em cães, prevalecendo a ocorrência em animais de meia idade e idosos.

Saiba mais

Sêmen de garanhões: como fazer a coleta de forma adequada?

A inseminação artificial é uma técnica que permite maior eficiência na reprodução equina. “No entanto, para alcançar essa eficiência, é preciso coletar e avaliar o sêmen que será utilizado no processo, observando os critérios: número de espermatozoides, porcentagem de concentração, padrões de motilidade e vigor”, explica Maria Gazzinelli, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Médico veterinário: vamos lembrar como coletar o sangue pela veia jugular em cães?

Antes de indicar a coleta de sangue, é necessário que o Médico veterinário faça um bom exame físico do paciente, pois aqueles com coagulopatias graves não devem ser submetidos ao procedimento.

Saiba mais

Células: conheça essa estrutura essencial para a vida animal

A célula é a unidade básica do corpo dos mamíferos. O corpo é formado por mais de trilhões de células. “O conjunto de células formam os órgãos e sistemas responsáveis pelas funções vitais do organismo, por exemplo: respiração, deglutição, absorção e adaptação ao meio ambiente”, explica Waleska de Melo, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Tecido Epitelial de Revestimento: vamos conhecer suas características?

O tecido epitelial possui muitas funções, como proteção, absorção, secreção, percepção de estímulos, contração, entre outros. Quando está presente revestindo órgãos é classificado como tecido epitelial de revestimento.

Saiba mais

Eutanásia em animais

O Guia Brasileiro de Boas Práticas Para Eutanásia em Animais define eutanásia como “[...] a indução da cessação da vida animal, por meio de métodos tecnicamente aceitáveis e cientificamente comprovados, observando sempre os princípios éticos”. Logo, esse procedimento preza pelo respeito ao animal e à ética.

Saiba mais

VET Profissional: dicas para vestir os equipamentos cirúrgicos

Para a preparação de cirurgias em cães e gato, é imprescindível estar atento a vários procedimentos, que serão fundamentais para garantir que não haja qualquer tipo de contaminação ao animal por parte do veterinário. Após reunir a equipe, dentre outros procedimentos, é necessário vestir alguns equipamentos cirúrgicos.

Saiba mais

Fisioterapia em animais: é possível realizar atendimento no domicílio do paciente?

Os pacientes internos são aqueles que recebem atendimento do fisiatra em clínicas, hospitais ou centros de reabilitação de propriedade do médico veterinário ou em parceria com outros médicos. Já os pacientes externos, são aqueles cujo atendimento é realizado pelo fisiatra em domicílio.

Saiba mais

Enucleação: você conhece esse procedimento?

A enucleação é a remoção cirúrgica do globo ocular, da conjuntiva, da terceira pálpebra (nictante) e das margens palpebrais. Essa é uma das cirurgias oftalmológicas mais comuns em animais de grande porte.

Saiba mais

Sistema nervoso: vamos conhecer a divisão desse sistema?

O sistema nervoso é considerado um dos tecidos mais especializados do organismo animal, sendo o principal regulador de todas as funções realizadas no organismo.

Saiba mais

Cetose e esteatose hepática em vacas leiteiras: conheça duas doenças metabólicas que ocorrem simultaneamente no animal

A cetose é uma desordem metabólica associada ao balanço energético negativo e à carência de carboidratos precursores de glicose, típicas do período do parto de vacas de elevada produção de leite. Enquanto a esteatose hepática é a condição na qual ocorre acúmulo de triglicerídeos dentro dos hepatócitos (acúmulo de gordura nas células do fígado).

Saiba mais

Necropsia em gatos: como fazer a avaliação das mucosas?

Na necropsia é feita uma análise detalhada do cadáver, tanto na parte externa como interna. O exame externo nada mais é que uma avaliação detalhada da superfície do cadáver. Trata-se da primeira fase da necropsia em que informações relevantes são coletadas para elucidar a causa mortis do animal.

Saiba mais

Cólica em equinos? Conheça o Strongylus vulgaris, verme responsável por essa enfermidade

Os vermes da família Strongylidae são facilmente observados na mucosa intestinal de equídeos (equinos, asininos), possuindo coloração vermelho escuro.

Saiba mais

Proteínas constituintes do leite: vamos conhecer suas características?

O leite bovino é um fluido complexo, produto da secreção mamária, que contém água, lipídios, proteínas, carboidratos e sais minerais.

Saiba mais

Flap de terceira pálpebra: quais são as vantagens e as desvantagens?

O flap de terceira pálpebra consiste em imobilizar a terceira pálpebra por cima do globo ocular com a finalidade de constituir uma barreira física para proteção da córnea.

Saiba mais

10 passos para fazer a coleta de sangue na veia jugular de pacientes caninos

Ao considerar o volume de sangue a ser coletado para hemograma e bioquímico, a veia de escolha para coleta das amostras foi a veia jugular, localizada na região do pescoço.

Saiba mais

Lesões ósseas em animais: conheça os tipos de lesões que podem ser observadas nos exames radiográficos

Para as lesões ósseas serem vistas e detectadas radiograficamente, mais de 30% ou 50% de lesão já deve ter ocorrido no osso, ou seja, quando já se tem uma lesão maior.

Saiba mais

Aparelho mastigatório: vamos conhecer a arcada dentária canina?

Nos caninos, a dentição pode ser considerada completa, uma vez que esse animal possui os três tipos de dentes: incisivos pequenos, caninos fortes e pontiagudos e molares com saliências aguçadas e cortantes.

Saiba mais

Maternidade para criação de suínos: o que é necessário nas instalações?

No setor de maternidade, o maior desafio para a produção de suínos é a ambiência, já que as temperaturas de conforto térmico da porca e dos recém-nascidos são distintas.

Saiba mais

Osteossíntese de mandíbula canina: entenda como ocorre a colocação de placa de titânio

Os animais de estimação, assim como as pessoas, estão sujeitos a acidentes que muitas vezes podem resultar em traumas. E um desses traumas de grande relevância para a cirurgia veterinária é a fratura mandibular em pequenos animais.

Saiba mais

Vacas em lactação: quais são os teores de proteína que devem ser utilizados nas dietas desses animais?

A correta formulação da dieta associando proteínas aos demais ingredientes podem otimizar a produção de leite. A formulação de dietas para vacas em lactação deve considerar todos os fatores relacionados ao metabolismo de proteína no ruminante.

Saiba mais

Mecanismos de respiração de animais domésticos: Você sabe o que é depuração respiratória?

O processo de depuração respiratória é realizado por mecanismos fisiológicos para remoção de partículas que podem ser inaladas juntamente com o ar atmosférico.

Saiba mais

Mastite: doença muitas vezes provocada por humanos. Entenda!

As mastites correspondem à principal enfermidade que acomete rebanhos leiteiros em todo o mundo.

Saiba mais

Linfadenite caseosa em ovinos: você conhece essa enfermidade?

As doenças bacterianas são uma grande preocupação na criação animal, uma vez que as bactérias são microrganismos geralmente persistentes, exigindo tratamento medicamentoso intenso.

Saiba mais

Anestologia local em pequenos animais: entenda como funciona

Anestesia local ou loco-regional corresponde a um conjunto de técnicas anestésicas que, através da administração de fármacos, impedem ou bloqueiam a difusão do impulso nociceptivo de forma temporária em determinada região do corpo do paciente.

Saiba mais

Dissecação da face medial do membro torácico de bovino: como iniciar?

Para realizar a dissecação da face medial do membro torácico, é necessário, em primeiro lugar, observar e realizar o descolamento de músculos que compõem a região do cíngulo escapular.

Saiba mais

Criação de passeriformes e psitacídeos: quais são as instalações recomendadas?

A criação de pássaros, apesar de parecer uma atividade simples, existe muitos cuidados, pois se trata de animais frágeis, com particularidades que variam de espécie para espécie.

Saiba mais

O que é a torção gástrica em cães?

Gustavo Carvalho Cobucci, Médico Veterinário, Mestre em Clínica Médica e Cirúrgica de Cães e Gatos e professor do VET Profissional, explica que "um bom veterinário deve conhecer a fundo todos os problemas que os animais podem apresentar, para conseguir diagnosticar e curá-los da forma mais rápida e eficiente possível".

Saiba mais

Como combater cálculos urinários em cães e gatos?

Assim como os seres humanos, os animais também podem sofrer com cálculos urinários, que são bem parecidos aos nossos. Esse material sólido é formado, geralmente, por sais minerais, com elementos como o cálcio, o magnésio, a amônia, o fósforo e carbonatos. A consistência do cálculo e a composição são similares a do calcário.

Saiba mais

Cirurgias veterinárias intestinais: enterotomia, enterectomia e enteroanastomose

Depois de conhecer a uretrostomia, apresentamos três novos tipos de cirurgia no intestino de animais: a enterotomia, a enterectomia e a enteroanastomose. A princípio os nomes podem parecer difíceis, mas elas dizem respeito a procedimentos relativamente simples para o médico veterinário e que, de certa forma, se complementam.

Saiba mais

Cirurgia veterinária: impactação e abscedação do Saco Anal

A estrutura chamada de saco anal está presente em todos os cães e gatos e cada um possui duas dessas estruturas. Não são visíveis externamente e ficam localizadas na lateral do ânus desses animais. Formando uma espécie de bolsa, dentro de cada saco há duas glândulas, denominadas adanais ou glândulas do saco anal.

Saiba mais

Dermatite canina: saiba tudo sobre essa doença

Um dos problemas mais comuns em pets é a dermatite canina. De forma resumida, a dermatite é uma doença na pele do animal, que provoca coceira, vermelhidão e o surgimento de pequenas feridas. Um dos exemplos mais conhecidos dessa doença é a sarna, mas também há outros como a micose e a escabiose.

Saiba mais

Bovinos devem ser casqueados? Por quê?

Os cascos têm por finalidade a sustentação e a locomoção dos bovinos, daí sua estrutura rígida e sua forma de crescimento. O casqueamento tem como principal objetivo prevenir doenças dos cascos em animais estabulados e mesmo mantidos em piquetes.

Saiba mais

Aprenda o passo a passo do casqueamento em bovinos

Antes de começar o casqueamento, avalie cuidadosamente todas as vacas para determinar quais necessitam de casqueamento. Comece com a unha de dentro do membro posterior. Usualmente, essa unha tem a forma normal. Usando como guia a unha de dentro, apare a unha de fora (membros posteriores), deixando-a do mesmo tamanho. Quando terminar, as superfícies de apoio deverão estar planas de dentro para fora e da frente para trás.

Saiba mais

Estro em leitoas: como diagnosticar?

Nas fêmeas suínas, a puberdade é caracterizada pelo primeiro cio produtivo ou o processo de ovulação. Ocorre em torno de 135 dias de idade. A partir da puberdade as fêmeas passam a ser monitoradas. Nesse momento, suinocultores e veterinários responsáveis devem formar lotes de animais com cio em período semelhante.

Saiba mais

Sr. Veterinário, entenda melhor o reflexo da ejeção do leite bovino

Na natureza, o leite é liberado pela vaca quando o bezerro mama. Já nos rebanhos de gado leiteiro, as vacas devem ser treinadas e condicionadas para responder aos estímulos do ordenhador e do equipamento de ordenha, quando esta é feita sem a presença do bezerro posicionado ao pé do animal. As células mioepiteliais que compõem o alvéolo, por sua vez, encontram-se sujeitas ao controle hormonal. Quando são estimuladas, contraem e causam a ejeção do leite para a fora do alvéolo. Dessa forma, é possível fazer a extração por meio da ordenha mecânica.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba sobre a passagem de substâncias pelo organismo animal

A passagem de substâncias no organismo ocorre de acordo com as necessidades fisiológicas do animal representadas pela demanda de cada uma das células e tecidos-alvo. “O transporte através da membrana plasmática pode se dar de forma passiva por difusão ou por transporte ativo”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Veterinário: você sabe o que é Bioeletrogênese?

O meio intracelular é carregado negativamente devido a altas quantidades de proteínas existentes dentro das células. O meio extracelular é carregado positivamente devido à abundância de moléculas iônicas, principalmente eletrólitos, predominantes fora das células. Dessa forma, há diferença de potencial elétrico existente no interior e no exterior das células. De modo geral, as células apresentam potencial elétrico em torno de 90 miliwolts.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba um pouco mais sobre a função das proteínas no organismo animal

De acordo com a Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional, “as proteínas desempenham importantes funções em nosso organismo, assim como no organismo animal”. Veja por exemplo a elastina, uma proteína de coloração amarela que forma fibras elásticas e está presente em diversos órgãos e ligamentos, entre eles: pulmão, trompa de Eustáquio, epiglote, laringe e artérias.

Saiba mais

Sr. Veterinário: um pouco mais sobre homeostase e seus mecanismos

Homeostase ou homeostasia, especialmente nos seres vivos, é a propriedade de um sistema aberto em regular o seu ambiente interno, de modo a manter a condição estável de seus mecanismos. Em grego a palavra homeostase significa: Homeo – similar e Stasis - estático. Nesse sentido, a homeostase tenta manter de forma estática ou equilibrada das reações fisiológicas que acontecem dentro do organismo do animal

Saiba mais

Sr. Veterinário, um pouco mais sobre a distribuição dos fluidos corporais

Os fluidos corporais localizam-se em dois compartimentos no organismo - dentro e fora da célula do animal, afirma afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional. Por isso, são denominados: líquidos intracelulares (LIC) e líquidos extracelulares (LEC). O líquido extracelular pode ser classificado de 3 formas:

Saiba mais

A água na manutenção dos fluidos corporais dos animais

A manutenção do volume de água em relação aos demais fluidos presentes dentro e fora da célula ocorre através da osmose. Dessa forma, é possível manter o nível de água e de íons osmoticamente ativos equilibrado nos meios intra e extracelular. “O nível de água deve permanecer igual em todos os compartimentos nos organismos saudáveis, e não deve haver fluxo resultante de água, ou seja, não deve haver água a mais ou a menos nos compartimentos corporais”, afirma Profª. Waleska de Melo Ferreira Dantas, do VET Profissional.

Saiba mais

Unidade básica do corpo dos mamíferos? A célula!

A vida de um animal se inicia com apenas uma célula, através da fecundação de um óvulo por um espermatozoide que dá origem ao crescimento celular de um novo ser vivo. A célula é a unidade básica do corpo dos mamíferos. O corpo é formado por mais de trilhões de células.

Saiba mais

Criação de frangos de corte: dicas para a densidade e cama

A densidade da cama para a criação de frangos de corte diz respeito à quantidade de aves por área de galpão. Densidades menores representam maior conforto e bem-estar para a ave, enquanto que altas densidades representam mais lucro por área. “A cama é um item importante na avicultura, pois seu descuido pode gerar sérios problemas sanitários ao lote”, explica Marcelo Dias, professor do VET Profissional. Dessa forma, a cama precisa ter aspecto seco, sem emplastramentos, e necessita de revolvimentos periódicos.

Saiba mais

Sr. Veterinário, saiba mais sobre o reflexo da ejeção do leite

Na natureza, o leite é liberado pela vaca quando o bezerro mama. Já nos rebanhos de gado leiteiro, as vacas devem ser treinadas e condicionadas para responder aos estímulos do ordenhador e do equipamento de ordenha, quando esta é feita sem a presença do bezerro posicionado ao pé do animal. “As células mioepiteliais que compõem o alvéolo encontram-se sujeitas ao controle hormonal. Quando são estimuladas, contraem e causam a ejeção do leite para a fora do alvéolo. Dessa forma, é possível fazer a extração por meio da ordenha mecânica”, explica Paolo Vivenza, professor do VET Profissional.

Saiba mais

O que é o Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite exigido pela IN 77?

O Plano de Qualificação de Fornecedores de Leite presente na IN 77 faz parte da gestão de qualidade e está incluído no autocontrole realizado pelo laticínio, portanto, sua elaboração, implantação e execução são de total responsabilidade do laticínio. Dessa forma, cabe ao Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) e aos seus técnicos apenas acompanhar e fiscalizar a execução do Plano.

Saiba mais

Esterquia: aproveitamento de resíduos e dejetos produzidos em fazendas

No meio rural, muitos dos dejetos produzidos podem ser reaproveitados e utilizados como adubo na própria plantação. As técnicas da compostagem, fossa séptica e esterqueira, por exemplo, são importantes soluções para incorporar os dejetos de forma ecológica e sensata a favor da propriedade rural.

Saiba mais

Mercado de pets exóticos cresce e pede por médicos veterinários especializados

Estudar sobre pets exóticos ou não convencionais é muito importante para o médico veterinário porque se trata de animais cada vez mais recorrentes nos consultórios. Pode-se conceituá-los como sendo todas as espécies que não são comuns nos domicílios, como algumas aves, répteis e mamíferos que não sejam cão e gato. São animais de estimação interessantes, pois podem se adaptar perfeitamente à presença humana, gostam de carinho e interagem com as pessoas, obviamente que de forma diferente das interações as quais as pessoas estão acostumadas.

Saiba mais

Anemia infecciosa equina: saiba mais sobre essa doença

A anemia infecciosa equina (AIE) é uma doença de etiologia viral causada por um retrovírus da subfamília Lentivirinae, família Retroviridae. “A transmissão se dá a partir da transferência de sangue ou derivados sanguíneos contaminados, seja por via fômite ou por picadas de insetos, e ainda de forma intrauterina e seminal”, explica Maria Gazzinelli, Professora do VET Profissional.

Saiba mais

O fator Luz nas fases de cria e recria de galinhas poedeiras

Ao se trabalhar com cria e recria de aves, é preciso pensar em alguns pontos, explica Marcelo Dias, Professor do VET Profissional. São eles: I- Até 9 semanas, as aves são refratárias hormonalmente à luz. Dessa forma, nos dois primeiros dias de chegada da pintainha, são necessárias 23-24 horas de luz para que elas se adaptem aos círculos de proteção e ao ambiente. A partir daí, utiliza-se luz natural até a 9a semana de vida.

Saiba mais

Clostridioses em bovinos: doenças bacterianas de alta mortalidade

As Clostridioses são um complexo de enfermidades que ocorrem de forma muito rápida e fatal, e é causado por bactérias do gênero Clostrídios. Essas bactérias têm capacidade de esporulação, e são encontradas nas fezes dos animais, no solo, entre outros, explica Marcelo dias da Silva, Professor do VET Profissional.

Saiba mais

Médico Veterinário: sabia que você pode atuar como fisioterapeuta animal?

Os profissionais que atuam em fisioterapia veterinária são médicos veterinários formados em instituições reconhecidas pelo MEC. Após a graduação, o profissional que deseja atuar na área de fisioterapia veterinária deverá fazer uma especialização - pós-graduação lato sensu - em fisioterapia animal.

Saiba mais

Exodontia em pequenos animais: cuidados ao extrair dentes caninos

Para a realização da exodondia são utilizados o osteótomo e o martelo para a retirada do osso alveolar. “Essa técnica precisa ser executada de forma cuidadosa devido à força empregada nos instrumentos bem próximos às áreas internas da boca”, explica Fernando Fernandes, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Os microrganismos são vilões ou mocinhos?

Os microrganismos constituem a maior massa de célula viva do planeta e têm grande importância médica, sendo utilizados para a produção de remédios e vacinas. Ainda existem aqueles que estão presentes naturalmente no organismo dos seres vivos, de forma benéfica, controlando a proliferação de bactérias patogênicas. No entanto, existem também microrganismos patogênicos responsáveis por importantes enfermidades que podem acometer todos os seres vivos, seja animal ou vegetal.

Saiba mais

Histologia: qual a importância dessa disciplina para a Medicina Veterinária?

Uma das competências do médico veterinário é dar diagnósticos, procedimento que nem sempre envolve lesões e doenças. “Após uma análise, identificar que no órgão ou tecido não há alterações microscópicas também é uma forma de diagnosticar um paciente e é a histologia que fornece conhecimento para que o profissional consiga fazer esse tipo de verificação”, explica Rosyane Souza Cruzeiro, professora do VET Profissional.

Saiba mais

Vértebras cervicais de animais domésticos: conheça um pouco sobre essa estrutura

A coluna vertebral dos animais se inicia no pescoço, o qual é composto por vértebras cervicais. Tais vértebras são irregulares e formadas por um orifício.

Saiba mais

Teste de Schirmer: você sabe o que é?

“O teste de Schirmer determina a produção lacrimal do olho avaliado, com o uso de uma tira comercial, milimétrica, que deve ser colocada entre o terço lateral e o terço médio do saco conjuntival ventral do olho, evitando, dessa forma, o contato com a terceira pálpebra”, explica Gustavo Carvalho Cobucci, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Esgotamento de inóculo: como realizar esse método de isolamento de microrganismos?

O método de isolamento de microrganismos é denominado Esgotamento do Inóculo, cujo objetivo é formar uma colônia pura a partir de uma única célula de determinado microrganismo.

Saiba mais

Descorna em animais domésticos: quais as técnicas utilizadas para esse procedimento?

A descorna é um procedimento simples, utilizada em bovinos, ovinos e caprinos, que visa remover ou evitar o surgimento dos cornos, vulgarmente conhecidos como chifres. Por ser frequentemente realizado por leigos em propriedades rurais, pode trazer complicações para os animais.

Saiba mais

Saneamento básico no meio rural: fossa séptica

O saneamento básico é essencial tanto para o meio rural quanto para o meio urbano. Porém, esses recursos normalmente não são oferecidos à zona rural, sendo necessário criar formas de resolver esse problema, apresentando ao produtor rural recursos acessíveis e seguros para ter acesso à água de boa qualidade e para tratar as águas advindas das várias atividades desenvolvidas na propriedade, a fim de não poluir o meio ambiente.

Saiba mais

Quando e como fazer a necropsia em animais?

No que se refere a animais, tanto de produção quanto de estimação, muitas são as causas que podem ceifar a vida desses seres. “A necropsia é, muitas vezes, a única forma de definir a causa mortis, o que, em relação aos animais de trabalho e produção, é importante para trabalhar a prevenção com os outros animais”, explica o Dr. João Paulo Machado, professor do VET Profissional.

Saiba mais

Animal com afecção no trato urinário: qual a importância da resenha e da anamnese?

O sistema urinário é complexo e formado por órgãos essenciais para a manutenção do organismo. Além da produção de urina, também é responsável pela manutenção da homeostase e produção de hormônios.

Saiba mais

Exame andrológico: qual a finalidade desse exame feito em equinos?

O exame andrológico precisa ser realizado de forma criteriosa pelo Médico Veterinário que deverá incluí-lo na rotina de trabalho com os animais ou sempre que se fizer necessário. Por meio do exame também são avaliados o comportamento, a postura do animal no momento da cópula e características espermáticas.

Saiba mais

Produção de leite: quais são os custos dessa atividade?

A produção de leite está diretamente relacionada com o consumo alimentar dos animais. Essa produção precisa vir de nutrientes que serão absorvidos no trato gastrointestinal do animal, passando por diversas reações bioquímicas, até chegar à glândula mamária. A partir disso serão formados precursores do leite, responsáveis pelo produto final de qualidade.

Saiba mais

Aparelho urogenital de animais domésticos: órgãos reprodutivos femininos

A reprodução, tanto na espécie humana quanto na espécie animal, é essencial para a perpetuação das espécies. Nas fêmeas, o ovário é a gônada feminina responsável pela produção do gameta, chamado de ovócito ou óvulo. Os ovócitos produzidos pelo ovário são liberados a cada ciclo estral da fêmea para que seja fecundado, formando, assim, o embrião e, consequentemente, gerando uma nova vida.

Saiba mais

Exames oftálmicos em animais domésticos: por onde começar?

O exame oftálmico é importante não só para avaliação da afecção presente, mas também para obter informações importantes sobre outros órgãos, como fígado, sistema cardiovascular etc.

Saiba mais

Fisiologia renal: filtração glomerular e sua importância

Entre as funções dos rins, destaca-se a função excretora, que consiste na eliminação de toxinas por meio da urina. No entanto, para que isso ocorra, é preciso que a urina seja formada, o que é possibilitado, entre outros processos, pela filtração glomerular.

Saiba mais

Quais são os instrumentos utilizados para cirurgia em animais?

Na realização de cirurgias em cães, gatos e outros animais de pequeno porte, é fundamental estar atento a cada detalhe, para que esse animal consiga passar por esse procedimento de forma tranquila e sem riscos. Assim como em humanos, para realizar qualquer cirurgia, o médico veterinário precisa estar atento a todos os instrumentos que usará e qual a finalidade de cada um.

Saiba mais

Fratura do corpo da mandíbula de um cachorro. E agora?

As fraturas mandibulares são muito comuns de ocorrem em cães e gatos. O médico veterinário deve ter em mente que, na fratura mandibular os animais devem ser tratados de forma independente, estudando-se caso a caso e recorrendo a manejos adequados para cada situação.

Saiba mais

Suspeita de câncer no animalzinho? Qual exame solicitar? Citologia ou histopatologia?

O câncer deriva da palavra karkinos que, no grego, significa caranguejo. Esta é uma analogia à forma pouco delimitada e infiltrativa dos diversos tumores cancerígenos.

Saiba mais

Morfologia bacteriana: você sabe classificar as bactérias morfologicamente?

Bactérias são organismos unicelulares formados por células procariontes. Apresentam estruturas essenciais, comuns a todas as espécies, entretanto há grupos que apresentam estruturas específicas.

Saiba mais

Lista de doenças de notificação compulsória: você sabe o que significa essa lista?

O conhecimento das doenças prevalentes em uma localidade é essencial para o planejamento estratégico de saúde pública. A lista de doenças de notificação compulsória fornecem informações de forma rápida e ágil, oferecendo subsídios para a tomada de decisão, permitindo a implementação de medidas de prevenção e de controle dos agravos.

Saiba mais

Manejo sanitário na caprinocultura: quais medidas necessárias para esse manejo?

O manejo sanitário são práticas utilizadas visando diminuir o aparecimento de doenças em um rebanho e reduzir o impacto econômico. “Servem para controlar as influências negativas do meio ambiente de modo a prevenir ou controlar doenças já existentes”, explica a Dr.ª Magna Coroa Lima, Médica Veterinária e professora do VET Profissional, que é Doutora em Medicina Veterinária e Mestre em Zootecnia.

Saiba mais

Raiva em ovinos? Saiba como identificar essa doença de alta mortalidade para o rebanho

Para estabelecer o manejo sanitário de forma eficiente é fundamental o conhecer as doenças que ocorrem em determinada região. As doenças virais de alta mortalidade mais comuns em ovinos são raiva e língua azul.

Saiba mais

O que é edema? Quais são os mecanismos que levam à sua formação?

Edema é o acúmulo de líquido no tecido intercelular (intersticial), nos espaços ou nas cavidades do corpo. É resultado do aumento da quantidade de líquido no meio extracelular, sendo externo ao meio intravascular.

Saiba mais

Cães de guarda: como escolher o cão ideal?

Os cães de guarda são utilizados em diversos setores da sociedade, seja para casa de família, proteção individual, em condôminos, pela polícia, de forma individual ou acompanhado de um vigilante.

Saiba mais

Doença renal policística em gatos: você conhece essa doença?

Você já ouviu falar em doença renal policística? Não? A doença renal policística é uma doença autossômica dominante, com causa hereditária, caracterizada pela expansão de segmentos tubulares formando os cistos renais.

Saiba mais

Microbiologia veterinária: conheça as enfermidades causadas por herpesvírus

A família Herpesviridae abriga um grupo grande e diverso de vírus. Os vírus da família Herpesviridae possuem uma importante propriedade biológica em comum: possuem uma grande capacidade de estabelecer infecções latentes em seus hospedeiros.

Saiba mais

Cavidade celomática: vamos conhecer os órgãos do sistema respiratório que compõem essa cavidade presente nas aves

A cavidade celomática representa, nas aves, o tórax e o abdômen dos mamíferos domésticos, pois, nessa cavidade, todos os órgãos estão dispostos de forma uniforme. As aves não possuem o músculo diafragma e nem a divisão da cavidade torácica e abdominal. Nos mamíferos, esse órgão separa o tórax do abdômen.

Saiba mais

Colmeia racional x colmeia natural: afinal, qual a função das colmeias?

As abelhas são insetos sociais que vivem em colmeias. As colmeias são constituídas por vários favos paralelos, e cada um se forma por um conjunto de alvéolos que são células hexagonais de cera, construídas pelas próprias abelhas.

Saiba mais

Vírus: conheça esse microrganismo responsável por diversas doenças

Os vírus são organismos acelulares, possuidores de uma estrutura formada basicamente por proteínas e ácido nucleico. Esse microrganismo não se desenvolve em um meio de cultura. É preciso que haja um organismo hospedeiro, pois ele é um parasita obrigatório.

Saiba mais

Família Reoviridae: conheça os vírus dessa família de importância veterinária!

A família Reoviridae é composta por 11 gêneros de importância, sendo os principais: Orthoreovirus (de importância principalmente em aves), Rotavirus (pode afetar bezerros, cordeiros, cabritos, suínos, causando diarreias virais) e Orbivirus (causa uma enfermidade muito importante, chamada de “Língua Azul”, muito incidente nos ovinos e que pode acometer várias espécies, de forma mais moderada); estes dois últimos possuem mais relevância para a medicina veterinária no Brasil.

Saiba mais

Curiosidades sobre as penas das aves. Vamos conhecer?

As penas parecem ser formadas por uma estrutura homogênea, contudo são compostas por várias partes ou porções específicas.

Saiba mais

Síndrome cólica em equinos: você sabe o que é?

A síndrome cólica em equinos é uma das afecções gastrointestinais mais comuns na clínica de equinos. As cólicas podem acontecer em diferentes graus, o que determinará sua forma de controle. No geral, pode ser: Leves: controlada por AINES Moderadas: controlada por AINES + a2 agonistas Graves: controlada por a2 agonistas + opioides

Saiba mais

Médico veterinário precisa de um contador? Veja a importância desse profissional para sua clínica!

Não importa qual a natureza jurídica ou a forma de tributação de uma clínica veterinária ou de qualquer outra prestação de serviço na área veterinária, sempre será necessário organizar as obrigações tributárias e controlar a movimentações financeiras para que o empreendimento prospere e possibilite, inclusive, novos investimentos.

Saiba mais

Vazio sanitário na criação de frango e galinha caipira: entenda o que é!

O veterinário desempenha atividade fundamental na orientação dos pequenos produtores rurais quanto ao manejo adequado das aves, além de ser responsável por verificar os cuidados sanitários empregados na produção caipira. Dentre os cuidados sanitários que os produtores de frangos e galinhas caipiras devem ser orientados, está a forma correta de realizar o vazio sanitário.

Saiba mais

Receba Mais Informações